Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeitos da acidificação dos oceanos nos processos biogeoquímicos em sedimentos costeiros:: experimentos in situ e em laboratório (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ALVES, BETINA GALERANI RODRIGUES - IO
  • USP Schools: IO
  • Sigla do Departamento: IOB
  • Subjects: BENTOS; BIOGEOQUÍMICA MARINHA; SEDIMENTOLOGIA MARINHA; NUTRIENTES; UBATUBA (SP)
  • Language: Português
  • Abstract: A acidificação dos oceanos, resultado do aumento das emissões de gás carbônico (CO2), por atividades antrópicas, vem causando uma mudança no equilíbrio químico do sistema carbonato e uma consequente diminuição do pH nos oceanos mundiais. Cerca de 30% das emissões antropogênicas de CO2 é absorvida pelo oceano, o que já reduziu o PH em 0,1 unidade em águas superficiais e são esperadas ainda maiores reduções. A escala de mudanças "toleráveis" de pH ainda é incerta para muitos organismos e pouco conhecida para muitos processos biológicos, particularmente no sedimento. Este trabalho teve como objetivo quantificar tanto as taxas atuais de remineralização da matéria orgânica e fluxos de nutrientes na interface água-sedimento, como as alterações nessas taxas em resposta a diferentes cenários de acidificação do oceano, usando câmaras de incubação bêntica tanto in situ como em laboratório. Os experimentos in situ e coleta de material para montagem dos experimentos em laboratório foram realizados através de mergulho autônomo, na área rasa de Ubatuba-SP (6-8 m de profundidade). As incubações mostraram alto consumo de O2, variando entre -17 mmol m-2 d-1 em Julho de 2012 e -112 mmol m-2 d-1 em Abril e Junho de 2013. Houve uma dominância da nitrificação, com fluxos entre 0.2 and 0,4 µmol m-2 d-1 (sem variação temporal). As incubações também mostraram fluxos positivos de amônio, sendo os mais altos (1.0 - 1.5 µmol m-2 d-1) observados em Março, Abril e Junho de 2013. No geral, os processos de heterotrofia líquida prevaleceram sobre os processos autotróficos na região de estudo. Esses resultados indicam que os processos que ocorrem nos sedimentos costeiros de Ubatuba são: (1) remineralização aeróbica bêntica, (2) processos de nitrificação maiores que denitrificação e (3) provável excreção de organismos bênticos. O experimento de acidificação in situ indicou um aumento nos fluxos de O2 (continua)(Continuação) (de 0.02 para 45 mmol m-2 d-1). Os experimentos com acidificação mostraram efeitos similares: aumento do consumo médio de O2 e liberação de CO2, principalmente na areia. Houve diminuição nos processos de nitrificação em resposta à diminuição do pH. O estudo forneceu resultados importantes e inéditos sobre os processos biogeoquímicos em sedimentos costeiros da região de Ubatuba (SP), assim como os efeitos da acidificação dos oceanos nos processos biogeoquímicos em sedimentos costeiros.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.12.2014

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IO2724065-1003.42 A477e Tese Doutor
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALVES, Betina Galerani Rodrigues; SUMIDA, Paulo Yukio Gomes. Efeitos da acidificação dos oceanos nos processos biogeoquímicos em sedimentos costeiros:: experimentos in situ e em laboratório. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.
    • APA

      Alves, B. G. R., & Sumida, P. Y. G. (2014). Efeitos da acidificação dos oceanos nos processos biogeoquímicos em sedimentos costeiros:: experimentos in situ e em laboratório. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Alves BGR, Sumida PYG. Efeitos da acidificação dos oceanos nos processos biogeoquímicos em sedimentos costeiros:: experimentos in situ e em laboratório. 2014 ;
    • Vancouver

      Alves BGR, Sumida PYG. Efeitos da acidificação dos oceanos nos processos biogeoquímicos em sedimentos costeiros:: experimentos in situ e em laboratório. 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: