Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação comportamental e endócrina do nível de estresse de cães participantes de intervenções assistidas por animais (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ROCHA, CAROLINA FARIA PIRES GAMA - IP
  • USP Schools: IP
  • Subjects: CÃES; TERAPIA ASSISTIDA POR ANIMAIS; COMPORTAMENTO; ESTRESSE
  • Language: Português
  • Abstract: Interações assistidas por animais (IAA) podem possuir objetivos cognitivos, físicos, psicossociais, comunicativos e educacionais para o ser humano, e consistem na incorporação de animais em intervenções terapêuticas ou atividades assistidas. Atualmente a literatura fornece algumas evidências de que a inclusão de cães no tratamento de humanos pode ter impactos positivos sobre a saúde tão física quanto mental dos mesmos. São pouco questionados, porém os efeitos sobre o participante animal: a idéia geral é que estas são boas atividades para os cães envolvidos. Este estudo visa elaborar o perfil dos cães participantes de IAAs na cidade de São Paulo, analisando sua adequação à função, e investigar os efeitos da participação das intervenções assistidas por animais sobre seu bem estar, a partir de análises comportamentais e da determinação dos níveis de cortisol salivar desses animais, avaliando o estresse ao qual são submetidos durante as sessões. Participaram do estudo 16 cães que haviam sido previamente aprovados para trabalho em IAAs pelas organizações responsáveis. O trabalho contou com duas fases. Na primeira foram aplicados dois questionários e dois testes padronizados, efetuados na casa do tutor, com o objetivo de traçar o perfil de temperamento e também obter dados sobre a reação endócrina a um estressor padronizado para cada um dos cães. A segunda fase teve como objetivo investigar o comportamento e a reação endócrina dos cães durante sessões de IAA em quatro instituiçõesde saúde, com três tipos diferentes de pacientes: idosas moradoras de lares com déficits cognitivos diversos, crianças e jovens com autismo severo e crianças moradoras de abrigo em situação de vulnerabilidade social. Em cada instituição foram filmadas três sessões de IAA de cada um de quatro cães com diferentes assistidos. Foram analisados 5 minutos de cada uma das 48 sessões de IAA filmadas, sendo codificados 23 comportamentos descritos na literatura como denotadores de estresse. Também foi coletada uma amostra de saliva dos cães participantes imediatamente antes e após cada sessão de IAA para dosagem da concentração de cortisol salivar a partir do método de enzimaimunoensaio. Os resultados dos testes, da frequência e duração dos comportamentos e as medidas de concentração de cortisol salivar foram analisados estatisticamente. Para os comportamentos foi verificada se havia diferença significante entre a frequência e duração para as quatro situações experimentais, para o tempo de treinamento, para a instituição e para as concentrações de cortisol se havia diferença significante para as medidas da casa e das IAAs, e também antes e depois da sessão. Apesar da análise estatística dos comportamentos não indicar diferenças significantes na frequência e/ou duração dos mesmos entre a situação controle e as sessões de IAAs, a não ser referente ao comportamento de deitar com a cabeça apoiada, que foi significativamente maior na interação na casa do tutor, a análise estatística daconcentração de cortisol mostrou que, além da concentração nas IAAs já no início ter sido mais alta do que na casa, aumentou mais ainda durante a sessão de IAA enquanto diminuiu na sessão de interação livre na casa do tutor na presença de pessoa desconhecida. Além disso, os resultados encontrados a partir do teste C-BARQ indicaram que apenas 16% dos cães deste estudo não apresentam problemas comportamentais. Em contraste, 38% receberam bandeiras duplas, que indicam que estes animais, para as categorias comportamentais específicas, receberam uma pontuação menos favorável do que ao menos 90% dos cães da amostra. Os resultados do teste de sociabilidade indicam grande heterogeneidade da amostra e muitos animais com pouca vontade de entrar em contato com pessoas estranhas, indicando falhas na seleção dos animais. Os resultados do estudo trazem muitas informações relevantes, que não haviam sido avaliadas por trabalhos anteriores, sendo importantes para a realidade das IAAs brasileiras já que sugeriram um aumento de estresse nas sessões de IAA. Em conjunto com as questões comportamentais detectadas pelos testes comportamentais, os resultados sugerem uma inadequação das condições em que as IAAs são praticadas no nosso ambiente, indicando uma inadequação potencialmente prejudicial ao bem estar dos animais coterapeutas. Medidas preventivas como educação contínua dos condutores e supervisão das interações devem ser tomadas para resguardar a segurança dos cães participantes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.03.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IP12300056005T QL795.D6 R672a e.1
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROCHA, Carolina Faria Pires Gama; CHELINI, Marie Odile Monier. Avaliação comportamental e endócrina do nível de estresse de cães participantes de intervenções assistidas por animais. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47132/tde-10082015-115539/ >.
    • APA

      Rocha, C. F. P. G., & Chelini, M. O. M. (2015). Avaliação comportamental e endócrina do nível de estresse de cães participantes de intervenções assistidas por animais. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47132/tde-10082015-115539/
    • NLM

      Rocha CFPG, Chelini MOM. Avaliação comportamental e endócrina do nível de estresse de cães participantes de intervenções assistidas por animais [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47132/tde-10082015-115539/
    • Vancouver

      Rocha CFPG, Chelini MOM. Avaliação comportamental e endócrina do nível de estresse de cães participantes de intervenções assistidas por animais [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47132/tde-10082015-115539/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: