Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Psicólogos na rede particular de ensino: possibilidades, limites e superações na atuação (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BRAY, CRISTIANE TOLLER - IP
  • USP Schools: IP
  • Subjects: PSICOLOGIA ESCOLAR; PSICOLOGIA EDUCACIONAL; PSICOLOGIA (HISTÓRIA;CULTURA); ESCOLA PARTICULAR
  • Keywords: Atuação do psicólogo; Historic-cultural psychology; Intervention of psychologist; Psicologia histórico-cultural
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa apresenta como objeto de estudo a prática profissional de psicólogos no Ensino Fundamental desenvolvida na rede privada de educação. Para tanto, teve por objetivo analisar modos de inserção de psicólogos que atuam em escolas particulares, tomando o materialismo histórico-dialético enquanto base interpretativa de análise. Compreendemos a prática profissional de psicólogos produzida em um sistema educacional que, ao se constituir na rede privada de ensino, expressa um conjunto de contradições, desafios e impasses para uma atuação ético-política da profissão, no campo da Educação Básica. Algumas questões orientaram a pesquisa: quais práticas psicológicas podem ser desenvolvidas em uma rede de ensino que vive as contradições do mercado para sua manutenção? Como as proposições da área de Psicologia Escolar, centradas em referenciais críticos e institucionais, comparecem nessas organizações de ensino? Quais desafios e entraves se defrontam psicólogos em sua prática profissional ao atuarem em escolas de educação privada? Assim, buscamos conhecer e analisar: a) condições de trabalho em que a atuação de psicólogos se desenvolve; b) modalidades de atuação/intervenção e teorias que embasam suas práticas; c) expectativas daqueles que contratam psicólogos no que tange ao trabalho a ser desenvolvido em escolas da rede privada de ensino; d) desafios e estratégias construídas para a superação das contradições apontadas em sua prática profissional. O campo de investigaçãocontou com depoimentos de dez psicólogos, por meio de entrevistas em profundidade, e de cinco contratantes (duas coordenadoras pedagógicas e três diretores). Oito dos psicólogos são formados por instituições privadas de ensino superior, apenas um é do sexo masculino e a maioria apresenta entre quarenta e cinquenta anos, sendo que o tempo de trabalho varia de 30 a 5 anos. Organizamos os dados em dois eixos de análise: condições de trabalho e atividades profissionais desenvolvidas. No primeiro eixo, identificamos que a contratação de psicólogos para atuar nas escolas ocorre, preferencialmente, por indicação e que parte significativa dos entrevistados é contratada como orientador educacional. De maneira geral, as condições de trabalho são consideradas satisfatórias no que tange ao salário e à carga horária de trabalho, entre 30 e 40 horas semanais. Consideram como dificuldades o que denominam como sensação de falta de tempo para atuar como gostariam e o trabalho junto a professores ou família dos estudantes. Quanto ao segundo eixo, verificou-se que grande parte dos psicólogos ao atuar como orientador educacional, centra sua prática em atendimento aos estudantes, pais e professores, individualmente, utilizando referenciais da Psicanálise e da Psicologia Comportamental, pouco recorrendo ao conhecimento teórico-metodológico da Psicologia Escolar e Educacional e aos teóricos da Psicologia da Educação para atuarem. Os psicólogos afirmam não realizar atendimento clínico(avaliação/psicoterapia) nas escolas. Práticas que incluem discussões ou temáticas da Psicologia Escolar e Educacional foram mencionadas em relatos a respeito de aspectos institucionais e relacionais envolvidos nas práticas pedagógicas, de determinados diagnósticos de estudantes que são encaminhados aos profissionais, bem como em críticas ao processo de medicalização da aprendizagem. Uma atuação aos moldes tradicionais perpassa a expectativa dos contratantes à medida em que esperam de psicólogos auxílio na solução de problemas: buscando orientar os pais, o próprio aluno e realizando encaminhamento para profissionais especializados ou aulas de reforço/aulas particulares, em casos de dificuldade na aprendizagem. O trabalho em equipe é valorizado, o que compreendemos ser uma condição fundamental para educadores e psicólogo(s) trabalharem juntos os desafios que surgem. Adotamos por base o Documento Referências Técnicas para Atuação de Psicólogas(os) na Educação Básica que apresenta princípios ético-políticos para a atuação de psicólogos nacionalmente e princípios da abordagem da Psicologia Histórico-Cultural para propor determinadas condições para uma atuação em uma perspectiva histórico-crítica. Assim, defendemos a tese que o psicólogo ao adotar essa perspectiva estará se comprometendo com críticas ao caráter meramente adaptativo de estudantes e educadores à escola e promovendo ações na direção da transformação que se expressa por abrir possibilidades de superação e mudançanas ações/práticas para uma compreensão institucional de produção do conhecimento, visando garantir as finalidades da escola, seja pública ou privada. No caso dos profissionais das escolas privadas, os desafios recaem mais fortemente sobre a modalidade de contratação que, ao retirar o caráter específico da Psicologia Escolar e Educacional, delimita um outro campo de atuação mais diretamente centrado em interpretações e práticas de cunho pedagógico e individual, historicamente presentes nas atribuições do orientador educacional
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.03.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IP12300055809T LB1051 B827p e.1
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRAY, Cristiane Toller; SOUZA, Marilene Proenca Rebello de. Psicólogos na rede particular de ensino: possibilidades, limites e superações na atuação. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-03062015-150444/ >.
    • APA

      Bray, C. T., & Souza, M. P. R. de. (2015). Psicólogos na rede particular de ensino: possibilidades, limites e superações na atuação. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-03062015-150444/
    • NLM

      Bray CT, Souza MPR de. Psicólogos na rede particular de ensino: possibilidades, limites e superações na atuação [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-03062015-150444/
    • Vancouver

      Bray CT, Souza MPR de. Psicólogos na rede particular de ensino: possibilidades, limites e superações na atuação [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-03062015-150444/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: