Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Bráquetes convencionais e autoligados: detecção de micro-organismos na saliva e in situ, avaliação de parâmetros periodontais e quantificação de citocinas no fluido crevicular (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BERGAMO, ANA ZILDA NAZAR - FORP
  • USP Schools: FORP
  • Sigla do Departamento: 807
  • Subjects: BRAQUETE ORTODÔNTICO; MICROBIOLOGIA; BIOLOGIA MOLECULAR
  • Keywords: citocinas; cytokine; immunoenzyme techniques; microbial; orthodontic appliance design
  • Language: Português
  • Abstract: O aparelho ortodôntico promove alterações microbiológicas na cavidade bucal, em função da variedade de materiais sólidos e elásticos que possuem, os quais funcionam como áreas de retenção, levando a um acúmulo de biofilme e predispondo o hospedeiro à cárie dental e à doença periodontal. Os objetivos do presente estudo, in vivo, foram: 1) Avaliar, as alterações no índice de placa (PI), índice gengival (GI), índice de sangramento gengival (GBI) e no volume do fluido crevicular, em pacientes com 3 diferentes desenhos de bráquetes metálicos (autoligados e convencionais), a fim de verificar se o desenho dos bráquetes interfere no acúmulo de placa e na saúde gengival; 2) Estudar as alterações nos níveis de diferentes micro-organismos envolvidos direta ou indiretamente na cárie dental, na saliva e in situ, pré e pós-colagem de bráquetes convencionais e autoligados; 3) Avaliar os níveis salivares e in situ, de espécies de micro-organismos dos complexos roxo, verde, laranja e vermelho e de outras espécies, pré e pós-colagem de bráquetes convencionais e autoligados, por meio de sondas de DNA e 4) Quantificar citocinas pró-inflamatórias no fluido crevicular, antes e após a colagem dos diferentes bráquetes. A amostra foi constituída de 20 pacientes, com idade entre 11 e 15 anos (Média: 13,3 anos), que receberam bráquetes metálicos convencionais GeminiTM e dois diferentes tipos de bráquetes autoligados: In-Ovation®R e SmartClipTM em incisivos e caninos superiores. Os índices, o volume do fluido e as amostra de saliva (S0) foram obtidos antes da instalação dos aparelhos (T0) e após 30(T1) e 60(T2) dias. Um bráquete de cada tipo foi removido 30 e 60 dias após a colagem. Os dados foram submetidos à análise estatística utilizando-se os testes não-paramétricos de Friedman, Mann-Whitney e Wilcoxon e coeficiente de correlação não-paramétrico de Spearman. A análise daconcentração de citocinas no fluido crevicular foi realizada segundo modelo de análise de variância misto, seguida pelo teste de Tukey, com nível de significância de 5%. Não houve correlação entre o grau de apinhamento, overjet e overbite com os escores do índice de placa (PI), índice gengival, índice de sangramento gengival e com o volume do fluido crevicular no tempo inicial T0 (p>0,05). Verificou-se a diferença significativa nos escores de PI e volume do fluido crevicular somente nos dentes que receberam bráquetes autoligados SmartClipTM, entre os tempos T0-T2(p<0,05). Identificou-se a presença de 21 das 22 espécies bacterianas e 4 das 5 espécies fúngicas, na saliva, antes da colagem dos aparelhos ortodônticos. In situ, no bráquete autoligado SmartClipTM observou-se maiores níveis de espécies do complexo vermelho 60 dias após a colagem. Para os bráquetes convencionais GeminiTM verificou-se diminuição nos níveis de espécies do complexo roxo. Para o bráquete autoligado In-Ovation®R identificou-se diferença significativa para C. rectus 30 dias após a colagem e para S. mutans 60 dias após a colagem. Quando comparou-se os níveis salivares e os in situ, verificou-se maiores níveis de espécies nos bráquetes, in situ, sendo que os autoligados apresentaram os maiores valores. Aumento significante foi verificado para os bráquetes autoligados In-Ovation®R, para S. mutans e L. casei. Após 60 dias da colagem do aparelho ortodôntico observou-se um aumento nos níveis de TNF-α (p<0.005), em todos os tipos de bráquetes. Considerando-se as condições específicas desse estudo, pode-se concluir que o desenho do bráquete modulou o índice de placa, o volume do fluido crevicular, e os níveis bacterianos do complexo vermelho, sendo o bráquete autoligado SmartClipTM o que apresentou o pior desempenho, nesse aspecto. O bráquete autoligado In-Ovation®R apresentou maiores níveisbacterianos relacionados à cárie dental e espécies do complexo laranja. A concentração de citocinas no fluido crevicular não foi modulada pelo desenho do bráquete, ocorrendo um aumento na concentração de TNF-α nos três tipos de bráquetes (convencional e autoligados) 60 dias após a colagem. A análise global dos resultados obtidos nos diferentes parâmetros analisados no presente estudo permitiu evidenciar, em geral, melhores resultados clínicos com o bráquete metálico convencional GeminiTM
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.07.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FORP11700016928Bergamo, Ana Zilda Nazar
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BERGAMO, Ana Zilda Nazar; MATSUMOTO, Mirian Aiko Nakane; NELSON FILHO, Paulo. Bráquetes convencionais e autoligados: detecção de micro-organismos na saliva e in situ, avaliação de parâmetros periodontais e quantificação de citocinas no fluido crevicular. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-06012015-135859/ >.
    • APA

      Bergamo, A. Z. N., Matsumoto, M. A. N., & Nelson Filho, P. (2014). Bráquetes convencionais e autoligados: detecção de micro-organismos na saliva e in situ, avaliação de parâmetros periodontais e quantificação de citocinas no fluido crevicular. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-06012015-135859/
    • NLM

      Bergamo AZN, Matsumoto MAN, Nelson Filho P. Bráquetes convencionais e autoligados: detecção de micro-organismos na saliva e in situ, avaliação de parâmetros periodontais e quantificação de citocinas no fluido crevicular [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-06012015-135859/
    • Vancouver

      Bergamo AZN, Matsumoto MAN, Nelson Filho P. Bráquetes convencionais e autoligados: detecção de micro-organismos na saliva e in situ, avaliação de parâmetros periodontais e quantificação de citocinas no fluido crevicular [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-06012015-135859/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: