Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Qual a importância da detecção de lesões iniciais de cárie em crianças pré-escolares? Evidências de um estudo de coorte com 2 anos de acompanhamento (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GUEDES, RENATA SARAIVA - FO
  • USP Schools: FO
  • Sigla do Departamento: ODO
  • Subjects: CÁRIE DENTÁRIA; FATORES DE RISCO; CRIANÇAS; ODONTOPEDIATRIA
  • Keywords: Cárie dentária; Child; Criança; Dental caries; Estudo observacional; Fatores de risco; Observational study; Pré-escolar; Preschool; Risk factors
  • Language: Português
  • Abstract: Os objetivos desse estudo de coorte realizado em crianças pré-escolares foram: (1) avaliar a validade preditiva e de constructo utilizando um critério de avaliação de atividade de lesões de cárie associado ao Sistema Internacional de Detecção e Avaliação de Cárie (ICDAS, do inglês International Caries Detection and Assessment System); (2) avaliar o risco de superfícies hígidas, com lesões iniciais de cárie (escores 1 e 2 do ICDAS) e lesões moderadas (escores 3 e 4) progredirem para lesões cavitadas em dentina (escores 5 e 6 do ICDAS) em dentes decíduos; (3) avaliar a influência da presença de lesões iniciais no risco de desenvolvimento de lesões de cárie; (4) avaliar se o impacto da cárie dentária na qualidade de vida de crianças se altera com o incremento de novas lesões ao longo do tempo; e (5) avaliar o impacto da cárie dentária em diferentes estágios de severidade na piora da qualidade de vida relacionada à saúde bucal em crianças. Um exame inicial foi realizado por 15 examinadores durante o Dia Nacional de Vacinação em junho de 2010, na cidade de Santa Maria (RS). Nesse dia, 639 crianças de um a cinco anos de idade foram examinadas utilizando o ICDAS para detecção das lesões de cárie e um critério adicional para avaliação da atividade das lesões de cárie. Outras variáveis demográficas e socioeconômicas relacionadas a cada criança foram coletadas com os pais das crianças. Um questionário para avaliar o impacto das condições bucais na qualidade de vida das crianças(ECOHIS, do inglês Early Childhood Oral Health Impact Scale) também foi aplicado aos pais. Após dois anos, as mesmas crianças foram reexaminadas por quatro examinadores treinados e recalibrados para a avaliação das condições relacionadas à cárie dentária. O questionário ECOHIS também foi reaplicado. A associação entre as diversas variáveis explanatórias e os desfechos foram avaliadas usando análises de regressão de Poisson apropriadas (regular ou de multinível) que permitiram o cálculo dos valores de risco relativo e respectivos intervalos de confiança a 95%. Após dois anos, um total de 469 crianças foram reavaliados (taxa de acompanhamento positivo de 73,4%). As lesões de cárie ativas não cavitadas na superfície oclusal apresentaram um risco duas vezes maior de progressão quando comparado com as lesões inativas. Também foi observado que lesões não cavitadas em crianças com lesões de cárie severa no início do estudo apresentaram três vezes maior risco de progressão do que crianças com apenas lesões iniciais. Além disso, crianças com lesões moderadas ou severas apresentaram maior risco de desenvolverem novas lesões comparadas a crianças livres de cárie. Esse efeito foi observado em crianças com lesões iniciais quando eram menores de três anos. Quando o desfecho foi o impacto da saúde bucal na qualidade de vida, as crianças que tiveram novas lesões apresentaram piora na qualidade de vida quando comparadas com aquelas crianças que não desenvolveram novas lesões cariosas, eisso foi relacionado à severidade. Considerando os diferentes estágios da doença cárie na avaliação longitudinal da qualidade de vida, apenas as crianças com lesões moderadas ou crianças com lesões severas no início do estudo apresentaram piora na qualidade de vida após dois anos. Em conclusão, o sistema de atividade de cárie adicional associado ao ICDAS apresenta validade preditiva e de constructo em dentes decíduos. No entanto, as lesões de cárie iniciais de um modo geral apresentam baixa taxa de progressão, e essas lesões têm maior risco de progressão em crianças com pelo menos uma lesão moderada ou severa em outro dente. Outro fato é que a presença de lesões moderadas ou severas é um importante preditor para o surgimento de novas lesões de cárie. No entanto, comparado a crianças livres de cárie, crianças com apenas lesões iniciais de cárie aparentemente possuem maior risco de desenvolverem novas lesões somente nas idades mais precoces (até três anos de idade). Ainda, pôde-se constatar que o maior número de novas lesões de cárie provoca uma piora da qualidade de vida em crianças pré-escolares. Entretanto, a presença de lesões iniciais não causa um impacto na qualidade de vida após dois anos, mas a presença de lesões moderadas e extensas provocam essa piora
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.08.2015
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GUEDES, Renata Saraiva; MENDES, Fausto Medeiros. Qual a importância da detecção de lesões iniciais de cárie em crianças pré-escolares? Evidências de um estudo de coorte com 2 anos de acompanhamento. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23132/tde-21092015-152813/ >.
    • APA

      Guedes, R. S., & Mendes, F. M. (2015). Qual a importância da detecção de lesões iniciais de cárie em crianças pré-escolares? Evidências de um estudo de coorte com 2 anos de acompanhamento. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23132/tde-21092015-152813/
    • NLM

      Guedes RS, Mendes FM. Qual a importância da detecção de lesões iniciais de cárie em crianças pré-escolares? Evidências de um estudo de coorte com 2 anos de acompanhamento [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23132/tde-21092015-152813/
    • Vancouver

      Guedes RS, Mendes FM. Qual a importância da detecção de lesões iniciais de cárie em crianças pré-escolares? Evidências de um estudo de coorte com 2 anos de acompanhamento [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23132/tde-21092015-152813/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019