Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação nutricional de pacientes no pré e pós-transplante hepático (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVA, MARIANA ARRUDA - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: AVALIAÇÃO NUTRICIONAL; TRANSPLANTE DE FÍGADO; COMPOSIÇÃO CORPORAL
  • Language: Português
  • Abstract: A desnutrição, frequentemente encontrada nos pacientes com hepatopatia crônica, candidatos ao transplante hepático, interfere no prognóstico da doença e nos resultados do transplante e está relacionada à baixa ingestão alimentar, à diminuição da capacidade funcional do fígado, e como causa secundária ao hipermetabolismo sistêmico. O objetivo deste estudo foi realizar a avaliação nutricional em pacientes no pré e pós-transplante hepático. MÉTODO: O gasto energético de repouso foi medido por calorimetria indireta e o gasto energético basal foi estimado pela equação de Harris-Benedict. Foram realizadas avaliações antropométrica, de composição corporal e de ingestão alimentar. Os testes estatísticos foram conduzidos considerando nível de significância α=5%. RESULTADO: O peso corporal (p=0,0293), a proporção de sobrepeso/obesidade pelo Índice de Massa Corporal (p=0,0291) e a proporção de hipometabolismo (p=0,0060) foram maiores nos pacientes cirróticos Child-Pugh C. A circunferência muscular do braço (p=0,0329), a área muscular do braço (p=0,0207) e o ângulo de fase (p=0,0093) foram menores nos pacientes com menor tempo de pós-transplante. O Índice de Massa Corporal (p=0,0377), a massa gordurosa (p=0,0140) e as pregas cutâneas subescapular (p=0,0255) e suprailíaca (p=0,0417) foram maiores nos pacientes com maior tempo de transplante. Na comparação entre os grupos pré-transplante, pós-transplante e grupo controle não houve diferença estatística de gasto energético de repouso. Houve maior proporção de desnutridos pelas medidas de área muscular do braço no pós-transplante (p=0,0499). O quociente respiratório (p=0,0152) e o ângulo de fase (p=<0,0001) foram menores nos pacientes cirróticos, e também foi observado balanço energético negativo e menor ingestão energética nestes pacientes (p=0,0156). CONCLUSÃO: O risco nutricional pode ser verificado nos pacientescom doença hepática avançada por meio da baixa ingestão alimentar e do baixo ângulo de fase. Apesar da bioimpedância elétrica não ser um método adequado para avaliar a composição corporal destes pacientes, a medida de ângulo de fase parece ser um promissor indicador do estado nutricional. As medidas antropométricas indicadoras de massa magra diagnosticaram uma alta prevalência de pacientes desnutridos no pré-transplante e no pós-transplante. Parece haver aumento de peso e ganho de massa gorda nos pacientes transplantados, enquanto a recuperação de massa magra ocorre mais lentamente ou apenas de forma parcial. O gasto energético de repouso de pacientes cirróticos não foi estatisticamente diferente dos outros grupos mas, pacientes Child-Pugh C parecem estar mais susceptíveis à diminuição do metabolismo energético. A equação de Harris-Benedict pode ser utilizada para a estimativa do metabolismo energético basal em pacientes cirróticos, mas é prudente utilizar o peso seco para o seu cálculo. O quociente respiratório foi mais baixo em pacientes cirróticos, o que pode indicar depleção de massa muscular esquelética e maior oxidação de lipídios como substrato energético nestes pacientes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.02.2015

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200066918Silva, Mariana Arruda
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Mariana Arruda; CASTRO E SILVA JÚNIOR, Orlando de. Avaliação nutricional de pacientes no pré e pós-transplante hepático. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015.
    • APA

      Silva, M. A., & Castro e Silva Júnior, O. de. (2015). Avaliação nutricional de pacientes no pré e pós-transplante hepático. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Silva MA, Castro e Silva Júnior O de. Avaliação nutricional de pacientes no pré e pós-transplante hepático. 2015 ;
    • Vancouver

      Silva MA, Castro e Silva Júnior O de. Avaliação nutricional de pacientes no pré e pós-transplante hepático. 2015 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: