Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação e tratamento de pacientes com dor facial atípica através da estimulação magnética transcraniana repetitiva (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GALHARDONI, RICARDO - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: DOR FACIAL (DIAGNÓSTICO;TRATAMENTO); DOR; ESTIMULAÇÃO CEREBRAL; AVALIAÇÃO; TERAPÊUTICA; MÉTODO DUPLO-CEGO
  • Keywords: Avaliação; Chronic pain; Dor; Dor crônica; Dor facial/etiologia; Double-blind method; Estimulação magnética transcraniana; Evaluation; Facial pain/etiology; Método duplo-cego; Pain; Terapêutica; Therapeutics; Transcranial magnetic stimulation
  • Language: Português
  • Abstract: Dor facial atípica (DFA) é uma condição álgica crônica destacada pela etiopatogenia ainda desconhecida e pela característica rebelde aos tratamentos vigentes. O objetivo deste estudo é avaliar o limiar e padrões de excitabilidade cortical de doentes com DFA através de Estimulação Magnética Transcraniana (EMT) e compará-los a controles saudáveis, além de avaliar a eficácia terapêutica da EMT repetitiva (EMTr) ativa em doentes com DFA comparados à EMTr placebo. Durante o período de março de 2010 a dezembro de 2013 foram avaliados 29 doentes com DFA - os quais preencheram os critérios segundo a classificação proposta pela Associação Internacional de Cefaleia (2004) - e 28 controles saudáveis. A avaliação foi iniciada com a investigação da excitabilidade cortical bilateral. Em seguida, os doentes foram aleatorizados em dois grupos (ativo e placebo) para o tratamento com EMTr sobre o córtex motor primário na área de representação da face, esquematizado da seguinte forma: cinco sessões consecutivas para a fase de indução, e uma sessão semanal (pelo período de oito semanas) para a de manutenção; frequência excitatória de 10Hz; 80% do limiar motor de repouso; e 3000 pulsos no total por sessão. Os doentes foram avaliados quanto às características dolorosas no momento basal, no dia sete após a semana de indução, e nos dias 21, 30 e 60 para acompanhamento na fase de manutenção. Em todas as avaliações, utilizou-se os seguintes questionários validados para a língua portuguesa: InventárioBreve de Dor; DN4, Inventário de Sintomas de Dor Neuropática, Questionário de descritores breve de dor McGill e Questionário de qualidade de vida SF-36. Os doentes do grupo ativo e placebo apresentaram excitabilidade cortical inicial diferenciada em relação aos controles nos padrões de inibição e facilitação intracortical (p < 0,001). Ao final da última avaliação, os doentes do grupo ativo apresentavam padrões de excitabilidade cortical mais próximos dos controles do que os doentes do grupo placebo, embora sem significância estatística. Não houve diferença entre os grupos ativo e placebo em todas as avaliações quanto às características de dor e de qualidade de vida, sendo que ambos apresentaram melhora da dor. Conclui-se que há diferenças neurofisiológicas entre os doentes com DFA e os controles, e que isso pode ser modificado através do EMTr. A ausência de efeito terapêutico da EMTr neste estudo indica que mais estudos utilizando-se outros parâmetros para a verificação da eficácia da EMTr na DFA são necessários
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.10.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2666203-10W4.DB8 SP.USP FM-2 G155av 2014
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GALHARDONI, Ricardo; ANDRADE, Daniel Ciampi Araujo de; SIQUEIRA, Silvia Regina Dowgan Tesseroli de. Avaliação e tratamento de pacientes com dor facial atípica através da estimulação magnética transcraniana repetitiva. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-12012015-130033/ >.
    • APA

      Galhardoni, R., Andrade, D. C. A. de, & Siqueira, S. R. D. T. de. (2014). Avaliação e tratamento de pacientes com dor facial atípica através da estimulação magnética transcraniana repetitiva. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-12012015-130033/
    • NLM

      Galhardoni R, Andrade DCA de, Siqueira SRDT de. Avaliação e tratamento de pacientes com dor facial atípica através da estimulação magnética transcraniana repetitiva [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-12012015-130033/
    • Vancouver

      Galhardoni R, Andrade DCA de, Siqueira SRDT de. Avaliação e tratamento de pacientes com dor facial atípica através da estimulação magnética transcraniana repetitiva [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-12012015-130033/