Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Anosmia: recuperação da função olfatória por terapia celular (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CARVALHO, RAFAEL CARDOSO - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Subjects: ABLAÇÃO ANIMAL; BULBECTOMIA ANIMAL; CÉLULAS-TRONCO; OLFATO (ANORMALIDADES;TRATAMENTO); TERAPIA TISSULAR
  • Keywords: Anosmia; Anosmia; Bulbectomia; Bulbectomy; Cell therapy; Gliose Reativa; Gliosis; Terapia Celular
  • Language: Português
  • Abstract: O sistema olfatório desempenha um papel relevante na exploração do ambiente e no reconhecimento social e sexual de mamíferos. Por meio deste sistema os animais podem reconhecer, detectar e discriminar uma grande quantidade de odorantes de estruturas químicas variadas, sinais químicos no ambiente essenciais para a sobrevivência e os ferormônios, que desencadeiam comportamentos sociais e reprodutivos. Algumas doenças e certos tipos de injúrias fisiológicas podem provocar a morte destas células, o que pode levar a perda da sensibilidade olfatória, embora já se saiba que este epitélio apresenta grupos de neurônios capazes de regeneração. A partir deste contexto, a terapia celular acaba sendo uma alternativa para o tratamento de patologias as quais acometem o sistema olfatório, como por exemplo, a anosmia que pode causar problemas graves, desde acidentes com gás ou comida estragada até depressão e distúrbios alimentares, causadas pela perda do paladar. Objetivou-se com este trabalho avaliar a recuperação da função olfatória de ratos anósmicos, bulbectomizados e submetidos a terapia celular com células-tronco provenientes do epitélio olfatório de ratos wistar. Para tanto foram utilizados 21 ratos machos Wistar de sessenta dias de idade, onde três foram utilizados para obtenção das células tronco do epitélio olfatório, dois para o controle cirúrgico, e restante foram divididos em 4 grupos: GI, GII, GIII e GIV os quais foram transplantados após 3, 7, 14 e 21 dias após abulbectomia, respectivamente. A técnica cirúrgica foi realizada com incisão de pele, tecido subcutâneo e periósteo, seguida de abertura em janela de formato ovalado e remoção dos bulbos olfatórios mediante aspiração. Para a comprovação da anosmia após a cirurgia, os ratos foram submetidos ao teste comportamental do "odor de gato", e os do grupo controle após o período experimental foram sacrificados e a área encefálica da lesão causada pela cirurgia foi coletada onde foram realizadas análises histopatológicas. Os animais do GI, GII, GIII e GIV após 3, 7, 14 e 21 dias após bulbectomia foram anestesiados e receberam células tronco (1x106) do EOR no mesmo local da realização da bulbectomia, e posteriormente foram submetidos ao teste comportamental do "odor de gato". Transcorrido o período experimental, foram eutanasiados e os fragmentos de encéfalo foram coletados para análise histopatológica e imunohistoquímica. Os resultados evidenciam que realização da intervenção cirúrgica demonstrou remoção parcial do BO, com destruição da conexão nervosa entre os bulbos olfatórios e o epitélio olfatório. Ainda, a partir do teste comportamental do "odor de gato", e pela análise histopatológica das lesões causadas pela cirurgia, que evidenciou extensa área de necrose, com presença de hemossiderina e astrogliose reativa, constatou-se que a técnica empregada para promoção da bulbectomia foi eficaz para promoção da anosmia. A partir da análise comportamental, dos animais submetidos aterapia celular, os animais do GII e GIII apresentaram modificações no comportamento olfativo, com comportamento olfativo positivo ao "odor do gato", aversão comportamento defensivo, enquanto 100% dos animais do GI e GIV não apresentaram nenhuma modificação no comportamento olfativo. As análises por imunohistoquímica evidenciaram marcação positiva para o GFP, o que indica a presença das células tronco transduzidas com eGFP nos locais das lesões e ainda a expressão positiva do GFAP que evidencia a presença de astrogliose reativa com presença de cicatriz glial nos locais das lesões
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.09.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300048732T.3001 FMVZ
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARVALHO, Rafael Cardoso; MIGLINO, Maria Angélica. Anosmia: recuperação da função olfatória por terapia celular. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-07012015-094024/ >.
    • APA

      Carvalho, R. C., & Miglino, M. A. (2014). Anosmia: recuperação da função olfatória por terapia celular. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-07012015-094024/
    • NLM

      Carvalho RC, Miglino MA. Anosmia: recuperação da função olfatória por terapia celular [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-07012015-094024/
    • Vancouver

      Carvalho RC, Miglino MA. Anosmia: recuperação da função olfatória por terapia celular [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-07012015-094024/