Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeitos respiratórios e hemodinâmicos da prova de volume em pacientes com choque e síndrome do desconforto respiratório agudo: um estudo observacional utilizando o ultrassom pulmonar (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CALTABELOTI, FABIOLA PRIOR - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: PULMÃO (ULTRASSONOGRAFIA); SÍNDROME DO DESCONFORTO RESPIRATÓRIO EM ADULTOS; CHOQUE SÉPTICO; HIDRATAÇÃO; HEMODINÂMICA; ECOCARDIOGRAFIA
  • Keywords: Acute respiratory distress syndrome, Septic shock; Choque séptico; Ecocardiografia; Ecocardiography; Fluid therapy/utilization; Hemodinâmica; Hemodynamics; Hidratação/utilização; Lung/ultrassonography; Pulmão/ultrassonografia; Síndrome do desconforto respiratório agudo
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Este estudo foi desenhado para avaliar o impacto da reposição de fluidos na aeração pulmonar, oxigenação e hemodinâmica pacientes com diagnóstico de choque séptico e síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA). Métodos: Durante o período de 1 ano, um estudo prospectivo observacional foi realizado com 32 pacientes com diagnóstico de choque séptico e SDRA. Os parâmetros cardiorrespiratórios foram mensurados utilizando um cateter de Swan-Ganz (n = 29) ou um cateter de PICCO (n = 3). A aeração pulmonar e o fluxo sanguíneo regional pulmonar foram avaliados pelo exame de ultrassom pulmonar à beira-leito. As medidas foram realizadas antes (T0), ao final (T1) e 40 minutos após (T2) a infusão de fluidos, consistindo em um litro de solução salina administrado em 30 minutos nas primeiras 48 horas do início do choque séptico e SDRA. Resultados: O escore de ultrassom pulmonar aumentou em 23% em T2, de 13 no tempo basal a 16 (p < 0,001). O índice cardíaco e as pressões de enchimento cardíaco aumentaram significativamente em T1 (p < 0,001) e retornaram aos valores de base em T2. O aumento no escore de ultrassom pulmonar secundário à infusão de fluidos foi estatisticamente correlacionado com o aumento do índice cardíaco e não foi associado ao aumento do "shunt" pulmonar ou ao aumento do fluxo sanguíneo regional pulmonar. Em T1, PaO2/FiO2 aumentou significativamente (p < 0,005) de 144 (123 - 198) a 165 (128 - 226) e retornou aos valores de base em T2, e o escore deultrassom pulmonar continuou a aumentar. Conclusão: A reposição de fluidos precoce melhora transitoriamente a hemodinâmica e deteriora a aeração pulmonar. As mudanças na aeração podem ser observadas à beiraleito com o auxílio do ultrassom pulmonar e podem ser úteis como medida protetora contra a reposição excessiva de fluidos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.09.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2656688-20W4.DB8 SP.USP FM-2 C166ef 2014 original
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CALTABELOTI, Fabiola Prior; AULER JUNIOR, Jose Otavio Costa. Efeitos respiratórios e hemodinâmicos da prova de volume em pacientes com choque e síndrome do desconforto respiratório agudo: um estudo observacional utilizando o ultrassom pulmonar. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5152/tde-25112014-120038/ >.
    • APA

      Caltabeloti, F. P., & Auler Junior, J. O. C. (2014). Efeitos respiratórios e hemodinâmicos da prova de volume em pacientes com choque e síndrome do desconforto respiratório agudo: um estudo observacional utilizando o ultrassom pulmonar. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5152/tde-25112014-120038/
    • NLM

      Caltabeloti FP, Auler Junior JOC. Efeitos respiratórios e hemodinâmicos da prova de volume em pacientes com choque e síndrome do desconforto respiratório agudo: um estudo observacional utilizando o ultrassom pulmonar [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5152/tde-25112014-120038/
    • Vancouver

      Caltabeloti FP, Auler Junior JOC. Efeitos respiratórios e hemodinâmicos da prova de volume em pacientes com choque e síndrome do desconforto respiratório agudo: um estudo observacional utilizando o ultrassom pulmonar [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5152/tde-25112014-120038/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: