Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Resultados do transplante multivisceral na trombose porto-mesentérica difusa (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VIANNA, RODRIGO MARTINEZ DE MELLO - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MGT
  • Subjects: PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS DO SISTEMA DIGESTÓRIO; TRANSPLANTES; TROMBOSE; INTESTINOS (TRANSPLANTE)
  • Keywords: Digestive system surgical procedures; Intestines/transplant; Intestinos/transplante; Liver transplantation; Organ transplantation; Procedimentos cirúrgicos do sistema digestório; Thrombosis; Transplante de fígado; Transplante multivisceral; Transplantes; Transplants; Trombose
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: Avaliar o prognóstico clínico do transplante multivisceral (TMV) na vigência de trombose difusa do sistema porto-mesentérico. Introdução. O transplante hepático (TH) na vigência de cirrose e trombose difusa do sistema porto-mesentérico é controverso e muitas vezes contraindicado em muitos centros de transplante hepático. O transplante hepático utilizando técnicas alternativas como a hemitransposição portocava falha na eliminação de complicações provenientes da hipertensão portal. O TMV substitui o fígado e todo o sistema venoso porto-mesentérico. Métodos: Uma base de dados de pacientes submetidos a transplante intestinal foi mantida com análise prospectiva de resultados. O diagnóstico de trombose difusa do sistema porto-mesentérico foi estabelecido através de tomografia abdominal em fases arterial e venosa, ou por ressonância magnética com reconstrução venosa. Resultados: Vinte e cinco pacientes com trombose de porta, estádio IV, foram submetidos ao TMV. Onze pacientes receberam transplante renal concomitante. Rejeição aguda confirmada por biópsia foi notada em cinco pacientes, que foram tratados com sucesso. Com um seguimento médio de 2,8 anos, a sobrevida de enxertos e pacientes foi de 80%, 72% e 72%, respectivamente. Até a presente data, todos os sobreviventes estão com boa função de enxerto e sem nenhum sintoma ou evidência de hipertensão portal. Conclusão: O TMV deve ser considerado como opção para o tratamento de pacientes com trombose portomesentéricadifusa. O transplante multivisceral é o único procedimento que reverte completamente a hipertensão portal e a doença de base com uma sobrevida superior ao TH com reconstruções vasculares alternativas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.12.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2677324-10W4.DB8 SP.USP FM-2 V672re 2014
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VIANNA, Rodrigo Martinez deMello; ALBUQUERQUE, Luiz Augusto Carneiro D. Resultados do transplante multivisceral na trombose porto-mesentérica difusa. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-26022015-150342/ >.
    • APA

      Vianna, R. M. deM., & Albuquerque, L. A. C. D. (2014). Resultados do transplante multivisceral na trombose porto-mesentérica difusa. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-26022015-150342/
    • NLM

      Vianna RM deM, Albuquerque LACD. Resultados do transplante multivisceral na trombose porto-mesentérica difusa [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-26022015-150342/
    • Vancouver

      Vianna RM deM, Albuquerque LACD. Resultados do transplante multivisceral na trombose porto-mesentérica difusa [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-26022015-150342/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: