Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Tomografia computadorizada de placa carotídea: uma comparação com a histologia (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: KUSTER, GUSTAVO WRUCK - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: PLACAS; TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA POR RAIOS X; ARTERIOSCLEROSE CORONÁRIA; HISTOLOGIA; ENDARTERECTOMIA; ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL; PROTEÍNAS
  • Keywords: Atherosclerotic plaque; C-reactive protein; Carotid CT; Endarterectomy; Histological analysis; Placa aterosclerótica; Proteína C-reativa; Tomography X-Ray computed
  • Language: Português
  • Abstract: As características morfológicas da placa aterosclerótica têm sido sugeridas como componentes auxiliares à estenose, na avaliação de risco de acidente vascular cerebral (AVC), em pacientes com doença aterosclerótica carotídea sintomática. O objetivo desse estudo foi comparar as características da placa aterosclerótica de carótida pelo método de tomografia computadorizada com a análise histológica. Foram incluídos 19 pacientes com doença carotídea sintomática submetidos à TC de placa carotídea antes da realização de endarterectomia carotídea. Uma comparação sistemática entre a TC e a histologia foi realizada para determinar a correspondência entre os componentes da placa seguindo a classificação da \"American Heart Association\". Foi considerada placa vulnerável o tipo VI. A histologia foi realizada 5 (±2) dias após a TC. Os laudos (radiologia e patologia) foram comparados pelo investigador principal. Foi dosada a proteína C-Reativa (PCR) sérica e realizada avaliação do desempenho do PCR para detectar placa vulnerável, considerando como padrão-ouro o resultado da avaliação histológica. Foi avaliada a relação entre PCR e o tempo entre o evento e a cirurgia. Para tipo de placa aterosclerótica, foi encontrada uma acurácia de 84,2% (IC 95%: 82,8% a 85,6%), da tomografia em relação à histologia. A concordância para identificar ruptura de capa fibrosa com acurácia 94,7% (IC 95%: 94,2% a 95,3%), e, para calcificação, com acurácia 89.5% (IC 95%: 88,5% a 90,5%), foi considerada alta, e moderada para identificar hemorragia(68% acurácia). A concordância é moderada entre PCR de alto risco e placa vulnerável, e não há relação entre PCR, placa vulnerável e tempo de cirurgia. A tomografia de placa carotídea é um bom método não invasivo para detecção de vulnerabilidade da placa, identificação de ruptura de capa fibrosa e calcificação. Na nossa amostra, a concordância entre PCR alto risco e vulnerabilidade foi moderada, e não observamos relação entre vulnerabilidade, PCR e tempo entre o evento e a endarterectomia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.10.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2737858-10W4.DB8^SP.USP^FM-2^K98to^2015
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KUSTER, Gustavo Wruck; MASSARO, Ayrton Roberto. Tomografia computadorizada de placa carotídea: uma comparação com a histologia. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-12012016-084705/ >.
    • APA

      Kuster, G. W., & Massaro, A. R. (2015). Tomografia computadorizada de placa carotídea: uma comparação com a histologia. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-12012016-084705/
    • NLM

      Kuster GW, Massaro AR. Tomografia computadorizada de placa carotídea: uma comparação com a histologia [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-12012016-084705/
    • Vancouver

      Kuster GW, Massaro AR. Tomografia computadorizada de placa carotídea: uma comparação com a histologia [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-12012016-084705/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: