Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Vulnerabilidade programática ao HIV/AIDS nas unidades básicas de saúde do município de Cuiabá (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MAISON, CAROLINA LA - EE
  • USP Schools: EE
  • Sigla do Departamento: ENS
  • Subjects: VULNERABILIDADE; ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE; ENFERMAGEM; SÍNDROME DE IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA; HIV
  • Language: Português
  • Abstract: As ações voltadas à prevenção ao HIV/aids em serviços de atenção primária à saúde (APS) é uma estratégia proposta no Brasil desde meados dos anos 1990. Com o aumento do número de casos de aids no Brasil, houve a necessidade de elaborar uma estratégia de intervenção em HIV/aids, sendo a Unidade Básica de Saúde (UBS) um espaço privilegiado para realizar as ações de prevenção e acompanhamento das pessoas vivendo com HIV/aids. Não foram encontrados estudos que tratam da análise das ações neste âmbito da atenção no Estado do Mato Grosso (MT). Objetivo geral: Analisar a Vulnerabilidade Programática ao HIV/aids nas UBS de Cuiabá (MT). Pesquisa quantitativa, com base no conceito de Vulnerabilidade em sua dimensão programática; realizada por meio da aplicação de um instrumento com respostas fechadas e abertas, respondido por 69 gerentes, de junho a agosto de 2014. A análise foi realizada com base na reunião dos elementos constantes nos seguintes marcadores de vulnerabilidade programática: a) Infraestrutura para realização das ações de prevenção e assistência em HIV/aids; b) Respostas às necessidades de tratamento em HIV/aids; c) Ações de pré-natal e puerpério em relação a atenção às HIV/aids; d) Ações de prevenção em relação às HIV/aids; e) Integração das ações entre UBS, CRT/SAE em HIV/aids e maternidade.Cada elemento analisado foi estabelecido o valor de 1 quando a resposta era positiva (atende ao requisito) e 0 quando não. Com base na soma dos valores ponderados para cada um dos marcadores obteve-se valor mínimo e máximo de pontos; classificando as UBS segundo o score de alta vulnerabilidade (abaixo de 25%), média (25 a 75%) e baixa (75 a 100%). A maioria das UBS operava o modelo Estratégia da Saúde da Família (63,8%) e era gerenciada por Enfermeiros (79,1%). Maior parte encontra-se em média vulnerabilidade de âmbito programático; há alta vulnerabilidade nos marcadores d e e. As UBS possuem, em algum grau, vulnerabilidades no âmbito programático de Estrutura e Dinâmica de Organização do Serviço de Saúde e de Operacionalização das Ações na atenção às HIV/aids. São necessários investimentos na atenção em HIV/aids na APS no município de Cuiabá.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.12.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200027940T4459 (corrigida)
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MAISON, Carolina La; NICHIATA, Lucia Yasuko Izumi. Vulnerabilidade programática ao HIV/AIDS nas unidades básicas de saúde do município de Cuiabá. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-16042015-162116/pt-br.php >.
    • APA

      Maison, C. L., & Nichiata, L. Y. I. (2014). Vulnerabilidade programática ao HIV/AIDS nas unidades básicas de saúde do município de Cuiabá. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-16042015-162116/pt-br.php
    • NLM

      Maison CL, Nichiata LYI. Vulnerabilidade programática ao HIV/AIDS nas unidades básicas de saúde do município de Cuiabá [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-16042015-162116/pt-br.php
    • Vancouver

      Maison CL, Nichiata LYI. Vulnerabilidade programática ao HIV/AIDS nas unidades básicas de saúde do município de Cuiabá [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-16042015-162116/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: