Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Análise de risco de obras subterrâneas em maciços rochosos fraturados (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GARCIA, GIAN FRANCO NAPA - EESC
  • USP Schools: EESC
  • Subjects: ANÁLISE DE RISCO; ESTRUTURAS (CONFIABILIDADE)
  • Language: Português
  • Abstract: Nesta tese o autor estabelece um método sistemático de quantificação de risco em obras subterrâneas em maciço rochoso fraturado utilizando de maneira eficiente conceitos de confiabilidade estrutural. O método é aplicado a um caso de estudo real da caverna da Usina Hidrelétrica Paulo Afonso IV, UHE-PAIV. Adicionalmente, um estudo de otimização de projeto com base em risco quantitativo também é apresentado para mostrar as potencialidades do método. A estimativa do risco foi realizada de acordo com as recomendações da Organização de Auxílio contra Desastres das Nações Unidas, UNDRO, onde o risco pode ser estimado como a convolução entre as funções de perigo, vulnerabilidade e perdas. Para a quantificação da confiabilidade foram utilizados os métodos de aproximação FORM e SORM com uso de acoplamento direto e de superfícies de resposta polinomial quadráticas. A simulação de Monte Carlo também foi utilizada para a quantificação da confiabilidade no estudo de caso da UHE-PAIV devido à ocorrência de múltiplos modos de falha simultâneos. Foram avaliadas as ameaças de convergência excessiva das paredes, colapso da frente de escavação e a queda de blocos. As funções de perigo foram estimadas em relação à intensidade da ameaça como razão de deslocamento da parede ou volume do bloco. No caso da convergência excessiva, um túnel circular profundo foi estudado com o intuito de comparar a qualidade de aproximação da técnica numérica (FLAC3D com acoplamento direto) em relação à solução exata. Erros inferiores a 0,1% foram encontrados na estimativa do índice de confiabilidade 'beta'. Para o caso da estabilidade de frente foram comparadas duas soluções da análise limite da plasticidade contra a solução obtida numericamente. Já no caso de queda de bloco, verificou-se que as recomendações de parcialização do sistema de classificação geomecânica Q incrementaconsideravelmente a segurança da escavação conduzindo a padrões da prática mais avançada, por exemplo, de um 'beta' de 2,04 para a escavação a seção plena até 4,43 para o vão recomendado. No estudo de caso, a segurança da caverna da UHE-PAIV foi estudada perante a queda de blocos utilizando o software Unwedge. A probabilidade de falha individual foi integrada no comprimento da caverna e o conceito de sistema foi utilizado para estimar a probabilidade de falha global. A caverna apresentou uma probabilidade de falha global de 3,11 a 3,22% e um risco de 7,22 x '10 POT.-3' x C e 7,29 x '10 POT.-3' x C, sendo C o custo de falha de um bloco de grandes dimensões. O bloco mais crítico apresentou um 'beta' de 3,63. No estudo de otimização foram utilizadas duas variáveis de projeto, a espessura do concreto projetado e o número de tirantes por metro quadrado. A configuração ótima foi encontrada como o par [t, nb] que minimiza a função de custo total. Também, um estudo de sensibilidade foi realizado para avaliar as influências de alguns parâmetros no projeto ótimo da escavação. Finalmente, os resultados obtidos sugerem que as análises quantitativas de risco, como base para a avaliação e gestão de risco, podem e devem ser consideradas como diretriz da prática da engenharia geotécnica, uma vez que estas análises conciliam os conceitos básicos de projeto como eficiência mecânica, segurança e viabilidade financeira. Assim, a quantificação de risco é plenamente possível
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.06.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EESC31100161849TESE 9214
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NAPA GARCÍA, Gian Franco; CELESTINO, Tarcísio Barreto; BECK, André Teófilo. Análise de risco de obras subterrâneas em maciços rochosos fraturados. 2015.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-18082015-105621/pt-br.php >.
    • APA

      Napa García, G. F., Celestino, T. B., & Beck, A. T. (2015). Análise de risco de obras subterrâneas em maciços rochosos fraturados. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-18082015-105621/pt-br.php
    • NLM

      Napa García GF, Celestino TB, Beck AT. Análise de risco de obras subterrâneas em maciços rochosos fraturados [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-18082015-105621/pt-br.php
    • Vancouver

      Napa García GF, Celestino TB, Beck AT. Análise de risco de obras subterrâneas em maciços rochosos fraturados [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-18082015-105621/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: