Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Reproductive strategies of the marine fishes from the southwest Atlantic Ocean: an application of histological and image processing techniques (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: COSTA, EUDRIANO FLORÊNCIO DOS SANTOS - IO
  • USP Schools: IO
  • Subjects: PEIXES MARINHOS; BIOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: A presente tese testou a hipótese de que espécies que habitam diferentes ambientes, costeiros e estuarinos, apresentam as mesmas estratégias reprodutivas em relação ao desenvolvimento ovariano, recrutamento ovocitário e fecundidade. Desse modo, ovários de Anchoa filifera, Cetengraulis edentulus, Citharichthys spilopterus, Stellifer brasiliensis, S. rastrifer, Menticirrhus americanus, Paralonchurus brasiliensis e Diplectrum radiale foram amostrados e analisados através de técnicas histológicas e de processamento de imagens. As capturas foram realizadas no período de junho (2012) a maio (2013) na região costeira de Ubatuba e no estuário de Cananéia, São Paulo, Brasil. Os ovários foram removidos, pesados, fixados em solução de formalina e obtidos os preparados permanentes. Todas as secções histológicas foram fotografadas e as imagens analisadas no programa ImageJ. Os resultados revelaram que todas as espécies apresentam desenvolvimento ovócitário do tipo assincrônico. O recrutamento ovocitário ocorre constantemente durante o período de desova das espécies. Os testículos do hermafrodita simultâneo D. radiale é do tipo irrestrito com espermatogênese cística. Nessa espécie, a estrutura acessória reprodutiva tem a função de armazenar os ovócitos hidratados até o próximo evento de desova e absorver ovócitos que não foram desovados (atresia). Os ovócitos das espécies iniciam a vitelogênese em diferentes tamanhos. O número total de ovócitos produzidos por fase de desenvolvimento não diferiram significativamente entre as espécies congêneres S. brasiliensis e S. rastrifer. No entanto, o número de ovócitos em vitelogênese avançada diferiu entre as espécies gonocóricas. A fecundidade média por lote variou de 1.644 em A. filifera a 58.884 ovócitos em M. americanus, enquanto que a fecundidade relativa variou de 51 a 1.205 ovócitos g-1 em D. radiale e C. spilopterus, respectivamente. O número de (Continuação)(Continua) de lotes potenciais presentes nos ovários também diferiu entre as espécies, variando de 1 em A. filifera, C. edentulus e M. americanus a 4 em C. spilopterus. Assim, a hipótese postulada inicialmente foi rejeitada.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.04.2015

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IO2699932-1003.351.9 C871rTese Doutor
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, Eudriano Florêncio dos Santos; DIAS, June Ferraz. Reproductive strategies of the marine fishes from the southwest Atlantic Ocean: an application of histological and image processing techniques. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.
    • APA

      Costa, E. F. dos S., & Dias, J. F. (2015). Reproductive strategies of the marine fishes from the southwest Atlantic Ocean: an application of histological and image processing techniques. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Costa EF dos S, Dias JF. Reproductive strategies of the marine fishes from the southwest Atlantic Ocean: an application of histological and image processing techniques. 2015 ;
    • Vancouver

      Costa EF dos S, Dias JF. Reproductive strategies of the marine fishes from the southwest Atlantic Ocean: an application of histological and image processing techniques. 2015 ;