Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Determinação de parabenos em amostras de urina por microextração em sorvente empacotado (MEPS) e cromatografia líquida de ultra eficiência acoplada à espectrometria de massas sequencial (UPLC-MS/MS) (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: JARDIM, VALERIA CRISTINA - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Subjects: FÁRMACOS (EXTRAÇÃO;TÉCNICAS;DESENVOLVIMENTO); CROMATOGRAFIA LÍQUIDA; ESPECTROMETRIA DE MASSAS; URINA (EXPOSIÇÕES;AVALIAÇÃO); AGENTES ANTIMICROBIANOS
  • Language: Português
  • Abstract: Os parabenos são amplamente utilizados, em baixas concentrações, como antimicrobianos e conservantes em produtos farmacêuticos, cosméticos e em produtos industrializados. Estes conservantes são considerados fracos desreguladores endócrinos, uma vez que mimetizam a função dos hormônios estrogênios. Recentemente, os parabenos foram determinados em níveis de traços em várias amostras biológicas, dentre estas, tecidos coletados de tumores de câncer de mama e urina humana. Embora o uso de parabenos seja estabelecido por órgãos regulamentadores, estudos mais abrangentes são necessários, para determinar conclusivamente o verdadeiro alcance do dano potencial causado pela exposição prolongada aos parabenos e sua bioacumulação. Neste projeto, os parabenos metil, etil, propil, butil e benzilparabeno em amostras de urina foram pré-concentrados por microextração em sorvente empacotado (MEPS) e analisados por cromatografia liquida de ultra eficiência acoplada à espectrometria de massas sequencial (UPLCMS/MS). A recente técnica MEPS consiste na miniaturização do sistema de extração em fase sólida (SPE) convencional, onde os volumes da amostra e do solvente (eluente) foram reduzidos algumas ordens de magnitude (10 a 100 vezes), de mililitros para microlitros (10-1000 µL). A otimização das variaveis (sorvente, volume de amostra, pH da amostra, número de ciclos aspirar/dispensar, composição e volume dos solventes de lavagem e de eluição) da técnica de MEPS favoreceu a detectabilidade analítica e diminuiu o efeito de memória. O método padronizado apresentou linearidade de 0,5 a 50 ng.“ml POT. -1”, exatidão de -20 (LIQ) a 15%, e precisão interensaios com coeficientes de variação menores que 15%. O método MEPS/UPLC padronizado, quando comparado aos métodos SPE descritas na literatura para a determinação de parabenos em amostras de urina, reduziu o tempo da extração e utilizoupequenas volumes de amostra, além de permitir a reutilização das microcolunas contendo os serventes. A aplicabilidade do método padronizado e validado foi comprovada através das análises de 30 amostras de urina, coletadas de puérperas atendidas no Centro de Referência em Saúde da Mulher (CRSM-MATER) da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto-USP. O metilparabeno, determinado em 50% das amostras em concentração máxima de 33 ng. “ml POT. -1”, foi o mais abundante dos parabenos analisados. O butilparabeno também foi detectado na maioria das amostras, porém em menores concentrações (máximo de 3,2 ng.“ml POT. -1”). Desta forma, o método MEPS/UPLC-MS/MS desenvolvido é adequado para determinação de parabenos em amostras de urina para fins da avaliação da exposição humana a estas substâncias
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.04.2014

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCLRP20800048842Jardim, Valeria Cristina
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JARDIM, Valeria Cristina; QUEIROZ, Maria Eugênia Costa. Determinação de parabenos em amostras de urina por microextração em sorvente empacotado (MEPS) e cromatografia líquida de ultra eficiência acoplada à espectrometria de massas sequencial (UPLC-MS/MS). 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Jardim, V. C., & Queiroz, M. E. C. (2014). Determinação de parabenos em amostras de urina por microextração em sorvente empacotado (MEPS) e cromatografia líquida de ultra eficiência acoplada à espectrometria de massas sequencial (UPLC-MS/MS). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Jardim VC, Queiroz MEC. Determinação de parabenos em amostras de urina por microextração em sorvente empacotado (MEPS) e cromatografia líquida de ultra eficiência acoplada à espectrometria de massas sequencial (UPLC-MS/MS). 2014 ;
    • Vancouver

      Jardim VC, Queiroz MEC. Determinação de parabenos em amostras de urina por microextração em sorvente empacotado (MEPS) e cromatografia líquida de ultra eficiência acoplada à espectrometria de massas sequencial (UPLC-MS/MS). 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: