Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estrutura e composição da comunidade de esfingídeos (Lepidoptera: Sphingidae) atraídos por luz da Estação Biológica de Boraceia, Salesópolis, São Paulo (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MACHADO, PEDRO IVO CHIQUETTO - IB
  • USP Schools: IB
  • Subjects: LEPIDOPTERA (COLETA); LEPIDOPTERA (COLETA); CLIMA (VARIAÇÃO); LUZ; BIODIVERSIDADE
  • Keywords: Atlantic Forest; Diversidade; Diversity; Mata Atlântica; Sphingidae; Sphingidae
  • Language: Português
  • Abstract: De julho de 2012 a junho de 2013 foram realizadas doze expedições mensais à Estação Biológica de Boraceia (EBB), Salesópolis, São Paulo. Os esfingídeos foram atraídos por lâmpadas externas de um alojamento da EBB durante quatro noites consecutivas, das 18h às 6h. Registrou-se em campo o horário de coleta e sexo de cada indivíduo, além de dados climáticos a cada meia hora. As mariposas foram levadas ao Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (MZUSP), onde foram identificadas até nível de espécie e contabilizadas. As análises de diversidade envolveram curva de rarefação, estimador de riqueza, gráficos descritivos de riqueza, abundância, composição e equabilidade (por mês e por horário de coleta), e estatística multivariada. Gráficos de riqueza e abundância por temperatura e umidade relativa foram construídos para analisar o efeito destas variáveis climáticas sobre a amostragem, e a influência de neblina e chuva foi verificada pela aplicação de testes de Mann-Whitney. Testes de qui-quadrado foram utilizados para examinar se a razão sexual diferiu da proporção 1:1, na totalidade, por mês e por horário de coleta. Esfingídeos coletados na EBB desde 1940, que estão disponíveis no MZUSP, também foram identificados e contabilizados para elaboração de um panorama histórico da esfingofauna do local, e para possibilitar comparação entre uma intensa amostragem realizada de 1948 a 1950 na Estação e a amostragem recente. Esta comparação foi feita por meio de curvas de rarefação,gráficos descritivos de riqueza e composição, e estatística multivariada. Todas as espécies já registradas na EBB foram fotografadas para elaboração de um guia ilustrado. No presente estudo foram coletados 2.509 esfingídeos de 64 espécies, das quais três corresponderam a novos registros para a EBB, e contabilizou-se um total de 81 espécies já coletadas no local. Os meses mais quentes e chuvosos apresentaram maiores riquezas, abundâncias e equabilidades; a composição de espécies se manteve mais homogênea durante estes meses e variou muito entre os meses mais secos, padrão observado também nas coletas de 1948 a 1950. Com o avançar da noite ocorreu diminuição na abundância e na riqueza, e a composição de espécies se alterou bastante. Temperaturas mais altas, neblina e chuva foram favoráveis à coleta de esfingídeos. A razão sexual foi, de forma geral, enviesada a favor dos machos. Não se observou diferença significativa de riqueza entre a campanha de coleta antiga e a recente, mas diversas espécies foram registradas em apenas uma das campanhas. Comparações com outros levantamentos de Sphingidae mostraram que a EBB conta com espécies possivelmente raras na Mata Atlântica e com uma das mais altas riquezas registradas para o bioma
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.10.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IB12000029650M-1826
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MACHADO, Pedro Ivo Chiquetto; SILVA, Marcelo Duarte da. Estrutura e composição da comunidade de esfingídeos (Lepidoptera: Sphingidae) atraídos por luz da Estação Biológica de Boraceia, Salesópolis, São Paulo. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-27012015-081554/ >.
    • APA

      Machado, P. I. C., & Silva, M. D. da. (2014). Estrutura e composição da comunidade de esfingídeos (Lepidoptera: Sphingidae) atraídos por luz da Estação Biológica de Boraceia, Salesópolis, São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-27012015-081554/
    • NLM

      Machado PIC, Silva MD da. Estrutura e composição da comunidade de esfingídeos (Lepidoptera: Sphingidae) atraídos por luz da Estação Biológica de Boraceia, Salesópolis, São Paulo [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-27012015-081554/
    • Vancouver

      Machado PIC, Silva MD da. Estrutura e composição da comunidade de esfingídeos (Lepidoptera: Sphingidae) atraídos por luz da Estação Biológica de Boraceia, Salesópolis, São Paulo [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-27012015-081554/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: