Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Análise do perfil genotípico de pacientes com galactosemia clássica e estudo da relação do genótipo com o fenótipo (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GARCIA, DANIEL FANTOZZI - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGE
  • Subjects: ERROS INATOS DO METABOLISMO; SEQUENCIAMENTO GENÉTICO; MONOSSACARÍDEOS; MUTAÇÃO GENÉTICA
  • Keywords: Duarte galactosemia; Galactose; Galactose; Galactosemia; Galactosemia; Galactosemia Duarte; Galactosemia tipo II; Galactosemia type II; GALK1; GALT; Genetic sequencing; Mutações; Mutations
  • Language: Português
  • Abstract: A galactosemia clássica ou tipo I (GC) é um erro inato do metabolismo da galactose causada pela deficiência da enzima galactose-1-fosfato uridiltransferase (GALT). É transmitida como uma doença autossômica recessiva e é tipicamente caracterizada pela intolerância neonatal a galactose, com complicações que vão desde icterícia, para os casos mais leves, à insuficiência hepática nos mais graves, e às complicações tardias, como disfunções motoras e reprodutivas. A galctosemia também é heterogénea do ponto de vista molecular, com 266 mutações diferentes descritas no gene GALT, algumas específicas para certas populações, refletindo o que se espera de alguns eventos de efeito fundador. O objetivo deste trabalho foi avaliar o perfil de mutações no gene GALT, dos pacientes brasileiros com galactosemia clássica e fazer um estudo da correlação do genótipo com o fenótipo, uma vez que se sabe que parte da variação observada na evolução clínica está relacionada com o nível de atividade residual da enzima e do genótipo. Para tanto, foram incluídos no estudo 31 pacientes com o diagnóstico bioquímico de galactosemia de diversas regiões do Brasil, que tiveram seus dados clínicos obtidos a partir de revisão de prontuários médicos e preenchimento de ficha clínica. Foi realizado o sequenciamento genético direto bidirecional do gene GALT e também estudos adicionais, como genotipagem do gene GALK1 de um paciente, estudo de ancestralidade de sete pacientes, além de simulações de patogenicidade in silico das novas mutações identificadas. Os principais achados clínicos dos pacientes que participaram deste estudo foram hepatomegalia, icterícia, baixo ganho pondero-estatural, vômito recorrente, anemia e catarata. As principais mutações que causam GC descritas na literatura foram identificadas neste estudo, como por exemplo, a p.Q188R, p.S135L e p.K285N, bem como o alelo Duarte 2 eseis mutações novas, p.M1T, p.R33S, p.P73S, IVS3+1G>A, IVS4+4A>C e p.Q169P. Este resultado era esperado, dada a elevada miscigenação da população brasileira. Alguns indivíduos foram diagnosticados através do teste de triagem neonatal expandido, que não está disponível rotineiramente a todos os recém-nascidos, portanto, começaram o tratamento dietético antes de desenvolverem os sinais e sintomas da doença. Para estes indivíduos não foi possível fazer uma análise da relação genótipo-fenótipo. Para os demais indivíduos esta relação foi consistente com o que é descrito na literatura, com os indivíduos homozigotos para a mutação p.Q188R com uma evolução mais grave do que os indivíduos que tinham pelo menos uma mutação p.S135L. Para os indivíduos com as mutações novas, foi observado um amplo espectro de fenótipos, como de pacientes que foi a óbito por insuficiência hepática e sepse à um caso assintomático. Este estudo amplia o espectro de mutação no gene GALT descrito na literatura e reforça a importância tanto do diagnóstico precoce quanto da introdução do tratamento dietético; também acrescenta mais evidências para a discussão sobre a introdução da galactosemia no programa de triagem neonatal do Brasil, onde a incidência da doença é estimada em cerca de 1:20.000
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.05.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200067280Garcia, Daniel Fantozzi
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GARCIA, Daniel Fantozzi; SILVA JÚNIOR, Wilson Araújo da; CAMELO JÚNIOR, José Simon. Análise do perfil genotípico de pacientes com galactosemia clássica e estudo da relação do genótipo com o fenótipo. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17135/tde-28072015-111110/ >.
    • APA

      Garcia, D. F., Silva Júnior, W. A. da, & Camelo Júnior, J. S. (2015). Análise do perfil genotípico de pacientes com galactosemia clássica e estudo da relação do genótipo com o fenótipo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17135/tde-28072015-111110/
    • NLM

      Garcia DF, Silva Júnior WA da, Camelo Júnior JS. Análise do perfil genotípico de pacientes com galactosemia clássica e estudo da relação do genótipo com o fenótipo [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17135/tde-28072015-111110/
    • Vancouver

      Garcia DF, Silva Júnior WA da, Camelo Júnior JS. Análise do perfil genotípico de pacientes com galactosemia clássica e estudo da relação do genótipo com o fenótipo [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17135/tde-28072015-111110/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: