Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Desenvolvimento embrionário e do arilo em maracujá azedo (Passiflora edulis f. flavicarpa) e maracujá doce (Passiflora alata L.) (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVEIRA, SYLVIA RODRIGUES DA - CENA
  • USP Schools: CENA
  • Subjects: ANATOMIA VEGETAL; EMBRIOGÊNESE; MICROSCOPIA; MORFOLOGIA VEGETAL; ONTOGENIA; PASSIFLORACEAE; SEMENTES
  • Keywords: Embriogênese zigótica; Morfoanatomia
  • Language: Português
  • Abstract: O gênero Passiflora é o maior gênero da família Passifloraceae, que compreende mais de 500 espécies, a maioria originária de regiões neotropicais, sendo centenas distribuídas pela América Latina. Algumas dessas espécies apresentam importância econômica na produção de fruta in natura, suco concentrado, uso ornamental e medicinal com propriedades sedativas. Estudos do desenvolvimento reprodutivo e do fruto de espécies de Passiflora são fundamentais para melhor compreensão de aspectos do desenvolvimento que possam contribuir para a produção agronômica e compreensão da evolução de estruturas florais presentes em espécies desta família. A importância das sementes para a sua propagação, para estudos taxonômicos e a presença do arilo, estrutura de interesse fundamental para a comercialização de frutos e produção de suco em espécies desse gênero, estimulou a elaboração de um estudo comparativo entre duas espécies de interesse comercial, P. edulis e P alata, associando o estudo de características morfoanatômicas e moleculares. O presente projeto teve como objetivo caracterizar o desenvolvimento do embrião zigótico e arilo de Passiflora edulis Sims e Passiflora alata Curtis. Flores foram manualmente polinizadas e amostras coletadas periodicamente após a polinização, visando à obtenção de sementes em diferentes fases do desenvolvimento embrionário e do arilo. Primórdios do arilo são observados em pré-antese, quando o saco embrionário é organizado. Células epidérmicas na base dofunículo sofrem divisões periclinais formando uma borda em torno da rafe. O desenvolvimento do primórdio do arilo é interrompido, observando-se a reativação de divisões celulares e o arilo recomeça o desenvolvimento em uma estrutura multicelular ao redor da semente em desenvolvimento. Aos 14 dias após a polinização o arilo já cobre dois terços da semente, crescendo rapidamente até a semente ser recoberta totalmente, desde o funículo, até o polo calazal. O endosperma é nuclear e seu desenvolvimento se inicia logo após a fertilização, através de divisões sucessivas, formando um sincício ao redor do proembrião, simultaneamente à diminuição tamanho do nucelo. A celularização do endosperma, com a deposição de paredes celulares é observada aproximadamente 20 dias após a polinização. A embriogênese se inicia com a primeira divisão do zigoto, observada aos 7 dias após a polinização. Essa primeira divisão é transversal dividindo o zigoto em duas células, assimetricamente. A célula apical sofre sucessivas divisões que levam a estádios subsequentes de desenvolvimento do embrião, tais como, 4-8 células, globular, coração e torpedo. Aproximadamente 30 dias após a polinização o embrião atinge o estádio cotiledonar e a partir de então apenas aumenta em tamanho consumindo o endosperma e ocupando seu espaço na semente. Essas observações permitiram que fossem definidos dois estádios específicos do desenvolvimento do arilo para futura captura por microdissecção a laser. A caracterizaçãoanatômica do desenvolvimento do embrião e do arilo em ambas as espécies subsidia o estabelecimento de estádios específicos do desenvolvimento que podem servir como alvos para estudos moleculares nessas espécies de Passiflora
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.09.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CENA12800012006e.2 referência 12293
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVEIRA, Sylvia Rodrigues da; MARTINELLI, Adriana Pinheiro. Desenvolvimento embrionário e do arilo em maracujá azedo (Passiflora edulis f. flavicarpa) e maracujá doce (Passiflora alata L.). 2014.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-30032015-145433/ >.
    • APA

      Silveira, S. R. da, & Martinelli, A. P. (2014). Desenvolvimento embrionário e do arilo em maracujá azedo (Passiflora edulis f. flavicarpa) e maracujá doce (Passiflora alata L.). Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-30032015-145433/
    • NLM

      Silveira SR da, Martinelli AP. Desenvolvimento embrionário e do arilo em maracujá azedo (Passiflora edulis f. flavicarpa) e maracujá doce (Passiflora alata L.) [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-30032015-145433/
    • Vancouver

      Silveira SR da, Martinelli AP. Desenvolvimento embrionário e do arilo em maracujá azedo (Passiflora edulis f. flavicarpa) e maracujá doce (Passiflora alata L.) [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-30032015-145433/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: