Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Fatores associados à cesariana segundo fonte de financiamento na Região Sudeste: estudo transversal a partir dos dados de pesquisa 'Nascer no Brasil' Inquérito Nacional sobre Parto e Nascimento (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ALONSO, BRUNA DIAS - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Subjects: CESÁREA; SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (COMPARAÇÃO); SAÚDE SUPLEMENTAR (COMPARAÇÃO); FINANCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA À SAÚDE; SAÚDE DA MULHER; CONDIÇÕES DE SAÚDE; FATORES PSICOSSOCIAIS; FATORES SOCIOECONÔMICOS; FATORES DE RISCO; SAÚDE PÚBLICA; ESTUDOS TRANSVERSAIS
  • Keywords: Caesarean Section; Cesariana; Cross-sectional Study; Estudo Transversal; Fonte de Financiamento; Payment Source; Public Health; Women´s Health
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Sabe-se que a cesariana sem indicação clínica está associada a desfechos adversos para a saúde da mulher e de seus filhos a curto e longo prazos. A variação da proporção de cesáreas entre serviços e países não pode ser explicada somente por características inerentes à mulher. Fatores como a fonte de financiamento da assistência também têm forte influência sobre a via de nascimento. Objetivo: Descrever e comparar os fatores socioeconômicos, demográficos, clínicos e obstétricos associados à cesariana entre mulheres assistidas no Sistema Único de Saúde (SUS) e no setor de saúde suplementar (SSS). Método: Estudo transversal, a partir dos dados do inquérito Nascer no Brasil, referentes à Região Sudeste. A amostra foi composta por puérperas que tiveram recém-nascidos vivos, natimortos (peso 500 gramas e/ou idade gestacional 22 semanas) e parto normal ou cesariana, em hospitais com 500 partos em 2007. A associação entre a cesariana e as variáveis estudadas foi verificada por meio de regressão logística binária univariada e múltipla. Calcularam-se odds ratios (OR) brutas e ajustadas e intervalos de confiança (IC) de 95 por cento . Resultados: A amostra foi composta por 9.828 mulheres. A taxa de cesariana foi de 52,9 por cento , com proporção maior no SSS (84,0 por cento ). Ser adolescente (SUS: OR=0,68; IC 95 por cento 0,57-0,81/SSS: OR=0,48; IC 95 por cento 0,27-0,84) e ter o nascimento assistido em hospitais de alguma das capitais (SUS: OR=0,39; IC 95 por cento0,34-0,45/SSS: OR=0,48; IC 95 por cento 0,36-0,65) ofereceram chances menores para cesárea nos dois financiamentos. Exercer trabalho remunerado (SUS: OR=1,32; IC 95 por cento 1,16-1,51/SSS: OR=2,94; IC 95 por cento 2,14-4,03), ter cesariana anterior (SUS: OR=22,06 IC 95 por cento 18,33-26,56/SSS: OR=64,48; IC 95 por cento 32,78-126,84), ser primípara (SUS: OR=4,86; IC 95 por cento 4,16-5,69/SSS: OR=8,37; IC 95 por cento 5,96-11,75) e ter apresentado intercorrências durante a gestação (SUS:OR=9,27; IC 95 por cento 8,17-10,53/SSS:OR=3,09; IC 95 por cento 2,22-4,31) representaram chances aumentadas para cesariana entre mulheres assistidas no SUS e no SSS. Estiveram associados independentemente à cesariana, apenas no SUS: ter 35 anos ou mais (OR=1,36; IC 95 por cento 1,09-1,69); ter cursado ensino superior ou mais (OR=2,53; IC 95 por cento 1,78-3,59); não ter companheiro(a) (OR=0,78; IC 95 por cento 0,68-0,90); pertencer às classes econômicas A, B ou C (respectivamente: OR=1,72; IC 95 por cento 1,39-2,12/OR=1,29; IC95 por cento 1,09-1,53) e ter apresentado intercorrências durante o trabalho de parto (OR=3,18; IC 95 por cento 2,62-3,85). Conclusões: A fonte de financiamento foi determinante na indicação da cesariana no SSS, uma vez que se sobrepôs à maioria dos fatores socioeconômicos, demográficos, clínicos e obstétricos. Já no SUS, determinantes sociais referentes à melhor condição socioeconômica se associaram à cesariana
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.03.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP2685718-20
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALONSO, Bruna Dias; SILVA, Flora Maria Barbosa da. Fatores associados à cesariana segundo fonte de financiamento na Região Sudeste: estudo transversal a partir dos dados de pesquisa 'Nascer no Brasil' Inquérito Nacional sobre Parto e Nascimento. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6136/tde-07042015-113624/ >.
    • APA

      Alonso, B. D., & Silva, F. M. B. da. (2015). Fatores associados à cesariana segundo fonte de financiamento na Região Sudeste: estudo transversal a partir dos dados de pesquisa 'Nascer no Brasil' Inquérito Nacional sobre Parto e Nascimento. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6136/tde-07042015-113624/
    • NLM

      Alonso BD, Silva FMB da. Fatores associados à cesariana segundo fonte de financiamento na Região Sudeste: estudo transversal a partir dos dados de pesquisa 'Nascer no Brasil' Inquérito Nacional sobre Parto e Nascimento [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6136/tde-07042015-113624/
    • Vancouver

      Alonso BD, Silva FMB da. Fatores associados à cesariana segundo fonte de financiamento na Região Sudeste: estudo transversal a partir dos dados de pesquisa 'Nascer no Brasil' Inquérito Nacional sobre Parto e Nascimento [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6136/tde-07042015-113624/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: