Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da deglutição em pacientes com manifestações extra-esofágicas compatíveis com retábulo laringofaríngeo (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MODA, ISABELA - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: ROO
  • Subjects: HIPOFARINGE; LARINGE; DEGLUTIÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: O refluxo laringofaríngeo (RLF) é uma variação clínica do refluxo gastroesofágico (RGE), e alcança regiões acima do esófago, podendo comprometer laringe, faringe, selos paranasais e ouvido médio. O RLF é causador de várias manifestações extra-esofágicas, dentre elas, a disfagia, que apesar de ainda ser um assunto pouco abordado na literatura, é um sintoma presente em indivíduos com estas manifestações. O objetivo deste estudo foi comparar o padrão de deglutição nas fases oral e Laríngea entre pacientes portadores de manifestações extra-esofágicas compatíveis com RLF e indivíduos normais e, dentro do grupo de pacientes que apresentavam manifestações extra-esofágicas, comparar a deglutição, também nas fases oral e Laríngea, entre pacientes que apresentaram exame de pHmetria esofágica alterado e pacientes que apresentaram exame de pHmetria esofágica normal. Participaram do estudo 21 pacientes (14 do género feminino e sete do género masculino), com idades entre 35 e 62 anos (média: 50 anos), que apresentaram manifestações extra-esofágicas compatíveis com RLF no exame videolaringoscópico; estes formaram o grupo pesquisa (GP). Também participaram 21 indivíduos saudáveis e assintomáticos, com a mesma distribuição de género e idades entre 35 a 65 anos (média: 50 anos), para formação do Grupo Controle (GC). Ambos os grupos passaram pelas avaliações clínica (constou de anamnese, avaliação miofuncional orofacial e avaliação funcional) e videofluoroscópica da deglutição, sendo que o GP, antes da realização das avaliações da deglutição, foi submetido à pHmetria esofágica de 24 horas de dois canais. Tanto na avaliação clínica quanto na videofluoroscópica, foram estudadas as deglutições nas consistências líquida, pastosa e sólida, sendo que na videofluoroscópica, as mesmas consistências foram acrescidas de sulfato de bário. Foram medidas asdurações dos tempos de preparo oral, transito oral, Laríngeo, do esfíncter esofágico superior e orofaríngeo, deputação Laríngea, e do movimento do hióide. Também foi medido o intervalo entre o tempo do início do movimento do hióide e início da fase Laríngea. Para análise estatística dos parâmetros qualitativos foi realizado o teste exato de Fischer, e para os parâmetros quantitativos foi utilizado o modelo de regressão linear com efeitos mistos. Na comparação entre os grupos, na análise qualitativa, foi observado que o GP apresentou maior ocorrência de escape prematuro posterior para as consistências líquida (P= 0,006) e pastosa (P= 0,0001), sendo que na consistência sólida não houve diferença em nenhuma variável. Na comparação entre os tempos da deglutição, para a consistência pastosa foi observado aumento do tempo de preparo oral (TDPO) (P= 0,002) no GP. Na consistência sólida, o GP apresentou menor tempo de transito oral (TTO) (P=0,012). Não houve diferença estatisticamente significativa em nenhuma variável de tempo na consistência líquida. Também não foi observada diferença estatisticamente significativa nos tempos da deglutição entre os pacientes que apresentaram exame de pHmetria esofágica alterado e pacientes que apresentaram exame de pHmetria esofágica normal. Não houve influência de género e idade. Os resultados deste estudo permitiram concluir que pacientes com manifestações extra-esofágicas compatíveis com refluxo laringofaríngeo apresentam maior tempo de duração de alguns eventos da deglutição, comparado a pessoas saudáveis, o que podemos relacionar à maior sensibilidade que esse pacientes apresentam nas áreas laríngea e Laríngea devido ao contato com o ácido gástrico refluído
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.08.2014

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200066536Moda, Isabela
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MODA, Isabela; DANTAS, Roberto Oliveria. Avaliação da deglutição em pacientes com manifestações extra-esofágicas compatíveis com retábulo laringofaríngeo. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Moda, I., & Dantas, R. O. (2014). Avaliação da deglutição em pacientes com manifestações extra-esofágicas compatíveis com retábulo laringofaríngeo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Moda I, Dantas RO. Avaliação da deglutição em pacientes com manifestações extra-esofágicas compatíveis com retábulo laringofaríngeo. 2014 ;
    • Vancouver

      Moda I, Dantas RO. Avaliação da deglutição em pacientes com manifestações extra-esofágicas compatíveis com retábulo laringofaríngeo. 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: