Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

O valor preditivo do resultado líquido contábil, dos accruals e do fluxo de caixa operacional das empresas do mercado segurador brasileiro (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: COSTA, JORGE ANDRADE - FEA
  • USP Schools: FEA
  • Subjects: FLUXO DE CAIXA; LUCRO; PREDIÇÃO
  • Keywords: Accruals; Aplicações financeiras; Cash flow; Earnings; Insurance accounting; Investments; Prediction; Provisões técnicas; Technical reserves
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo principal desta tese foi de verificar se as variáveis contábeis resultado líquido contábil, os accruals e os fluxos de caixa operacionais divulgados (FCOs) possuem capacidade de prever fluxos de caixa operacionais das empresas do mercado segurador brasileiro reguladas pela Susep. Adicionalmente foi verificado qual das três variáveis contábeis foi a mais eficiente na previsão, bem como se os accruals conseguem incrementar a capacidade preditiva dos FCOs. Foram analisadas 2.876 demonstrações contábeis semestrais divulgadas por 200 empresas relativas ao período iniciado em 30 de junho de 2005 e terminado em 31 de dezembro de 2013. A base de dados é original. As empresas foram segregadas em cinco segmentos (seguradoras, resseguradoras, sociedades de capitalização, entidades abertas de previdência complementar sem fins lucrativos (EAPCs) e empresas de vida e previdência), em função de suas especificidades. Foram realizadas análises descritivas e análise de dados em painel para verificar a relação existente entre as variáveis. Percebeu-se que as entradas e saídas de caixa provenientes das aplicações financeiras das empresas (resgates e aplicações) são alocadas na Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC) como atividades operacionais e não como de investimentos. Diante deste fato, os procedimentos estatísticos aplicados aos FCOs também foram aplicados aos fluxos de caixa operacionais modificados (MODs), os quais contemplam a reclassificação das movimentações das aplicaçõesfinanceiras das atividades operacionais para as atividades de investimentos da DFC. A finalidade de também testar o MOD foi de verificar se o mesmo é mais adequado do que o atualmente divulgado (FCO) e se há melhora na sua capacidade preditiva. Os resultados da previsão dos FCOs mostram que as seguintes variáveis contábeis possuem capacidade de prever FCOs do período subsequente, em cada segmento: (a) as três variáveis, nas empresas de vida e previdência e nas seguradoras; (b) o resultado líquido contábil e o FCO, nas resseguradoras; (c) o resultado líquido contábil, nas sociedades de capitalização; e (d) nenhuma variável contábil, nas EAPCs. Os resultados mostram que somente nas empresas de vida e previdência os accruals incrementam a capacidade preditiva do FCO. Quanto ao preditor mais eficiente, os resultados apresentados apontam que o resultado líquido contábil foi mais eficiente nas resseguradoras e nas sociedades de capitalização e os accruals foram mais eficientes nas seguradoras e nas empresas de vida e previdência. A análise dos resultados dos MODs mostram, para cada segmento: (a) quais variáveis possuem capacidade de prever MOD no período subsequente; (b) qual variável foi mais eficiente para prever MOD; e (c) se os accruals incrementam a capacidade preditiva de MOD. Conclui-se que, apesar de distintos resultados entre os segmentos, as variáveis contábeis possuem capacidade preditiva, confirmando entendimentos do FASB e do IASB de que a informação contábil érelevante, pois é capaz de fazer a diferença nas decisões tomadas pelos usuários. Adicionalmente é entendimento do autor desta tese de que as entradas e saídas de caixa proveniente das aplicações financeiras dessas empresas deveriam ser alocadas nas atividades de investimento da DFC
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.03.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FEA2697214-10T657.72 C837v
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, Jorge Andrade; AFONSO, Luis Eduardo. O valor preditivo do resultado líquido contábil, dos accruals e do fluxo de caixa operacional das empresas do mercado segurador brasileiro. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-08062015-163820/ >.
    • APA

      Costa, J. A., & Afonso, L. E. (2015). O valor preditivo do resultado líquido contábil, dos accruals e do fluxo de caixa operacional das empresas do mercado segurador brasileiro. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-08062015-163820/
    • NLM

      Costa JA, Afonso LE. O valor preditivo do resultado líquido contábil, dos accruals e do fluxo de caixa operacional das empresas do mercado segurador brasileiro [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-08062015-163820/
    • Vancouver

      Costa JA, Afonso LE. O valor preditivo do resultado líquido contábil, dos accruals e do fluxo de caixa operacional das empresas do mercado segurador brasileiro [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-08062015-163820/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: