Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Comparação do limiar anaeróbio e da carga crítica com relação aos parâmetros cardiorrespiratórios, metabólicos e eletromiográficos no exercício resistido de Leg Press 45º em jovens e idosos (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ARAKELIAN, VIVIAN MARIA - BIOENGENHARIA
  • USP Schools: BIOENGENHARIA
  • Subjects: ELETROMIOGRAFIA; CARDIOLOGIA; EXERCÍCIO FÍSICO; ENVELHECIMENTO
  • Language: Português
  • Abstract: A crescente demanda pelo treinamento resistido tem incentivado a procura de metodologias para a prescrição deste tipo de exercício. Por isso, há uma busca incessante para se prescrever corretamente qual parâmetro e/ou intensidade seja a ideal para a execução do exercício resistido. Dessa forma protocolos incrementais podem ser interessantes, uma vez que podem determinar a magnitude das respostas fisiológicas (principalmente lactato e consumo de oxigênio) em diferentes domínios (leve, moderado e alto), pois através deles é possível identificar parâmetros de aptidão aeróbia e anaeróbia, como o limiar de lactato, limiar anaeróbio e carga crítica. No entanto, poucos estudos têm analisado de forma sistematizada diferentes intensidades de exercício resistido com o objetivo de determinar a magnitude das respostas cardiorrespiratórias, metabólicas e eletromiográficas para então propor estratégias reabilitadoras a indivíduos idosos baseada nestas respostas. Dessa forma, o objetivo principal desse estudo foi comparar as intensidades determinadas como limiar anaeróbio e carga crítica, em relação aos parâmetros de frequência cardíaca, ventilação, consumo de oxigênio, lactato, débito cardíaco, volume sistólico, além da análise eletromiográfica, entre jovens e idosos. Participaram deste estudo 35 homens ativos, sendo 20 jovens (média de idade de 23 ± 3 anos) e 15 idosos (média de idade de 70 ± 2,4 anos), aparentemente saudáveis. Todos os voluntários realizaram, de forma aleatória e em dias diferentes a: 1) teste de 1 RM em exercício resistido no Leg Press 45°; 2) teste de exercício físico resistido dinâmico crescente descontínuo; 3) três testes de exercícios resistidos de alta intensidade de carga constante (60%, 75% e 90% de 1 RM) até a fadiga e, após estes testes realizaram:, 4) teste de tolerabilidade no limiar anaeróbio, obtido através do teste crescente e,5) teste de tolerabilidade da carga crítica obtida, pela regressão linear e relação hiperbólica entre carga e tempo de execução. Com relação ao limiar anaeróbio, obtido no teste incremental, foi possível determinar que este ocorreu em torno de 30% 1 RM e a carga crítica foi aproximadamente 52% 1 RM, para ambos os grupos. Com relação aos parâmetros estudados nas intensidades de exercício executadas, o envelhecimento mostrou ser determinante para uma redução nos valores relativos à capacidade aeróbia bem como na frequência cardíaca. Já com relação especificamente as intensidades do limiar anaeróbio e carga crítica, em ambos os grupos a ventilação, foi maior e consumo de oxigênio foi menor na intensidade da carga crítica. Já para as respostas de lactato, nós observamos menores valores para o grupo idoso, tanto para o limiar como na carga crítica. O débito cardíaco apresentou diferença apenas entre os grupos e não entre as intensidades, sendo que devido ao envelhecimento, houve redução dos valores. Já para a EMG, houve maiores quedas do slope da FM para idosos quando comparado aos jovens em 30%, e além disso, na intensidade de 30% acarretou em menor queda que em 52%. Ao comparar ao longo do tempo a FM e o RMS, o comportamento destes foi semelhantes nas duas intensidades, ou seja, de queda e aumento, respectivamente, o que é indicativo de maior fadigabilidade ao final do exercício. Além disso, a taxa de queda foi maior no grupo idoso, sendo que esse parâmetro é um indicador de maior fadiga muscular para este grupo. Entretanto, o comportamento do RMS ao final das duas intensidades foi menor nos idosos. Dessa forma, nossos resultados podem ter aplicações como uma forma de avaliar o desempenho funcional durante exercícios resistidos em diferentes populações e também pode ter utilidade na prescrição de um programa de treinamento dependo do objetivo a ser alcançado,elucidando a importância prática da aplicação de exercícios de resistência dinâmica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.03.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EESC31100203313TESE 9242
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ARAKELIAN, Vivian Maria; SILVA, Audrey Borghi. Comparação do limiar anaeróbio e da carga crítica com relação aos parâmetros cardiorrespiratórios, metabólicos e eletromiográficos no exercício resistido de Leg Press 45º em jovens e idosos. 2015.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-28032016-144717/pt-br.php >.
    • APA

      Arakelian, V. M., & Silva, A. B. (2015). Comparação do limiar anaeróbio e da carga crítica com relação aos parâmetros cardiorrespiratórios, metabólicos e eletromiográficos no exercício resistido de Leg Press 45º em jovens e idosos. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-28032016-144717/pt-br.php
    • NLM

      Arakelian VM, Silva AB. Comparação do limiar anaeróbio e da carga crítica com relação aos parâmetros cardiorrespiratórios, metabólicos e eletromiográficos no exercício resistido de Leg Press 45º em jovens e idosos [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-28032016-144717/pt-br.php
    • Vancouver

      Arakelian VM, Silva AB. Comparação do limiar anaeróbio e da carga crítica com relação aos parâmetros cardiorrespiratórios, metabólicos e eletromiográficos no exercício resistido de Leg Press 45º em jovens e idosos [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-28032016-144717/pt-br.php