Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Políticas públicas de formação continuada de professores dos anos iniciais em matemática: uma experiência da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FANIZZI, SUELI - FE
  • USP Schools: FE
  • Subjects: POLÍTICAS PÚBLICAS; FORMAÇÃO CONTINUADA DO PROFESSOR; FORMAÇÃO DE PROFESSORES; ENSINO FUNDAMENTAL; MATEMÁTICA (ENSINO)
  • Keywords: Anos iniciais do ensino fundamental; Ciclo contínuo de políticas públicas; Continuous cycle of public policies; Early years of elementary school; Ensino de Matemática; Formação continuada de professores; Mathematics Teaching; Secretaria Municipal de Educação de São Paulo; Secretaria Municipal de Educação de São Paulo; Teachers continuing formation
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo é investigar de que modo a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (SME-SP) concebe e implementa as políticas públicas de formação continuada de professores ao longo da gestão de 2005 a 2012 com a meta de melhorar a aprendizagem dos alunos e, assim, elevar os índices de desempenho das avaliações externas. Neste trabalho, é focalizado o ensino de Matemática nos anos iniciais do ensino fundamental. Por meio da análise de documentos oficiais, da observação de encontros de formação continuada de professores e do depoimento de duas professoras, busca-se compreender como essas três vozes da SME-SP (elaborador do texto oficial, formador e professor) se relacionam no intuito de oferecer um ensino de melhor qualidade aos alunos da rede municipal. O conjunto de documentos analisados revela uma concepção de professor como um profissional de formação inicial deficitária, que necessita de orientações detalhadas sobre como ministrar suas aulas. Os encontros de formação continuada observados, por sua vez, consideram os professores como receptores ativos do texto dos documentos. Desta forma, a concepção de formação continuada de professores presente tanto nos documentos analisados como na prática formativa observada parte do meio externo, isto é, de contextos que não correspondem à vida da sala de aula, como é o caso das diretrizes curriculares definidas pela equipe da SME-SP. Com base nas ideias do ciclo contínuo de políticas públicas de Stephen Ball, épossível inferir que não há uma aplicação prática e imediata daquilo que é apresentado nos textos oficiais, seja pelo formador ou pelas escolas; e nem mesmo que ocorre, por parte do professor, apropriação e uso direto, em sala de aula, das orientações recebidas em encontros de formação continuada. Entre uma intenção de ensino, seja ela do contexto do currículo oficial ou das ações de formação continuada de professores, e a aprendizagem do aluno há diferentes interpretações dos textos e das ações oficiais e, consequentemente, descontinuidades. Pode-se afirmar que a formação continuada de professores realizada na gestão de 2005 a 2012 pela SME-SP é fragmentada e descontínua, já que é concebida apenas atrelada a outras ações consideradas centrais, como a implantação do currículo e a prática das avaliações externas. O foco das políticas públicas não é, portanto, a formação continuada de professores, uma vez que ela é definida como uma ação condicionada a outros projetos principais. Conclui-se que a modalidade de formação continuada mais adequada é aquela que oferece ao docente um espaço para ele se colocar com liberdade, segurança e confiança, um espaço onde sua voz constituída por suas condições de trabalho e necessidades e pelas recontextualizações que ele faz do currículo, do ensino da Matemática e do aluno dos anos iniciais de escolaridade seja de fato ouvida e considerada
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.09.2015
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FANIZZI, Sueli; SANTOS, Vinicio de Macedo. Políticas públicas de formação continuada de professores dos anos iniciais em matemática: uma experiência da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-17112015-130743/ >.
    • APA

      Fanizzi, S., & Santos, V. de M. (2015). Políticas públicas de formação continuada de professores dos anos iniciais em matemática: uma experiência da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-17112015-130743/
    • NLM

      Fanizzi S, Santos V de M. Políticas públicas de formação continuada de professores dos anos iniciais em matemática: uma experiência da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-17112015-130743/
    • Vancouver

      Fanizzi S, Santos V de M. Políticas públicas de formação continuada de professores dos anos iniciais em matemática: uma experiência da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-17112015-130743/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019