Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Quantificação da contribuição veicular para as concentrações atmosféricas de material particulado fino e Black Carbon em São Paulo (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: HETEM, IVAN GREGORIO - IAG
  • USP Schools: IAG
  • Sigla do Departamento: ACA
  • Subjects: POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA
  • Language: Português
  • Abstract: Os grandes centros urbanos, como a região metropolitana de São Paulo, estão sujeitos a grandes concentrações dos poluentes, em especial devido à densidade industrial e suas frotas veiculares. O material particulado fino (MP2.5) tem sido estudado há muitos anos em São Paulo. Um ponto importante levantado nesses estudos é a dificuldade em se definir traçadores das fontes antrópicas, em especial da fonte veicular. Muitos dos compostos emitidos pelo processo de queima de combustíveis também estão presentes em outras fontes, inclusive a fonte de ressuspensão do solo. Neste contexto, o presente estudo tem como objetivo central quantificar a participação das emissões veiculares e de ressuspensão de solo na composição do Material Particulado Fino (MP2.5) em São Paulo. O projeto foi focado na avaliação dos compostos inorgânicos e Black Carbon, por meio do estudo de amostras de aerossóis atmosféricos colhidas em túneis em 2011 e na campanha de coleta do inverno de 2012. Nas campanhas dos túneis foram coletadas amostras internas e externas aos túneis (Jânio Quadros e Rodoanel trecho Oeste). As amostras da campanha de inverno foram coletadas no topo do bloco A do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências atmosféricas da USP. Nestes sítios também foram coletadas amostras de solo para caracterizar a fonte de ressuspensão da pavimentação. Para a quantificação do black carbon nas amostras foi desenvolvida uma nova curva resposta, ampliando o uso da técnica de refletância, por meio de um algoritmo genético. Com os dados de composição dessas amostras, a identificação das possíveis fontes foi realizada por meio da análise de fatores. Foram identificadas com análise de fatores três fontes principais do material particulado fino em São Paulo: combustão por veículos leves, combustão por veículos pesados e processos industriais e veiculares. A análise da ressuspensão do solo permitiu identificar (Continuação)(Continua) e quantificar a contribuição desta fonte separadamente.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.06.2014

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IAG30200027777CD-ROM 1388 VERSÃO ORIGINAL
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HETEM, Ivan Gregorio; ANDRADE, Maria de Fatima. Quantificação da contribuição veicular para as concentrações atmosféricas de material particulado fino e Black Carbon em São Paulo. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.
    • APA

      Hetem, I. G., & Andrade, M. de F. (2014). Quantificação da contribuição veicular para as concentrações atmosféricas de material particulado fino e Black Carbon em São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Hetem IG, Andrade M de F. Quantificação da contribuição veicular para as concentrações atmosféricas de material particulado fino e Black Carbon em São Paulo. 2014 ;
    • Vancouver

      Hetem IG, Andrade M de F. Quantificação da contribuição veicular para as concentrações atmosféricas de material particulado fino e Black Carbon em São Paulo. 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: