Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

O modelo Weibull modificado exponenciado de longa duração aplicado à sobrevida do câncer de mama (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOUZA, HAYALA CRISTINA CAVENAGUE DE - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RMS
  • Subjects: NEOPLASIAS MAMÁRIAS; SOBREVIDA; RISCO
  • Keywords: Câncer de mama; Longa duração; Sobrevivência; Breast cancer; Long-term; Risk of death; Survival
  • Language: Português
  • Abstract: O câncer de mama é a neoplasia mundialmente mais incidente em mulheres, representando a causa mais frequente de morte feminina por câncer, excetuando-se os tumores de pele não melanoma. O conhecimento da dinâmica de óbitos ao logo do tempo em pacientes com tal neoplasia é de grande importância para auxílio na definição de tratamentos e de políticas de prevenção. Modelos de risco que contemplem parâmetros com referência a situações de longa duração e diferentes funções de risco podem ser úteis nesse contexto. O objetivo desta dissertação é investigar as propriedades de um particular modelo, o modelo Weibull Modificado Exponenciado de Longa Duração (WMELD), para aplicação na avaliação de risco e sobrevida de mulheres diagnosticadas com câncer de mama atendidas no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, São Paulo. As propriedades avaliadas neste estudo consideraram métodos de estimação pontual de Máxima Verossimilhança e estimação intervalar via teoria assintótica, reamostragem bootstrap e verossimilhança perfilada. Critérios de seleção de modelos foram considerados: Teste de Razão de Verossimilhanças (TRV), critério de Akaike (AIC) e critério de Informação de Bayes (BIC), bem como métodos gráficos para avaliar a qualidade do ajuste do modelo: gráfico TTT na presença de censuras com intervalo de confiança bootstrap paramétrico. Foram realizados estudos de simulação de Monte Carlo em diferentes cenários do modelo WMELD, considerando Vício, Erro Quadrático Médio (EQM) e Custo dos estimadores pontuais, Probabilidade de Cobertura e Amplitude Média dos intervalos de confiança. Em relação ao estudo das propriedades do modelo, as estimativas pontuais de máxima verossimilhança apresentaram vício e EQM baixos e mais próximos de zero quanto maior o tamanho amostral e menor a proporção de pacientes imunes. Os intervalos construídos com base em reamostragembootstrap mostraram-se mais adequados em relação à probabilidade de cobertura e amplitude média, com vantagem para o bootstrap paramétrico. AIC e TRV alcançaram poder discriminativo superior ao BIC, porém os três métodos apresentam-se defasados para pequenos tamanhos amostrais e valores dos parâmetros próximos do valor de nulidade. Os métodos de inferência com melhor desempenho nesse estudo foram considerados para avaliar os fatores associados ao risco e sobrevida de pacientes com câncer de mama atendidas no HCFMRP. Com o ajuste do modelo WMELD, mostraram-se associados à sobrevida os fatores: Estadiamento, Faixa Etária e Quantidade de tratamentos. A sobrevida em oito anos ou mais foi maior quanto menor o estadiamento e os óbitos ocorreram de forma mais acelerada ao longo do tempo em estadiamentos avançados. Pacientes com menos de 35 anos de idade nos estadiamentos II e III e com mais de 75 anos no estadiamento III têm menor sobrevida do que as pacientes com 35 a 75 anos. Pacientes que realizaram menos tratamentos nos estadiamentos III ou IV vão a óbito mais rapidamente do que pacientes que fizeram mais tratamentos, porém a sobrevida após oito ou mais anos é igual nos dois grupos. Adicionalmente, e fundamental no contexto da clínica médica, o modelo WMELD apresenta interpretações relevantes em relação a seus parâmetros na dinâmica do processo de ocorrência de óbitos ao longo do tempo. Verificamos que os parâmetros α, β e p levam informações sobre o tempo de vida, já os parâmetros λ, θ e β descrevem o comportamento do risco de óbito
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.05.2015
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Hayala Cristina Cavenague de; PERDONÁ, Gleici da Silva Castro. O modelo Weibull modificado exponenciado de longa duração aplicado à sobrevida do câncer de mama. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17139/tde-28072015-101629/ >.
    • APA

      Souza, H. C. C. de, & Perdoná, G. da S. C. (2015). O modelo Weibull modificado exponenciado de longa duração aplicado à sobrevida do câncer de mama. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17139/tde-28072015-101629/
    • NLM

      Souza HCC de, Perdoná G da SC. O modelo Weibull modificado exponenciado de longa duração aplicado à sobrevida do câncer de mama [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17139/tde-28072015-101629/
    • Vancouver

      Souza HCC de, Perdoná G da SC. O modelo Weibull modificado exponenciado de longa duração aplicado à sobrevida do câncer de mama [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17139/tde-28072015-101629/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019