Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Análise da assimetria e irregularidade de borda entre lesões melanocíticas (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SBRISSA NETO, DAVID ANTôNIO - IFSC
  • USP Schools: IFSC
  • Subjects: RECONHECIMENTO DE PADRÕES; DIAGNÓSTICO (MÉTODOS); PROCESSAMENTO DE IMAGENS; MELANOMA
  • Keywords: ABCD rule; Early diagnosis; Image processing; Malignant melanoma; Pattern recongnition
  • Language: Português
  • Abstract: Nos últimos anos, o desenvolvimento da computação tem auxiliado profissionais da saúde no tratamento, prevenção e diagnóstico de doenças. Um dos grandes desafios do campo tem sido o desenvolvimento de métodos para a discriminação do câncer de pele do tipo melanoma maligno em relação à outras lesões benignas. Para tal, pesquisadores usam técnicas de processamento e análise de imagens, explorando métricas baseadas na regra ABCD, para o desenvolvimento de métodos de diagnóstico de melanoma através de imagens. Enquanto diversos estudos abordam a coloração e textura do melanoma, um tratamento sistemático da irregularidade dos melanomas ainda não foi relatado. O presente trabalho traz um estudo dos fatores que influenciam a discriminação de lesões melanocíticas malignas e benignas, tomando como referência a assimetria das lesões e as irregularidades contidas em sua borda. Foram coletadas 143 imagens de casos clínicos de melanoma maligno, nevos regulares e nevos atípicos. Após tratamentos iniciais das imagens e posterior segmentação das lesões, extraiu-se 52 métricas referentes ao propósito do trabalho. A visualização da projeção LDA das três categorias revelou boa discriminação entre as categorias melanoma com relação as demais, reforçando a premissa original da acentuada irregularidade dos melanomas. Este resultado foi confirmado pela validação cruzada da projeção, com acertos da ordem de 75% para o grupo melanoma e 54% e 40% para os respectivos grupos nevo regular e nevoatípico. Deste resultado prevê-se uma das aplicações do sistema, na discriminação geral entre melanoma dos demais nevos. Para tal, uniu-se os grupos benignos em uma única categoria para a validação cruzada, gerando cálculos de sensibilidade e especificidade da ordem de 90% e 73% respectivamente. Outro importante resultado foi a comparação desses valores com as informações sobre o diâmetro das lesões. Conclui-se que ambas medidas (borda e tamanho) são igualmente relevantes no diagnóstico do melanoma, reflexo da própria patologia do melanoma, na qual acentuam-se ambas características em relação as demais lesões. Porém, a junção de ambas informações num único processamento não melhora a qualidade do diagnóstico, que nos permite prever que possa ser mais vantajoso proceder duas validações distintas com pesos iguais para o diagnóstico final. Por fim, um teste realizado com clínicos gerais e especialistas em melanoma revelou uma importante contribuição do método no auxílio de triagens ambulatoriais de casos suspeitos, principalmente para médicos com baixa ou nenhuma experiência em diagnóstico de melanoma
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.07.2015

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IFSC82002413Te2413
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SBRISSA NETO, David Antônio; TRAVIESO, Gonzalo. Análise da assimetria e irregularidade de borda entre lesões melanocíticas. 2015.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2015.
    • APA

      Sbrissa Neto, D. A., & Travieso, G. (2015). Análise da assimetria e irregularidade de borda entre lesões melanocíticas. Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Sbrissa Neto DA, Travieso G. Análise da assimetria e irregularidade de borda entre lesões melanocíticas. 2015 ;
    • Vancouver

      Sbrissa Neto DA, Travieso G. Análise da assimetria e irregularidade de borda entre lesões melanocíticas. 2015 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: