Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Tratamento preventivo do esmalte desmineralizado: estudo in vitro (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CALDEIRA, TANIA COELHO ROCHA - FORP
  • USP Schools: FORP
  • Sigla do Departamento: 804
  • Subjects: CÁRIE DENTÁRIA (PREVENÇÃO E CONTROLE); FLÚOR; MICROSCOPIA CONFOCAL; ESMALTE DENTÁRIO
  • Keywords: confocal laser; CPP-ACP; dental caries; fluoride; microscopia confocal a laser; prevention
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho tem por objetivo avaliar “in vitro” diferentes tratamentos na remineralização do esmalte desmineralizado em situação de alto desafio cariogênico. Foram obtidos 55 blocos de esmalte de dentes bovinos com dimensões de 4x4x2mm, que tiveram sua superfície planificada e polida. Metade da superfície foi protegida com resina, antes da formação de lesão de mancha branca, mantendo-a íntegra. Para a formação da lesão de desmineralização os blocos foram imersos em solução tampão de acetato por 43h. Os espécimes foram divididos aleatoriamente em 5 grupos: controle (sem tratamento), Verniz Duraphat; Flúor gel; Mi Paste e Mi Paste Plus. Todas as superfícies desmineralizadas receberam tratamento, com os seus respectivos produtos, 1x/semana durante 3 semanas. Nos intervalos das aplicações os espécimes foram submetidos a ciclos de pH num total de 21 dias. Antes da desmineralização, após, em seguida à 1a aplicação e ao final dos 21 dias de ciclagem foram obtidas imagens da superfície e análise da rugosidade superficial, e morfologia por meio de Microscopia Confocal a Laser, ao final a resina que protegia a área controle foi removida e capturada uma nova imagem para análise do perfil de desgaste. Os dados foram analisados quanto a sua distribuição e verificada a normalidade e a homogeneidade da distribuição amostral, foi realizada Análise de Variância e teste de tukey (p<0,05). Pode-se observar que tanto para a rugosidade superficial como para o perfil de desgaste os grupos estudados apresentaram resultados similares entre si (p>0,05). Na rugosidade superficial observou-se que apenas no verniz ocorreu um aumento significante de rugosidade com o tempo (p<0,05). Na morfologia pode-se observar uma topografia irregular que foi mais evidenciada ao término da ciclagem, tendo o controle e os Mi Paste (convencional e plus) apresentado perda de estrutura mais evidente.Baseado nos resultados obtidos pode-se concluir que nenhum tratamento preventivo isolado foi efetivo para paralisação do desenvolvimento da lesão de cárie que foi agravado com o tempo de exposição ao processo DES-RE
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.10.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FORP11700016919Caldeira, Tania C. Rocha
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CALDEIRA, Tania Coelho Rocha; DIBB, Regina Guenka Palma. Tratamento preventivo do esmalte desmineralizado: estudo in vitro. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58133/tde-10122014-155900/ >.
    • APA

      Caldeira, T. C. R., & Dibb, R. G. P. (2014). Tratamento preventivo do esmalte desmineralizado: estudo in vitro. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58133/tde-10122014-155900/
    • NLM

      Caldeira TCR, Dibb RGP. Tratamento preventivo do esmalte desmineralizado: estudo in vitro [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58133/tde-10122014-155900/
    • Vancouver

      Caldeira TCR, Dibb RGP. Tratamento preventivo do esmalte desmineralizado: estudo in vitro [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58133/tde-10122014-155900/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: