Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Osteologia e filogenia de dois Crocodyliformes fósseis: Aplestosuchus sordidus do Cretáceo do Brasil e Eocaiman cavernensis do Eoceno da Argentina (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GODOY, PEDRO LORENA - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: CROCODYLIDAE; FILOGENIA; FÓSSEIS
  • Keywords: Aplestosuchus sordidus; Baurusuchidae; Caimaninae; Crocodyliformes; Eocaiman cavernensis
  • Language: Português
  • Abstract: Com 23-24 espécies viventes, a diversidade atual de crocodilianos é irrisória quando comparada ao registro fóssil do grupo, principalmente se considerados todos os representantes de Crocodyliformes. À luz desta grande diversidade, este trabalho visou contribuir para o melhor entendimento da complexa história evolutiva dos crocodiliformes. Deste modo, são apresentados aqui, em duas partes distintas, os resultados obtidos durante o mestrado, que focou no estudo de dois Crocodyliformes fósseis. Na primeira parte, é descrita uma nova espécie de Baurusuchidae (Mesoeucrocodylia), baseada em um esqueleto completo coletado em General Salgado-SP (Formação Adamantina, Cretáceo Superior). Nomeado Aplestosuchus sordidus, o novo táxon foi incluído em uma análise filogenética no contexto dos Baurusuchidae, sendo posicionado em Baurusuchinae, como grupo-irmão com Baurusuchus albertoi. Além disso, na cavidade abdominal deste espécime, restos de outro individuo, associado a Sphagesauridae, foram preservados, revelando o primeiro registro inequívoco de conteúdos abdominais para Crocodyliformes fósseis. Assim, também é discutida a estrutura trafica do ambiente daquela época, amplamente dominada por crocodiliformes. Já a segunda parte envolveu a redescrição anatômica de Eocaiman cavernensis (Crocodylia, Caimaninae) do Eoceno Médio da Argentina. Esta importante espécie é presença constante em estudos filogenéticos sobre Caimaninae, sendo que a reavaliação de sua osteologia visou gerar novas informações anatómicas. Tais dados foram incorporados numa análise filogenética, no intuito de testar sua influência sobre a filogenia dos Caimaninae e demais Crocodylia. Adicionalmente, também foram desenvolvidas discussões acerca da paleobiogeografia e paleoecologia do género Eocaiman no contexto dos Caimaninae
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.09.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCLRP20800049028Godoy, Pedro Lorena
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GODOY, Pedro Lorena; LANGER, Max Cardoso. Osteologia e filogenia de dois Crocodyliformes fósseis: Aplestosuchus sordidus do Cretáceo do Brasil e Eocaiman cavernensis do Eoceno da Argentina. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59139/tde-23122014-105735/ >.
    • APA

      Godoy, P. L., & Langer, M. C. (2014). Osteologia e filogenia de dois Crocodyliformes fósseis: Aplestosuchus sordidus do Cretáceo do Brasil e Eocaiman cavernensis do Eoceno da Argentina. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59139/tde-23122014-105735/
    • NLM

      Godoy PL, Langer MC. Osteologia e filogenia de dois Crocodyliformes fósseis: Aplestosuchus sordidus do Cretáceo do Brasil e Eocaiman cavernensis do Eoceno da Argentina [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59139/tde-23122014-105735/
    • Vancouver

      Godoy PL, Langer MC. Osteologia e filogenia de dois Crocodyliformes fósseis: Aplestosuchus sordidus do Cretáceo do Brasil e Eocaiman cavernensis do Eoceno da Argentina [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59139/tde-23122014-105735/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: