Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracterização do resíduo de serragem de rochas ornamentais para aplicações geotécnicas (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: OLIVEIRA, TATIANE DE - EESC
  • USP Schools: EESC
  • Subjects: GRANITO; SUSTENTABILIDADE; RESÍDUOS (APROVEITAMENTO)
  • Language: Português
  • Abstract: O Brasil ocupa hoje posição de destaque na produção mundial de rochas ornamentais e de revestimento. Essa indústria gera diferentes tipos de resíduos, podendo atingir cerca de 83% de perda de matéria-prima. Nesse contexto o que tem causado mais transtornos é a denominada lama abrasiva, gerada no processo de desdobramento de blocos em placas sendo constituída de água, cal, pó de rocha e restos de limalha de aço e de lâminas. Esse material é produzido em grandes quantidades e pode ser estocado no pátio das empresas, ocupando vastas áreas ou podem ser armazenados em aterros o que é mais oneroso. Com vista a este problema, o objetivo desta pesquisa foi caracterizar o resíduo do corte de blocos de rochas ornamentais visando a possibilidade de diferentes aplicações na geotecnia. Para tanto, foram realizadas a classificação do resíduo conforme ABNT NBR 10004, caracterização química/mineralógica e geotécnica, avaliação de resistência e ensaios da metodologia Miniatura Compactada Tropical (MCT) da lama abrasiva produzida em uma empresa do interior do Estado de São Paulo. A partir desses ensaios foi possível classificar o resíduo como não perigoso e inerte, sendo que os parâmetros geotécnicos indicaram uma granulometria com cerca de 64% de silte, índice de plasticidade de 5%, massa específica dos sólidos de 2,823 g/'CM POT.3', massa específica máxima seca de 1,650 g/'CM POT.3' com umidade ótima de 21% na energia intermediária e 1,645 g/'CM POT.3' com 25,6% de umidade na energia normal. A resistência à compressão simples alcançou aos 28 dias de cura 0,354 MPa com o resíduo puro, 1,174 MPa com 2% de cimento e 2,294 MPa com 5% de cimento. Os ensaios de cisalhamento direto mostraram uma coesão de 54 kPa e 35° de ângulo de atrito. De acordo com a metodologia MCT o resíduo foi classificado como NS' (silte não laterítico) de baixa permeabilidade que aumentou com oacréscimo de cimento, e baixa perda de suporte por imersão. Em linhas gerais a partir dos ensaios observou-se que esse material pode ter aplicações geotécnicas, mas para tanto outros ensaios deverão ser realizados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.08.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EESC31100202966TESE 9282
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Tatiane de; RIBEIRO, Rogério Pinto. Caracterização do resíduo de serragem de rochas ornamentais para aplicações geotécnicas. 2015.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-16112015-092931/pt-br.php >.
    • APA

      Oliveira, T. de, & Ribeiro, R. P. (2015). Caracterização do resíduo de serragem de rochas ornamentais para aplicações geotécnicas. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-16112015-092931/pt-br.php
    • NLM

      Oliveira T de, Ribeiro RP. Caracterização do resíduo de serragem de rochas ornamentais para aplicações geotécnicas [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-16112015-092931/pt-br.php
    • Vancouver

      Oliveira T de, Ribeiro RP. Caracterização do resíduo de serragem de rochas ornamentais para aplicações geotécnicas [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-16112015-092931/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: