Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Adaptação cultural e validação do instrumento Patient Satisfaction Questionnaire (PSQ) para mulheres brasileiras portadoras de dor pélvica crônica (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CHAMA, PAULA PATRICIA DE FREITAS - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: DOR; PELVE; INSTRUMENTOS CIENTÍFICOS; SATISFAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Elementos da interação médico-paciente têm influência direta na satisfação de ambos. A dor pélvica crônica, como condição clínica, por suas características peculiares, pode interferir significativamente neste processo. Em um serviço clínico de referência, é fundamental a utilização de um instrumento que avalie objetivamente a satisfação da paciente e do médico em relação à assistência prestada. Além disso, essa ferramenta deve ter aplicação simples e rápida. O Patient Satisfaction Questionnaire (PSQ) contempla essas características, mas não está disponível em Língua Portuguesa. Objetivo: Adaptar para o português do Brasil e validar o PSQ em uma população de mulheres portadoras de dor pélvica crônica, atendidas em um ambulatório especializado de um hospital universitário do interior de São Paulo. Métodos: O procedimento metodológico incluiu as etapas de tradução e análise semântica, seguidas pela análise das propriedades psicométricas do instrumento, através da validade do construto convergente e divergente, fidedignidade e dimensionalidade. Para avaliação das propriedades psicométricas do PSQ, foram utilizados os instrumentos Questionário sobre a Saúde do Paciente-9 (PHQ-9) e Inventário de Ansiedade Traço-Estado (IDATE-E). Este estudo incluiu 50 mulheres com DPC em atendimento ambulatorial e 50 médicos responsáveis pela assistência dessas mulheres. Ambos os grupos preencheram o instrumento separadamente e, 20 dias depois, houve uma reavaliação exclusiva para o grupo de mulheres. O nível de significância foi de 5%. Resultados: A análise da fidedignidade foi confirmada no grupo de médicos e paciente, através dos valores de α= 0,72, para ambos. O grupo de mulheres mostrou resultados adequados para o coeficiente de correlação de Pearson (r=0,71) e ICC [0,53 to 0,82] no teste-reteste. Na análise fatorial encontrou-se, para ambos os grupos, uma solução unidimensional, sem rotação nemalocação de itens, com KMO= 0,73 e 0,65, entre mulheres e médicos, respectivamente. Na análise da validade de construto convergente obtiveram-se correlações negativas, significativas e de magnitude moderada entre PSQ e PHQ-9 (r= -0,34; p=0,02) e entre PSQ e IDATE (r= -0,47; p=0,001), enquanto variáveis contínuas. Nas análises destas correlações, com o PHQ-9 e IDATE-E enquanto variáveis categóricas, os resultados mostraram uma tendência de grupos ansiosos e depressivos apresentarem escores mais baixos de PSQ, ainda que tais resultados não fossem estatisticamente significantes. Na análise da validade divergente, feita entre o PSQ e variáveis clínicas e sociodemográficas, os resultados foram significativos apenas para raça (t=2,16 p=0,04), escolaridade (t=2,87, p=0,006) e idade, no qual mulheres mais velhas, da raça branca e com escolaridade igual ou superior a 11 anos apresentaram uma tendência maior de se sentirem mais satisfeitas com o contato médico (escores maiores de PSQ). Conclusão: A versão em português do PSQ mostrou níveis adequados de fidedignidade e validade. Esta versão adaptada, enquanto um instrumento válido e preciso, manteve, nesse processo, características fundamentais para uso clínico, sendo um instrumento de fácil entendimento, curto e objetivo, que possibilita a avaliação da satisfação de médicos e pacientes na rotina diária de atendimento.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.12.2014

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200066755Chama, Paula Patrícia de Freitas
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CHAMA, Paula Patrícia de Freitas; POLI NETO, Omero Benedicto. Adaptação cultural e validação do instrumento Patient Satisfaction Questionnaire (PSQ) para mulheres brasileiras portadoras de dor pélvica crônica. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Chama, P. P. de F., & Poli Neto, O. B. (2014). Adaptação cultural e validação do instrumento Patient Satisfaction Questionnaire (PSQ) para mulheres brasileiras portadoras de dor pélvica crônica. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Chama PP de F, Poli Neto OB. Adaptação cultural e validação do instrumento Patient Satisfaction Questionnaire (PSQ) para mulheres brasileiras portadoras de dor pélvica crônica. 2014 ;
    • Vancouver

      Chama PP de F, Poli Neto OB. Adaptação cultural e validação do instrumento Patient Satisfaction Questionnaire (PSQ) para mulheres brasileiras portadoras de dor pélvica crônica. 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: