Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Investigação da resistência à corrosão de ferros fundidos com microestrutura bainítica e perlítica em meio de condensado sintético (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: COSTA, SANDRA MATOS CORDEIRO - IPEN
  • USP Schools: IPEN
  • Subjects: MOTORES DIESEL; COMBUSTÃO; FERRO FUNDIDO; CORROSÃO; GASES; ELETROQUÍMICA; ESPECTROSCOPIA
  • Language: Português
  • Abstract: As indústrias que desenvolvem motores de combustão interna têm como preocupação atual prover motores que sejam cada vez menos poluentes, uma vez que a preocupação com a preservação do meio ambiente é intensa em todo o mundo. No entanto, com o desenvolvimento de novas tecnologias destinadas à redução das emissões, a condensação dos gases, provenientes da combustão, está sendo promovida dentro das câmaras de combustão dos veículos. Ácidos, como sulfúrico e nítrico, são gerados pela condensação destes gases. Esta condensação está associada às altas taxas de recirculação de gases de escape, conhecido como EGR, (termo em inglês para Exhaust Gas Recirculation). Consequentemente, problemas de corrosão nos componentes do motor estão aumentando, especialmente em camisas de cilindro em ferro fundido. Neste estudo, foi investigada a resistência à corrosão de dois ferros fundidos, um de microestrutura perlítica e o outro com microestrutura bainítica, em soluções de condensado natural e sintético de motores movidos a diesel. Os resultados foram associados às microestruturas e as composições químicas dos materiais estudados. Resultados de testes de imersão e ensaios de espectroscopia de impedância eletroquímica, bem como de curvas de polarização potenciodinâmicas, indicaram que os dois materiais não apresentam resistência à corrosão nos meios de ensaio adotados. O ataque intenso da matriz observado em ambos os materiais observado pelos ensaios de imersão, mostraram a atuação do mecanismoeletroquímico de corrosão por grafitização. Este mecanismo causa o ataque localizado e destrutivo da matriz de ferrita (-Fe), que funciona como anodo enquanto as grafitas atuam como áreas catódicas. Enquanto em meio ácido não foi possível observar uma diferenciação entre os dois tipos de ferros fundidos estudados, em meio neutro e aerado, o ferro fundido bainítico mostrou resistência à corrosão superior à do ferro fundido perlítico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.03.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IPEN2726054-10T669.13 C837i
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, ^Sandra^Matos^Cordeiro; COSTA, Isolda. Investigação da resistência à corrosão de ferros fundidos com microestrutura bainítica e perlítica em meio de condensado sintético. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/85/85134/tde-02032015-140740/ >.
    • APA

      Costa, ^S. ^M. ^C., & Costa, I. (2014). Investigação da resistência à corrosão de ferros fundidos com microestrutura bainítica e perlítica em meio de condensado sintético. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/85/85134/tde-02032015-140740/
    • NLM

      Costa ^S^M^C, Costa I. Investigação da resistência à corrosão de ferros fundidos com microestrutura bainítica e perlítica em meio de condensado sintético [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/85/85134/tde-02032015-140740/
    • Vancouver

      Costa ^S^M^C, Costa I. Investigação da resistência à corrosão de ferros fundidos com microestrutura bainítica e perlítica em meio de condensado sintético [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/85/85134/tde-02032015-140740/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: