Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Reação de hospedeiro de espécies de eucalipto a Pratylenchus brachyurus e Meloidogyne incognita (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOUZA, VICTOR HUGO MOURA DE - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Subjects: EUCALIPTO; NEMATOIDES PARASITOS DE PLANTAS; MELOIDOGINOSE
  • Keywords: Resistência a fitonematoides
  • Language: Português
  • Abstract: O gênero Eucalyptus possui diversas espécies que apresentam grande valor comercial, sendo utilizado principalmente para produção de energia (carvão e lenha) e celulose-papel. Na literatura, entretanto, existem poucas informações acerca de nematoses nessa cultura. Além dessa carência e de sua importância econômica, o eucalipto é comumente cultivado em locais de alta incidência de Pratylenchus brachyurus e Meloidogyne incognita, além de ser consorciado com diversas outras culturas intolerantes, como por exemplo a soja. Dessa forma há uma necessidade de conhecer a reação das espécies de eucalipto a estes nematoides. Dito isso, o presente trabalho teve por objetivo testar a reação de algumas espécies de eucalipto a P. brachyurus e M.incognita. Foram realizados 6 experimentos, 5 envolvendo o nematoide das lesões e 1 com o nematoide de galhas. Os tratamentos foram inoculados com uma população inicial de nematoides e, após 90 dias, estimava-se o fator de reprodução (FR) e nematoides por grama de raiz (Nem/g). Adotou-se o critério baseado em Oostenbrink (1966), onde a espécie foi considerada suscetível quando apresenta FR >= 1 e resistente quando FR < 1. Dos eucaliptos testados, 6 apresentaram reação suscetível e 4 reação resistente para P. brachyurus. As espécies com maiores FR estão entre as mais utilizadas no Brasil, exceto E. saligna. Ressalta-se que estas não necessariamente são resistentes, necessitando apenas de um período maior para o estabelecimento do patógeno. Observou-seindícios de que E. saligna e E. camaldulensis sejam intolerantes a P.brachyurus. Para M. incognita raça 3 todas as espécies testadas foram resistentes. Aconselha-se a realização de experimentos com períodos superiores a 100 dias para uma correta classificação da reação de hospedeiro. O eucalipto é uma opção para aproveitamento de áreas infestadas com M. incognita raça 3, porém seu uso mostra-se um risco em áreas infestadas com P. brachyurus
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.01.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC12700011083t634.9734 S729r e.2 108385
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Victor Hugo Moura de; INOMOTO, Mario Massayuki. Reação de hospedeiro de espécies de eucalipto a Pratylenchus brachyurus e Meloidogyne incognita. 2015.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-07042015-104640/ >.
    • APA

      Souza, V. H. M. de, & Inomoto, M. M. (2015). Reação de hospedeiro de espécies de eucalipto a Pratylenchus brachyurus e Meloidogyne incognita. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-07042015-104640/
    • NLM

      Souza VHM de, Inomoto MM. Reação de hospedeiro de espécies de eucalipto a Pratylenchus brachyurus e Meloidogyne incognita [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-07042015-104640/
    • Vancouver

      Souza VHM de, Inomoto MM. Reação de hospedeiro de espécies de eucalipto a Pratylenchus brachyurus e Meloidogyne incognita [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-07042015-104640/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: