Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Perfil temporal de expressão da proteína acida fibrilar glial e da molécula adaptadora ligante de cálcio ionizado-1 no corno dorsal da medula espinal de camundongos em diferentes modelos de dor patológica (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TURCATO, FLAVIA CORRÊA - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: DOR; INFLAMAÇÃO; DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO
  • Language: Português
  • Abstract: No corno dorsal da medula espinal, atividade de astrócitos e micróglia está relacionada aos estados de manutenção da sensibilização dos neurônios da medula espinal tanto na dor aguda como na dor crônica. No presente estudo investigamos o perfil temporal da atividade de astrócitos e micróglia sob diferentes modelos para caracterizar sua participação nas fases tardias da dor crônica. Foram utilizados camundongos Balb/C machos, com 9-11 semanas de idade.Os modelos foram neuropatia periférica por secção do nervo isquiático, lesão parcial do nervo isquiático, pós-herpética, induzida por quimioterápico (Paclitaxel, 8mg/kg, ip.); dor crônica generalizada induzida por salina pH 4, dor muscular de origem inflamatória induzida por carragenina 3% e dor crônica inflamatória induzida por CFA (20 μl). O desenvolvimento de hipersensibilidade mecânica foi monitorada nas fases iniciais e tardias de cada modelo. Atividade de astrócitos e micróglia foram monitoradas por analise de western blot da expressão de GFAP e Iba-1 em extratos do corno dorsal da medula espinal. Os dados comportamenteis foram analisados por two-way ANOVA enquanto a analise das proteínas foi pord Student’s t-test. p < 0.05 foi considerado estatisticamente significante. Foi observado aumento da expressão de GFAP nos modelos de neuropatia periférica por secção do nervo isquiático, lesão parcial e inflamação crônica, nas fases subaguda e crônica. Já o aumento da expressão de Iba-1 foi identificado nos modelos de neuropatia periférica lesão parcial do nervo isquiático, induzida por quimioterápico, nas fases subaguda e crônica, enquanto na dor crônica generalizada induzida por salina acida e pós-herpética, o aumento de Iba-1 foi observado nas fases agudas também. Não foram observadas alterações na expressão de GFAP e Iba-1 no modelo de inflamação muscular. Os resultadossugeriram que a atividade de astrócitos e micróglia são estimulo e tempo dependentes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.06.2015

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200067293Turcato, Flávia Corrêa
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TURCATO, Flávia Corrêa; LUCAS, Guilherme de Araújo. Perfil temporal de expressão da proteína acida fibrilar glial e da molécula adaptadora ligante de cálcio ionizado-1 no corno dorsal da medula espinal de camundongos em diferentes modelos de dor patológica. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015.
    • APA

      Turcato, F. C., & Lucas, G. de A. (2015). Perfil temporal de expressão da proteína acida fibrilar glial e da molécula adaptadora ligante de cálcio ionizado-1 no corno dorsal da medula espinal de camundongos em diferentes modelos de dor patológica. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Turcato FC, Lucas G de A. Perfil temporal de expressão da proteína acida fibrilar glial e da molécula adaptadora ligante de cálcio ionizado-1 no corno dorsal da medula espinal de camundongos em diferentes modelos de dor patológica. 2015 ;
    • Vancouver

      Turcato FC, Lucas G de A. Perfil temporal de expressão da proteína acida fibrilar glial e da molécula adaptadora ligante de cálcio ionizado-1 no corno dorsal da medula espinal de camundongos em diferentes modelos de dor patológica. 2015 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: