Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Stakeholders das empresas multinacionais: o caso das empresas coreanas multinacionais no Brasil (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: KIM, JEONGHEON - FEA
  • USP Schools: FEA
  • Subjects: STAKEHOLDER; EMPRESAS MULTINACIONAIS
  • Keywords: Multinational companies; Percepção dos gestores; Perception of the managers
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo é investigar a diferença entre as características dos stakeholders no Brasil e na Coreia do Sul que são percebidas pelos gestores de empresas multinacionais coreanas(Todo o trabalho está baseado em dados da Coreia do Sul, e \"Korea\" e \"Korean\" devem ser interpretados como relacionados a este país). Em negócios internacionais, o ambiente das multinacionais tornou-se desafiador para as empresas que decorrem de ambientes multidimensionais dos países, tais como macroeconômico, cultural, político e legal, entre outros. Logo, a gestão dos stakeholders em um ambiente diferente começou a influenciar o desempenho dos gestores das empresas multinacionais também. Sendo assim, a fim de verificar os principais stakeholders e as questões relacionadas a eles como o foco em gestão estratégica, analisaram-se empiricamente e compararam-se as características dos stakeholders no Brasil e na Coreia do Sul. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista em profundidade com gerentes sul coreanos de diversas empresas multinacionais sul coreanas operando no Brasil, pertencentes ao departamento que interage diretamente ou indiretamente com stakeholders locais no Brasil. Segundo a análise dos dados, dentre as dez categorias de stakeholders identificadas por Clarkson, as empresas coreanas estão interagindo principalmente com oito stakeholders: empregados, instituições financeiras, clientes, fornecedores, governos, associações de classe, sindicatos e mídia, e não háinteração efetiva com as outras duas categorias de ONG e comunidade no Brasil, mas tambem não existem diferenças em suas características entre Coreia do Sul e Brasil. Em relação às características distintas dos stakeholders locais comparados com os stakeholders na Coreia do Sul, identificaram-se cinco características com empregados, três com governos, três com instituições financeiras, duas com clientes, duas com fornecedores e uma com associações de classe. Contudo, não se identificaram diferenças com a mídia. Os gerentes notaram que todas as características dos stakeholders são mais ingerenciáveis no Brasil do que na Coreia do Sul, com exceção dos clientes. Apresentaram-se grandes diferenças na gerenciabilidade com empregados, fornecedores, instituições financeiras e associações de classe; menores diferenças com governos, sindicatos e mídia, nesta ordem. Analisando as diferenças da influência dos stakeholders nos dois países, ficou claro que não existem diferenças em clientes, sindicatos e associações de classe; pouca diferença foi identificada em relação às instituições financeiras e fornecedores e grande diferença em governos e mídia. É difícil encontrar um estudo que não apenas compare as características dos stakeholders, mas também compare as especificidades dos países. Os resultados desta comparação entre características pode auxiliar os gestores a compreender as causas e estratégias existentes para os problemas, assim como efetivamente estabelecer estratégias paragestão de stakeholders. Todavia, considerando as limitações deste estudo, que coletou dados de poucas indústrias, nas pesquisas futuras haverá a necessidade de conduzir um estudo mais abrangente, coletando dados de todos os tipos de indústria. Dessa forma, será possível generalizar as características dos stakeholders. Além disso, necessita-se realizar estudos quantitativos em relação às características apresentadas como um resultado posterior a este processo de análise e então os pesquisadores poderão verificar estatisticamente as influências dos stakeholders nas empresas multinacionais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.10.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FEA2732802-10T658.401 K49s
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KIM, JeongHeon; CORREA, Hamilton Luiz. Stakeholders das empresas multinacionais: o caso das empresas coreanas multinacionais no Brasil. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-03122015-154936/ >.
    • APA

      Kim, J. H., & Correa, H. L. (2015). Stakeholders das empresas multinacionais: o caso das empresas coreanas multinacionais no Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-03122015-154936/
    • NLM

      Kim JH, Correa HL. Stakeholders das empresas multinacionais: o caso das empresas coreanas multinacionais no Brasil [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-03122015-154936/
    • Vancouver

      Kim JH, Correa HL. Stakeholders das empresas multinacionais: o caso das empresas coreanas multinacionais no Brasil [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-03122015-154936/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: