Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Correlação entre tempo de assistência de enfermagem e indicadores de qualidade assistencial em UTI pediátrica e neonatal (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VIEIRA, FABIANA PEREIRA DAS CHAGAS - EE
  • USP Schools: EE
  • Subjects: ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS (ENFERMAGEM); INDICADORES DE QUALIDADE; ASSISTÊNCIA À SAÚDE; ENFERMAGEM
  • Keywords: Nursing; Nursing Administration of Human Resources; Quality indicators in health care
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A associação entre tempo médio de assistência de enfermagem dispensado aos pacientes e indicadores de qualidade assistencial tem sido considerada uma importante ferramenta gerencial, possibilitando demonstrar a relevância da adequação quantitativa e qualitativa de profissionais para a promoção de cuidados de excelência aos usuários dos serviços de saúde. Objetivo: Analisar a correlação entre tempo médio de assistência de enfermagem e indicadores de qualidade assistencial em unidade de terapia intensiva pediátrica e neonatal. Método: Pesquisa de abordagem quantitativa, documental, correlacional, realizada na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica e Neonatal (UTIPN) do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (HU-USP), compreendendo o período de 01 de janeiro de 2008 a 31 de julho de 2013. Os dados foram coletados dos instrumentos gerenciais utilizados pela chefia de enfermagem da Unidade. A análise correlacional foi realizada mediante a utilização do coeficiente de correlação de Spearman para as variáveis que não seguiam distribuição normal e do coeficiente de correlação de Pearson, para as variáveis com distribuição normal. Resultados: O tempo médio de assistência de enfermagem dispensado aos pacientes, no período analisado, correspondeu a 15,23 horas, das quais 32% foram disponibilizadas por enfermeiras e 68% por técnicos-auxiliares de enfermagem. A análise correlacional entre o tempo de assistência de enfermagem e o indicador saída não planejada de sonda oro/nasogastroenteral (SOG) evidenciou coeficiente de correlação de Spearman de (r = 0,433 - 0,485), com valor de p 0,001, indicando que a disponibilidade de tempo influencia as notificações ou subnotificações desses eventos.Os resultados encontrados permitiram verificar que o tempo médio de cuidado dispensado aos pacientes da UTIPN corresponde ao preconizado pelo COFEN, porém o percentual de enfermeiras disponível para assistir o paciente crítico é menor que o indicado por esse Órgão. Conclusão: Os resultados desta pesquisa não evidenciaram alteração nos índices dos indicadores de qualidade em função do tempo médio de cuidado dispensado aos pacientes internados na UTIPN, mas sugerem que os valores encontrados podem estar relacionados ao tempo de experiência profissional e à capacitação da equipe de enfermagem, bem como à implementação de ações educativas que buscam a melhoria contínua dos processos assistenciais. Desse modo, é necessária a realização de novas investigações que contemplem outros cenários e variáveis, além dos indicadores assistenciais e do tempo de assistência de enfermagem, subsidiando o processo de tomada de decisão referente ao quantitativo e qualitativo de profissionais de enfermagem, visando melhorar a qualidade e a segurança dos pacientes pediátricos.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.08.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200027917T4435(original)
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VIEIRA, Fabiana Pereira das Chagas; FUGULIN, Fernanda Maria Togeiro. Correlação entre tempo de assistência de enfermagem e indicadores de qualidade assistencial em UTI pediátrica e neonatal. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7140/tde-10122014-181813/ >.
    • APA

      Vieira, F. P. das C., & Fugulin, F. M. T. (2014). Correlação entre tempo de assistência de enfermagem e indicadores de qualidade assistencial em UTI pediátrica e neonatal. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7140/tde-10122014-181813/
    • NLM

      Vieira FP das C, Fugulin FMT. Correlação entre tempo de assistência de enfermagem e indicadores de qualidade assistencial em UTI pediátrica e neonatal [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7140/tde-10122014-181813/
    • Vancouver

      Vieira FP das C, Fugulin FMT. Correlação entre tempo de assistência de enfermagem e indicadores de qualidade assistencial em UTI pediátrica e neonatal [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7140/tde-10122014-181813/