Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Influência da profundidade do solo e do manejo de Eucalyptus grandis e Acacia mangium na estrutura das comunidades microbianas do solo (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PEREIRA, ARTHUR PRUDÊNCIO DE ARAUJO - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Subjects: MICROBIOLOGIA DO SOLO; ECOLOGIA MICROBIANA; CONSORCIAÇÃO DE CULTURAS; ACÁCIA; EUCALIPTO
  • Language: Português
  • Abstract: Pesquisas atuais demonstram respostas positivas em plantios de Eucalipto consorciados com Acacia mangium. O objetivo principal desse trabalho foi avaliar a influência dos sistemas puros e mistos de Eucalyptus grandis e A. mangium na estrutura das comunidades de bactérias e fungos do solo. Avaliou-se a estrutura dessas comunidades num gradiente de profundidade do solo. Foram abertas trincheiras profundas em plantios puros de Acácia (100A), Eucalipto (100E) e em sistemas mistos entre as duas espécies (A+E). No plantio misto fizeram-se coletas de solo e raízes na base da Acácia A(A+E) e na base do Eucalipto E(E+A). Cerca de 10 camadas do solo foram avaliadas ao longo do perfil das trincheiras, sendo coletados pontos de 0 a 800 cm, com 4 repetições cada. As comunidades microbianas foram monitoradas por PCR-DGGE, onde foi observado um forte efeito da profundidade do solo nas comunidades microbianas. Agrupamentos específicos foram formados em cada profundidade amostrada. Plantios puros de Eucalipto selecionaram grupos de bactérias diferentes dos que foram encontrados em 100A, A(A+E) e E(E+A). A comunidade de fungos totais não sofreu diferenciação de grupos nos plantios estudados, ao passo que os perfis de fungos micorrízicos arbusculares (FMA) do solo no tratamento A(A+E), foram significativamente diferentes dos grupos encontrados nos demais tratamentos. Numa análise de correlação, realizada por RDA, ficou indicado que a comunidade de FMA do tratamento A(A+E) correlacionou-sepositivamente com os valores de P no solo. Outra variável quantificada foi a abundância de bactérias e fungos, indicadas pelo número de cópias do gene ribossomal 16S DNAr e ITS, respectivamente. Quando comparadas as camadas superficiais do solo (0-20 cm), não foi possível encontrar diferenças na abundância de cópias dos genes 16S e ITS em todos os tratamentos. Ocorreu uma queda exponencial no número de cópias desses genes com o aumento da profundidade do solo. Porém, o tratamento 100E apresentou maior número de cópias em profundidade (de 300-800 cm) dos genes 16S e ITS do que qualquer outro tratamento. Em relação a presença específica de FMA, houve baixa colonização e baixa abundância de esporos de FMA em todos os tratamentos, sendo o tratamento 100E mais colonizado que os demais. Ao todo foram encontradas 16 espécies de FMA, sendo a maior parte pertencente ao gênero Acaulospora. Ao contrário dos FMA, os plantios apresentaram colonização radicular pronunciada por ECM. Conclui-se que nestes sistemas florestais uma espécie de planta parece ser mais importante que a outra na estruturação da comunidade microbiana e que alguns fatores do solo podem ser preponderantes nessa separação. O conhecimento dessas comunidades é de suma importância em plantios florestais, principalmente por estarem envolvidos diretamente nos ciclos biogeoquímicos e, sobretudo, por se tratar de uma forma de plantio florestal nova, promissora e que aborda parâmetros de sustentabilidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.01.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC12700011554PEREIRA, A. P. de A.
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREIRA, Arthur Prudêncio de Araujo; CARDOSO, Elke Jurandy Bran Nogueira. Influência da profundidade do solo e do manejo de Eucalyptus grandis e Acacia mangium na estrutura das comunidades microbianas do solo. 2015.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-09042015-112037/ >.
    • APA

      Pereira, A. P. de A., & Cardoso, E. J. B. N. (2015). Influência da profundidade do solo e do manejo de Eucalyptus grandis e Acacia mangium na estrutura das comunidades microbianas do solo. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-09042015-112037/
    • NLM

      Pereira AP de A, Cardoso EJBN. Influência da profundidade do solo e do manejo de Eucalyptus grandis e Acacia mangium na estrutura das comunidades microbianas do solo [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-09042015-112037/
    • Vancouver

      Pereira AP de A, Cardoso EJBN. Influência da profundidade do solo e do manejo de Eucalyptus grandis e Acacia mangium na estrutura das comunidades microbianas do solo [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-09042015-112037/