Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Planejamento e Políticas Públicas: uma análise sobre a Gestão Energética Descentralizada em âmbito municipal no Brasil (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: COLLAÇO, FLAVIA MENDES DE ALMEIDA - IEE
  • USP Schools: IEE
  • Subjects: PLANEJAMENTO ENERGÉTICO; RECURSOS ENERGÉTICOS; POLÍTICAS PÚBLICAS
  • Keywords: Community Participation; Decentralized Energy Management; Decentralized Municipal Energy Management; Energy Planning; Gestão Energética Descentralizada; Gestão Energética Descentralizada Municipal; Participação Popular; Planejamento Energético
  • Language: Português
  • Abstract: A Gestão Energética Descentralizada é uma forma de gestão dos recursos energéticos cujas primeiras publicações referentes ao tema datam dos anos 1980, no entanto, foi verificado um crescimento do desenvolvimento de estudos e aplicações do conceito na prática de forma substancial somente em tempos recentes (anos 2000). A Gestão Energética Descentralizada é tratada sob uma infinidade de termos e conceitos, e também pode ser aplicada com graus diferentes de descentralização como em vilas, quarteirões, bairros, distritos e estados. Tal conceito está fortemente atrelado ao combate das emissões de Gases de Efeito Estufa, busca pela inserção das fontes de energia renováveis nas matrizes, conservação de energia e eficiência energética, e pela associação entre planejamento urbano, ou das cidades, ao dos sistemas energéticos. Ainda, cabe destacar que nesse modelo de gestão descentralizado- a participação popular e o engajamento dos cidadãos nos processos decisórios e na busca por cidades sustentáveis veem sendo colocado, por muitos pesquisadores do tema, como requisitos indispensáveis ao seu adequado funcionamento. Esta dissertação tem como foco de pesquisa a Gestão Energética Descentralizada em âmbito municipal e seu desenvolvimento nas cidades do Brasil. Dessa forma, foi realizada uma revisão bibliográfica sobre o estado da arte do desenvolvimento da Gestão Energética Descentralizada Municipal no Brasil e no mundo, abarcando principalmente questões do planejamento e de políticaspúblicas como transparência e participação popular no desenvolvimento dos Planejamentos Energéticos Locais. O resultado da pesquisa mostra que existe Gestão de Energia Descentralizada Municipal no Brasil com desenvolvimento de Planejamentos Energéticos Municipais, os quais têm como principal instrumento incentivador o subprograma PROCEL-GEM, foco de estudo de caso também desenvolvido nessa pesquisa, que demonstrou que os planejamentos realizados dentro do subprograma estão restritos as unidades consumidoras de energia elétrica dos órgãos e serviços públicos, além disso, foram observados indícios de falta de transparência e participação popular nos processos de planejamento, assim como falta de recursos para a implementação dos projetos formulados em tais documentos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.01.2015

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IEE30400007033D-PPGE/USP T.641di
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COLLAÇO, ^Flavia^Mendes^de^Almeida; BERMANN, Celio. Planejamento e Políticas Públicas: uma análise sobre a Gestão Energética Descentralizada em âmbito municipal no Brasil. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.
    • APA

      Collaço, ^F. ^M. ^de^A., & Bermann, C. (2015). Planejamento e Políticas Públicas: uma análise sobre a Gestão Energética Descentralizada em âmbito municipal no Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Collaço ^F^M^de^A, Bermann C. Planejamento e Políticas Públicas: uma análise sobre a Gestão Energética Descentralizada em âmbito municipal no Brasil. 2015 ;
    • Vancouver

      Collaço ^F^M^de^A, Bermann C. Planejamento e Políticas Públicas: uma análise sobre a Gestão Energética Descentralizada em âmbito municipal no Brasil. 2015 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: