Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Tomografia computadorizada de feixe cônico como método de avaliação pós-tratamento endodôntico em sessão única ou em duas sessões (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MAIA, CLAUDIA DE CASTRO RIZZI - FORP
  • USP Schools: FORP
  • Sigla do Departamento: 807
  • Subjects: TOMOGRAFIA (ODONTOLOGIA); HIDRÓXIDO DE CÁLCIO; DOENÇAS PERIAPICAIS; ENDODONTIA
  • Keywords: calcium hydroxide; cone - beam computed tomagraphy; endondontics; lesão periapical; periapical periodontitis; tomografia computadorizada de feixe cônico
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Estudos epidemiológicos reportam elevada prevalência de lesão periapical em diferentes países, concluindo que esta constitui um problema de saúde que afeta grande parte da população. Proposição: O objetivo deste estudo clínico randomizado foi efetuar uma avaliação comparativa pós-tratamento endodôntico de dentes permanentes com lesão periapical crônica, realizado em sessão única ou em duas sessões com o uso de hidróxido de cálcio, por 14 dias, como curativo de demora entre sessões, por meio de exames de Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico (TCFC). Metodologia: Foram selecionados 26 dentes pareados de 13 pacientes atendidos na clínica de Endodontia da Universidade Ceuma (UniCeuma), de São Luís - MA, os quais foram divididos randomicamente em dois grupos (n=13/grupo) empregando a técnica de amostragem casual simples (sorteio). No Grupo I os dentes foram instrumentados e obturados na mesma sessão, enquanto no Grupo II, após a instrumentação, foi utilizado curativo de demora entre sessões com a pasta Calen®, por 14 dias, quando então foi efetuada a obturação dos canais radiculares. As imagens de TCFCs foram obtidas em dois momentos distintos: (1) antes do tratamento; e (2) após doze meses do tratamento. O volume das lesões foi obtido pré e pós-tratamento endodôntico, em mm³, e foi calculada a porcentagem de redução volumétrica das lesões periapicais para cada grupo. A redução volumétrica dos dentes dos Grupos I e II foram comparadas por meio do teste t de Student para amostras pareadas. Foi avaliado também se havia diferença estatisticamente significante na frequência de casos com redução volumétrica maior que 50% entre os Grupos (α² likelihood ratio). Os testes foram realizados empregando o programa estatístico SPSS 19.0, com nível de significância de 5%. Resultados: Os volumes tomográficos médios iniciais e finais das lesõesperiapicais dos Grupos I e II foram, respectivamente, GI - 73,47 mm³; 27,73 mm³ e GII - 65,94 mm³; 12,84 mm³. A redução percentual média das lesões periapicais foi maior para o Grupo II (79,25%), em comparação ao Grupo I (68,35%), embora sem apresentar diferença significante (p>0,05). Não foi observado reparo completo, após 12 meses, em nenhum caso, em ambos os grupos. Observou-se redução superior a 50% em todos os dentes do Grupo II, enquanto que apenas 69,2% dos dentes do Grupo I atingiram esse percentual, evidenciando que a redução volumétrica da lesão periapical superior a 50% foi maior com o uso do curativo de demora entre sessões (p<0,05). Conclusão: A avaliação pelo método da TCFC, no período de 12 meses, não evidenciou reparação completa em nenhum dos casos tratados em sessão única ou com o uso de curativo de demora entre em sessões, demonstrando que esse período de acompanhamento não é suficiente para a regressão total da lesão periapical. Em ambos os grupos foi observada redução volumétrica das lesões periapicais semelhante após 12 meses, sendo que foi evidenciado reparo mais avançado (mais de 50% de redução volumétrica), no grupo onde foi utilizado curativo de demora entre sessões à base de hidróxido de cálcio por 14 dias, fornecendo subsídios para sua indicação do ponto de vista clínico, em dentes portadores de lesão periapical crônica, previamente à obturação dos canais radiculares
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.09.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FORP11700016926Maia, Cláudia de Castro Rizzi
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MAIA, Cláudia de Castro Rizzi; SILVA, Léa Assed Bezerra da. Tomografia computadorizada de feixe cônico como método de avaliação pós-tratamento endodôntico em sessão única ou em duas sessões. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-02022015-083608/ >.
    • APA

      Maia, C. de C. R., & Silva, L. A. B. da. (2014). Tomografia computadorizada de feixe cônico como método de avaliação pós-tratamento endodôntico em sessão única ou em duas sessões. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-02022015-083608/
    • NLM

      Maia C de CR, Silva LAB da. Tomografia computadorizada de feixe cônico como método de avaliação pós-tratamento endodôntico em sessão única ou em duas sessões [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-02022015-083608/
    • Vancouver

      Maia C de CR, Silva LAB da. Tomografia computadorizada de feixe cônico como método de avaliação pós-tratamento endodôntico em sessão única ou em duas sessões [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-02022015-083608/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: