Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Atividade física e fatores associados em idosos do Estudo SABE: avaliação por acelerometria (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FERREIRA, CAROLINE VENTURINI - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Subjects: ATIVIDADE FÍSICA (MEDIÇÃO;PADRÕES;INSTRUMENTOS); IDOSOS; TÉCNICAS INVESTIGATIVAS; MODO DE VIDA; SAÚDE DO IDOSO; CONDIÇÕES DE SAÚDE; DEMOGRAFIA EM SAÚDE PÚBLICA (FATORES;ASPECTOS SOCIAIS); ESTUDOS TRANSVERSAIS
  • Keywords: Accelerometry; Acelerometria; Atividade Física; Elderly; Estudo SABE; Idosos; Physical Activity; SABE Study
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução - Com o crescimento da população idosa cresce a necessidade de incentivo a hábitos de vida saudáveis como a prática de atividade física (AF), bem como sua investigação, a fim de se prevenir a instalação de incapacidades. No entanto, são enormes as dificuldades de medida dessa atividade. O acelerômetro surge como uma das formas objetivas de avaliação da AF destacando-se por sua praticidade e capacidade de armazenamento de dados. Objetivo - Avaliar os níveis e intensidades de AF de idosos através da acelerometria e examinar as associações com fatores sócio-demográficos, de saúde e estilo de vida. Métodos - Estudo transversal com 568 idosos de 65 anos e mais da coorte de 2010 do estudo SABE. Os idosos usaram o acelerômetro ActiGraph (GT3X) por três dias posicionado na cintura. Resultados - A média geral de cpm foi de 341,29 (95 por cento IC 326,79 - 355,80). Não houve diferença entre homens e mulheres. A média de cpm diminuiu com a idade e para os idosos acometidos por todas as doenças, exceto hipertensão, doença pulmonar e doença articular. A mobilidade e CP reduzidas, um maior número de doenças e uma pior autopercepção de saúde estiveram associados de forma independente com menores cpm. Os homens divorciados/separados, os que viviam sozinho e os que possuíam de cino a oito anos de escolaridade apresentaram maiores cpm que as mulheres dessas categorias. A idade, o declínio cognitivo isolado ou associado à disfunção, a hipertensão, a doença cerebrovascular, amobilidade e a CP, estiveram associados de forma independente à menores níveis de AF gerais e por sexo. Entre as mulheres o estado marital (solteira), a autopercepção de saúde (ruim/muito ruim) e os sintomas depressivos estiveram associados de forma independente a menores níveis de AF. Para os homens a suficiência de renda (não), presença de diabetes e o número de doenças (duas ou mais) estiveram associados de forma independente com menores níveis de AF. Após ajuste pelas demais variáveis, a idade se associou às cpm em ambos os sexos. Para o sexo feminino, a renda per capita e o tabagismo também demosntraram associação, e para os homens apenas o diabetes.Conclusão - Foram observados baixos níveis de AF entre os idosos do município de São Paulo, principalmente com o avançar da idade e na presença de doenças, que são muito comuns nessa população. Esse estudo reforça que a prática de AF deve ser incentivada e demonstra a necessidade de estudos longitudinais para se estabelecer a relação temporal entre esses fatores
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.08.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP2661600-20
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERREIRA, Caroline Venturini; LEBRAO, Maria Lucia. Atividade física e fatores associados em idosos do Estudo SABE: avaliação por acelerometria. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6132/tde-21082014-234656/ >.
    • APA

      Ferreira, C. V., & Lebrao, M. L. (2014). Atividade física e fatores associados em idosos do Estudo SABE: avaliação por acelerometria. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6132/tde-21082014-234656/
    • NLM

      Ferreira CV, Lebrao ML. Atividade física e fatores associados em idosos do Estudo SABE: avaliação por acelerometria [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6132/tde-21082014-234656/
    • Vancouver

      Ferreira CV, Lebrao ML. Atividade física e fatores associados em idosos do Estudo SABE: avaliação por acelerometria [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6132/tde-21082014-234656/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: