Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Comparação de protocolos de eletroestimulação do nervo tibial para tratamento da bexiga hiperativa: ensaio clínico randomizado cego (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PIERRE, MUNICK LINHARES - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: BEXIGA (ANORMALIDADES); NERVOS PERIFÉRICOS; ESTIMULAÇÃO CEREBRAL; SAÚDE DA MULHER; FISIOTERAPIA
  • Keywords: Bexiga urinária hiperativa; Estimulação elétrica nervosa transcutânea; Nervo tibial; Physical therapy specialty; Tibial nerve; Transcutaneous electric nerve stimulation; Urinary bladder overactive; Women's health
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: No tratamento da síndrome bexiga hiperativa (SBH) a eletroestimulação do nervo tibial é uma terapêutica conservadora, eficaz, de baixo custo, de boa aderência pelas pacientes e com resultados satisfatórios. Não há consenso na literatura quanto à periodicidade e ao número de pontos para aplicação da técnica. OBJETIVO: Comparar a eficácia de protocolos de eletroestimulação do nervo tibial para tratamento fisioterapêutico da SBH não neurogênica. M >>TODOS: ensaio clínico randomizado cego com 138 mulheres portadoras da SBH há seis meses ou mais, randomizadas em cinco grupos: eletrodos posicionados em uma perna com sessões de uma ou duas vezes por semana, eletrodos posicionados em duas pernas com sessões de uma ou duas vezes por semana e um grupo controle. Foram utilizados os instrumentos: King's Health Questionnaire (KHQ), International Consultation on Incontinence Questionnarie - Short Form, Overactive Bladder Questionnaire (OAB-V8), Diário Miccional e uma Ficha de Avaliação Contínua. RESULTADOS: A média de idade foi de 61(±9), sendo que 91% estavam na menopausa. Na frequência urinária o protocolo de duas sessões foi melhor do que o de uma vez por semana (p=0,026). Para o sintoma de urgência e incontinência uma vez por semana teve melhor resultado (p=0,046 e p=0,0001, respectivamente). No sintoma de noctúria a aplicação nas duas pernas foi mais eficaz (p=0,005). Em relação a qualidade de vida, apenas o domínio 'limitações físicas' do KHQ apresentou diferença significativa (p=0,0411).Conclusão: importante identificar o sintoma mais frequente da SBH para individualizar a conduta fisioterapêutica. A forma de aplicação dos eletrodos e a frequência do tratamento devem ser modificadas de acordo com as necessidades de cada paciente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.05.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2709287-10W4.DB8^SP.USP^FM-1^P722co^2015
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PIERRE, Munick Linhares; FERREIRA, Elizabeth Alves Gonçalves. Comparação de protocolos de eletroestimulação do nervo tibial para tratamento da bexiga hiperativa: ensaio clínico randomizado cego. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5170/tde-06082015-120144/ >.
    • APA

      Pierre, M. L., & Ferreira, E. A. G. (2015). Comparação de protocolos de eletroestimulação do nervo tibial para tratamento da bexiga hiperativa: ensaio clínico randomizado cego. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5170/tde-06082015-120144/
    • NLM

      Pierre ML, Ferreira EAG. Comparação de protocolos de eletroestimulação do nervo tibial para tratamento da bexiga hiperativa: ensaio clínico randomizado cego [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5170/tde-06082015-120144/
    • Vancouver

      Pierre ML, Ferreira EAG. Comparação de protocolos de eletroestimulação do nervo tibial para tratamento da bexiga hiperativa: ensaio clínico randomizado cego [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5170/tde-06082015-120144/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: