Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Prevalência de episódio de depressão maior em áreas de abrangência da estratégia saúde da família em dois municípios do Amazonas (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SANTOS, EDINILZA RIBEIRO DOS - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: PREVALÊNCIA; DEPRESSÃO; ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE; ESTRATÉGIAS TERAPÊUTICAS; SAÚDE MENTAL; SAÚDE DA FAMÍLIA; SERVIÇOS DE SAÚDE
  • Keywords: Atenção primária à saúde; Depressive; Depressive disorder major; Estratégia saúde da família; Family health strategy; Health services/utilization; Mental health; Prevalence; Primary health care; Serviço de saúde/utilização; Transtorno depressivo maior
  • Language: Português
  • Abstract: Introcução: Estima-se que, no mundo, mais de 350 milhões de pessoas de todas as idades tenham depressão. Em 2010, a depressão foi a segunda principal causa de anos vividos com incapacidade. Embora haja tratamentos eficazes, a proporção de casos diagnosticados e tratados é baixa em todo o mundo, menor ainda nos países de média e baixa renda. Objetivos. Estimar a prevalência de Episódio de Depressão Maior (EDM) na população de 20 anos ou mais cadastrada na Estratégia Saúde da Família (ESF) em dois municípios do Estado do Amazonas (Coari e Tefé); avaliar a associação de EDM com características individuais e investigar a associação entre EDM e utilização de serviços de saúde. Método. Estudo de corte transversal conduzido entre agosto de 2013 e maio de 2014 com amostra representativa da população com 20 anos ou mais, cadastrada na ESF da área urbana dos municípios de Coari e Tefé. Os desfechos "Depressão maior" e "Utilização de Serviços de Saúde" foram avaliados com a escala Patient Health Questionnaire-9 (PHQ-9) e questões sobre uso de serviços de atenção primária, urgência ou emergência e atenção médica especializada. Foram avaliadas as seguintes exposições: características demográficas e socioeconômicas, apoio social, eventos de vida estressantes, uso de tabaco e álcool, morbidades físicas e tratamento para transtornos mentais. As entrevistas foram realizadas no domicílio do participante. Regressão de Poisson foi utilizada para examinar a associação entre EDM e os fatoresde exposição; os resultados foram apresentados como razão de prevalência, com os respectivos intervalos de confiança de 95% (IC 95%). Resultados. A prevalência geral de EDM foi 19,1% (IC 95% 17,2-21,1), sendo 22,2% (IC 95% 19,3-25,0) para mulheres e 16,0 (IC 95% 13,4-18,5) para homens. As prevalências de EDM em Coari e Tefé foram 18,3% (IC 95% 15,7-21,0) e 19,9% (IC 95% 17,2-22,7), respectivamente. Sexo feminino, ausência de apoio social de amigos/colegas, maior número de eventos de vida produtores de estresse e de morbidades físicas foram associados independentemente com depressão maior. Baixa escolaridade e baixa renda, uso de tabaco e uso de risco de álcool foram associados com depressão maior nas análises não ajustadas. EDM foi independentemente associado com a utilização dos três tipos de serviço de saúde investigados. Menos que 4,0% da população estudada recebiam algum tipo de tratamento relacionado à saúde mental. Conclusão. O Estado do Amazonas tem altos índices de desemprego, pobreza e baixa escolaridade, fatores de risco conhecidos para depressão. Uma parcela dos habitantes de Coari e Tefé apresentou indicadores de desvantagem social. Neste contexto, a alta prevalência de EDM encontrada no estudo, cerca de um em cada cinco adultos, não surpreende. As características individuais associadas com EDM nestes municípios são similares aos fatores de risco para depressão no Brasil e em outras partes do mundo. Apesar dos participantes com depressão utilizarem com maiorfrequência os serviços de saúde, apenas uma pequena proporção da população estudada recebia tratamento para transtornos mentais. Existe uma grande lacuna para o tratamento de depressão no Estado do Amazonas. Programas de tratamento que incluam identificação e tratamento de depressão no contexto da atenção primária devem ser desenvolvidos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.08.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2725133-20W4.DB8^SP.USP^FM-2^S232pre^2015^Original
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Edinilza Ribeiro dos; MENEZES, Paulo Rossi; SCAZUFCA, Marcia. Prevalência de episódio de depressão maior em áreas de abrangência da estratégia saúde da família em dois municípios do Amazonas. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5137/tde-26102015-150809/ >.
    • APA

      Santos, E. R. dos, Menezes, P. R., & Scazufca, M. (2015). Prevalência de episódio de depressão maior em áreas de abrangência da estratégia saúde da família em dois municípios do Amazonas. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5137/tde-26102015-150809/
    • NLM

      Santos ER dos, Menezes PR, Scazufca M. Prevalência de episódio de depressão maior em áreas de abrangência da estratégia saúde da família em dois municípios do Amazonas [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5137/tde-26102015-150809/
    • Vancouver

      Santos ER dos, Menezes PR, Scazufca M. Prevalência de episódio de depressão maior em áreas de abrangência da estratégia saúde da família em dois municípios do Amazonas [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5137/tde-26102015-150809/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: