Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Uso da melatonina e do ácido ferúlico como promotores da função do espermatozoide equino criopreservado (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LANÇONI, RENATA - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VRA
  • Subjects: ANTIOXIDANTES; CORANTES FLUORESCENTES; CRIOPRESERVAÇÃO ANIMAL; ESTRESSE OXIDATIVO; GARANHÕES; SÊMEN ANIMAL
  • Keywords: Antioxidants; Cryopreservation; Fluorescent probes; Oxidative stress; Stallion
  • Language: Português
  • Abstract: As espécies reativas de oxigênio (ROS) podem ser responsáveis por causar danos às membranas dos espermatozoides, fragmentação de DNA, entre outros fatores, influenciando assim na fertilidade principalmente no processo de criopreservação do sêmen. A melatonina (MEL) e o ácido ferúlico (AF) são potentes agentes antioxidantes que poderiam atuar no controle da produção de ROS no sêmen equino. Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito dos antioxidantes AF e MEL na criopreservação do sêmen equino. Foram utilizados 5 ejaculados de 4 garanhões. Dentre os tratamentos aplicados, foram utilizadas duas concentrações de cada antioxidante (AF 0,5mM, AF 1,2mM, MEL 2mM e MEL 1µM) além do controle (diluidor de congelação convencional BotuCrio®), totalizando 5 tratamentos. As variáveis analisadas foram cinética espermática pelo sistema CASA (programa SCA - Sperm Class Analyser), morfologia, integridade de membranas plasmática, acrossomal e potencial de membrana mitocondrial, com o uso das sondas fluorescentes PI, Hoescht 33342, FITC-PSA e JC-1 além da produção de (ROS) pelo espermatozoide com a sonda fluorescente CellRox Deep Red®. Comparações entre os tratamentos foram realizadas pelo modelo linear generalizado (PROC GLM) do SAS (Versão 9.3) e as diferenças entre eles foram localizadas através do teste de Duncan. A probabilidade de P0,05 foi considerada como diferença significativa. Os resultados para características da motilidade tiveram diferença significativa em algunsaspectos, porém nenhum tratamento foi superior ao controle. Houve diminuição no percentual de defeitos maiores nas amostras tratadas com AF 1,2mM, MEL 2mM e MEL 1μM comparadas ao grupo controle. No que diz respeito à integridade de membranas, o tratamento MEL 1μM apresentou porcentagens significativamente melhores nas células com membrana plasmática intacta, acrossomo intacto e alto potencial de membrana mitocondrial, quando comparadas ao grupo controle. As células em estresse oxidativo não se diferenciaram entre os tratamentos. O uso da sonda fluorescente CellRox Deep Red® foi validado para espermatozoides de equinos. Foram utilizados 4 ejaculados de 4 garanhões aos quais eram submetidos aos tratamentos T0 (fração do ejaculado não submetida à indução do estresse oxidativo), T50 (50% da amostra não induzida e 50% induzida ao estresse oxidativo) e T100 (amostra induzida ao estresse oxidativo). Os dados de porcentagem de células positivas (com estresse oxidativo) foram submetidos à análise de regressão polinomial pelo modelo linear generalizado (PROC GLM) do SAS (Versão 9.3). O valor do coeficiente de determinação (R2) foi igual a 0,88 e a probabilidade de P0,05 foi considerada significativa. Pode-se concluir que o tratamento MEL 1μM contribui para a preservação da integridade de membranas espermáticas durante o processo de criopreservação do sêmen equino e que a sonda fluorescente CellRox Deep Red® é eficiente na detecção de espécies reativasde oxigênio no espermatozoide de garanhões
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.05.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300074612T.3129o FMVZ
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LANÇONI, Renata; ARRUDA, Rubens Paes de. Uso da melatonina e do ácido ferúlico como promotores da função do espermatozoide equino criopreservado. 2015.Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-17092015-103200/ >.
    • APA

      Lançoni, R., & Arruda, R. P. de. (2015). Uso da melatonina e do ácido ferúlico como promotores da função do espermatozoide equino criopreservado. Universidade de São Paulo, Pirassununga. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-17092015-103200/
    • NLM

      Lançoni R, Arruda RP de. Uso da melatonina e do ácido ferúlico como promotores da função do espermatozoide equino criopreservado [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-17092015-103200/
    • Vancouver

      Lançoni R, Arruda RP de. Uso da melatonina e do ácido ferúlico como promotores da função do espermatozoide equino criopreservado [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-17092015-103200/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: