Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Papel dos receptores tipo NOD na modulação da reabsorção óssea em modelo de periodontite experimental (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PRATES, TALITA PEREIRA - FORP
  • USP Schools: FORP
  • Sigla do Departamento: 807
  • Subjects: BACTÉRIAS (ODONTOLOGIA); REABSORÇÃO ÓSSEA ALVEOLAR; IMUNIDADE; PERIODONTITE
  • Keywords: bacterial biofilm; biofilme bacteriano; bone resorption; catepsina K; cathepsin K; NOD receptors; osteoimmunology; osteoimunologia; receptores NOD
  • Language: Português
  • Abstract: O biofilme bacteriano é o agente etiológico primário no desenvolvimento da resposta inflamatória observada na doença periodontal. Os receptores do tipo NOD (NLRs) são proteínas citosólicas que reconhecem componentes microbianos presentes no citoplasma liberados por bactérias invasoras. Sabendo que bactérias periodontopatogênicas têm a capacidade de invadir e colonizar diversas células do tecido periodontal, o presente projeto tem o objetivo de estudar a participação dos receptores do tipo NOD (NOD1 e NOD2) no reconhecimento das bactérias Porphyromonas gingivalis, na modulação da resposta imune e no processo de reabsorção óssea. Camundongos isogênicos machos da linhagem C57BL/6 (WT) e camundongos deficientes para o receptor NOD1 (NOD1-/-) e receptor NOD2 (NOD2-/-) foram infectados com Phorphyromonas gingivalis utilizando um modelo experimental de doença periodontal. O grau de reabsorção óssea foi avaliado por análise morfométrica macroscópica e histológica da maxila, além da quantificação do número de osteoclastos na crista óssea alveolar. O grau de inflamação local foi realizado por contagem do número total de bactérias orais, quantificação de neutrófilos no tecido gengival (MPO) e avaliação dos mediadores inflamatórios por ELISA. Foi também avaliada a expressão de marcadores osteogênicos e osteoclastogênicos no tecido gengival pela técnica de qPCR. Animais NOD1-/- e NOD2-/- apresentaram menor delta de reabsorção óssea quando comparados aos animais WT. Animais NOD2-/- infectados apresentaram debilitado controle bacteriano quando comparados aos animais WT infectados. Animais NOD1-/- e NOD2-/- infectados apresentaram baixa expressão de Cxcl1 e MPO quando comparados aos animais WT infectados. Além disso, foi observado que animais NOD2-/- infectados apresentaram reduzida produção de TNF-α e elevada produção de IL-10 quando comparados aos animais WT infectados.Não foi detectado diferença estatística na expressão de fatores osteogênicos, Runx2 e osteocalcina, entre animais WT, NOD1-/- e NOD2-/- infectados. Embora não houve diferença no número de células TRAP positivas presentes na crista óssea alveolar entre os grupos no tempo avaliado, animais WT infectados apresentaram elevada expressão gênica de RANKL/OPG quando comparados aos animais NOD2-/- infectados. Além disso, a expressão de marcadores de atividades dos osteoclastos, catepsina k e matrix metaloproteinase-9, foi significantemente baixa nos animais NOD1-/- e NOD2-/- infectados quando comparados aos animais WT infectados. Esses resultados permitem sugerir que independente das variáveis observadas, verificamos que a ausência dos dois receptores impede a rápida progressão da reabsorção óssea alveolar observada na periodontite, portanto os receptores NOD1 e NOD2 contribuem para progressão da reabsorção óssea no modelo experimental de periodontite
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.07.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FORP11700016925Prates, Talita Pereira
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PRATES, Talita Pereira; ALVES, Sandra Yasuyo Fukada. Papel dos receptores tipo NOD na modulação da reabsorção óssea em modelo de periodontite experimental. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-02022015-105829/ >.
    • APA

      Prates, T. P., & Alves, S. Y. F. (2014). Papel dos receptores tipo NOD na modulação da reabsorção óssea em modelo de periodontite experimental. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-02022015-105829/
    • NLM

      Prates TP, Alves SYF. Papel dos receptores tipo NOD na modulação da reabsorção óssea em modelo de periodontite experimental [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-02022015-105829/
    • Vancouver

      Prates TP, Alves SYF. Papel dos receptores tipo NOD na modulação da reabsorção óssea em modelo de periodontite experimental [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-02022015-105829/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: