Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeito da injeção de BDNF no núcleo basolateral da amígdala sobre o comportamento defensivo de ratos: envolvimento de receptores serotonérgicos do tipo 5HT2c (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOUSA, ROSANA MARIA DE - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFA
  • Subjects: PROTEÍNAS; AMÍGDALA DO CEREBELO; SEROTONINA
  • Language: Português
  • Abstract: O BDNF é uma importante neurotrofina envolvida na fisiopatologia de transtornos psiquiátricos, como a depressão e a ansiedade, através de sua ação em diferentes substratos neurais, como o córtex cerebral e o hipocampo. A administração de BDNF nestas estruturas pode causar efeitos tanto de longo como de curto prazo sobre diferentes sistemas de neurotransmissão como o GABAérgico e serotonérgico. Por exemplo, a injeção de BDNF intra-hipocampo dorsal de ratos promove efeito do tipo ansiogênico no teste do labirinto em T-elevado (LTE), sendo este efeito bloqueado pelo antagonista de receptores 5-HT1A WAY-100635. Assim como o hipocampo dorsal, o núcleo basolateral da amígdala (BLA) é uma estrutura criticamente envolvida na modulação de respostas relacionadas à ansiedade. Neste núcleo, que é densamente inervado por fibras serotonérgicas, é relatada a presença de altas concentrações de BDNF e de seu receptor TrkB (tropomyosin-related kinase B). No entanto, o papel desta neurotrofina presente neste subnúcleo do complexo amigdaloide na mediação de respostas defensivas relacionadas à ansiedade é ainda pouco conhecido. O presente trabalho teve por objetivo investigar os efeitos da injeção intra-BLA de BDNF e do antagonista de receptores Trk K252a na modulação de respostas defensivas associadas à ansiedade generalizada e ao pânico. Os resultados mostraram que a injeção bilateral de BDNF ou de K252a no BLA facilitou a aquisição da resposta de esquiva inibitória no LTE, sugerindo um efeito do tipo ansiogênico. Nenhuma destas substâncias alterou a expressão da resposta de fuga no mesmo modelo experimental, comportamento este associado à ataques de pânico. O efeito ansiogênico do BDNF e K252a também foi evidenciado no teste da transição claro-escuro. O pré-tratamento com o antagonista de receptores do tipo 5HT2C SB-242084 no BLA foi capaz de bloquear os efeitos pro-aversivos promovestrutura. Nossos resultados demonstram haver uma interação entre o BDNF com o sistema serotoninérgico no BLA, sugerindo que estes dois sistemas de neurotransmissão possam trabalhar em conjunto para a mediação de respostas defensivas relacionadas à ansiedade. Os resultados obtidos com o K252a parecem decorrer da ligação desta droga com outros sítios de ligação que não os receptores TrKB.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.12.2014

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200066746Sousa, Rosana Maria de
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUSA, Rosana Maria de; ZANGROSSI JUNIOR, Helio. Efeito da injeção de BDNF no núcleo basolateral da amígdala sobre o comportamento defensivo de ratos: envolvimento de receptores serotonérgicos do tipo 5HT2c. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Sousa, R. M. de, & Zangrossi Junior, H. (2014). Efeito da injeção de BDNF no núcleo basolateral da amígdala sobre o comportamento defensivo de ratos: envolvimento de receptores serotonérgicos do tipo 5HT2c. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Sousa RM de, Zangrossi Junior H. Efeito da injeção de BDNF no núcleo basolateral da amígdala sobre o comportamento defensivo de ratos: envolvimento de receptores serotonérgicos do tipo 5HT2c. 2014 ;
    • Vancouver

      Sousa RM de, Zangrossi Junior H. Efeito da injeção de BDNF no núcleo basolateral da amígdala sobre o comportamento defensivo de ratos: envolvimento de receptores serotonérgicos do tipo 5HT2c. 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: