Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Autocuidado e gestão de si: hábitos saudáveis na mídia impressa semanal (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MORAES, MARIA REGINA CARIELLO - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Subjects: MODO DE VIDA; CONDIÇÕES DE SAÚDE; ATITUDE FRENTE À SAÚDE; SOCIOLOGIA
  • Keywords: Gestão de si; Self care; Sociologia da saúde; Sociology of health
  • Language: Português
  • Abstract: Nas últimas décadas, assistimos ao aumento da preocupação com a saúde e à consolidação da concepção de que ser saudável depende tão somente da sistematização dos hábitos cotidianos e de comportamentos considerados corretos para manter a longevidade. A adoção de um estilo de vida saudável padronizado por critérios científicos vem se tornando, aparentemente, uma obrigação que independe da escolha voluntária, tamanha é a pressão social que demanda do indivíduo autocuidado. A propalada concepção de saúde enquanto amplo bem-estar inclui a adoção de hábitos preventivos que mantenham a saúde física e mental pelo máximo número de anos, de preferência conservando a beleza, o bom humor e a disposição produtiva da juventude. Ao mesmo tempo evidencia-se uma nova moralidade pautada nos riscos de saúde, na qual a responsabilidade sobre o próprio adoecimento condena os não saudáveis à condição de irresponsáveis e desviantes. O objetivo desta tese é problematizar a retórica acerca da vida saudável, a partir do noticiário semanal veiculado em revistas brasileiras de variedades, procurando identificar o que poderia ter contribuído para a sobrevalorização da saúde como norteadora dos comportamentos. Do ponto de vista da discussão efetuada, o atual ideário de saúde e bemestar é resultado de um processo abrangente, de âmbito mundial, que envolve tanto aspectos macroeconômicos como modificações nos valores culturais que confluíram para a legitimação da responsabilidade individual por todas ascondições de existência, inclusive por aquelas advindas das circunstâncias sociais. O autocuidado em matéria de saúde seria parte de uma conduta racional de gestão de si, como se o indivíduo fosse uma empresa, legitimada como ideal de bem-viver, que pressupõe a autodisciplina corporal e emocional para maximização da vitalidade ou do capital humano. O indivíduo passa a ser, ele próprio, objeto de trabalho para alcançar uma vida melhor e mais longa, que, de acordo com o noticiário, estaria apenas nas mãos de cada um
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.08.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH2678901-20T 12862N
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORAES, Maria Regina Cariello; AUGUSTO, Maria Helena Oliva. Autocuidado e gestão de si: hábitos saudáveis na mídia impressa semanal. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-23012015-182017/ >.
    • APA

      Moraes, M. R. C., & Augusto, M. H. O. (2014). Autocuidado e gestão de si: hábitos saudáveis na mídia impressa semanal. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-23012015-182017/
    • NLM

      Moraes MRC, Augusto MHO. Autocuidado e gestão de si: hábitos saudáveis na mídia impressa semanal [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-23012015-182017/
    • Vancouver

      Moraes MRC, Augusto MHO. Autocuidado e gestão de si: hábitos saudáveis na mídia impressa semanal [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-23012015-182017/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: