Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeito do alumínio e manganês, em pH ácido, nos parâmetros de estresse oxidativo em machos de Astyanax altiparanae (Characiformes: Characidae) (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ABDALLA, RAISA PEREIRA - IB
  • USP Schools: IB
  • Subjects: ESTRESSE OXIDATIVO; PEIXES; BIOMARCADORES; CHARACIFORMES; METABOLISMO ANIMAL (ALTERAÇÃO); RESPIRAÇÃO ANIMAL (ALTERAÇÃO); REPRODUÇÃO (INFLUÊNCIAS); METAIS PESADOS
  • Keywords: Biomarkers; Fish; Oxidative stress
  • Language: Português
  • Abstract: Muitos metais como alumínio e manganês, quando adicionados nas águas pela atividade antrópica, podem produzir efeitos deletérios nos organismos. Estes metais causam alterações no sistema fisiológico, como alterações metabólicas, respiratórias, além de serem capazes de aumentar a produção das espécies reativas de oxigênio (EROs), o que podem alterar a atividade das enzimas antioxidantes que atuam no estresse oxidativo. O presente estudo investigou se a exposição aguda por 24 e 96 horas ao alumínio (Al) e manganês (Mn) em pH ácido, de forma isolada ou combinada (Al+Mn), são capazes de causar estresse oxidativo em machos sexualmente maduros de Astyanax altiparanae, e também verificou se 96 horas em água livre de metais, eram suficientes para que estes animais se recuperassem dos possíveis efeitos deletérios destes metais. A exposição ao pH ácido alterou os níveis da atividade da SOD branquial no período agudo (96h) e a atividade desta enzima não retornou aos níveis do controle no período de recuperação. A exposição ao Al aumentou a concentração de GSH (24h) nas brânquias no período agudo, retornando aos níveis do controle (96h). O Mn não alterou os níveis dos parâmetros de defesas estudados, no entanto isso ocasionou ao aumento de malondialdeído (MDA) nas células, acarretando em peroxidação lipídica. Os animais expostos ao Al+Mn combinados apresentaram diversas variações, aumentando a concentração de GSH e atividade GPx no período agudo nas brânquias. Apesar da tentativa dedefesa no período agudo, o período de recuperação apresentou alterações na atividade da catalase (96h), aumento da metalotioneína (24h) e altos níveis de lipoperoxidação (96h) hepática. Os metais estudados, independentemente do pH ácido, podem ser considerados indutores do estresse oxidativo em machos de A. altiparanae, influenciando na atividade enzimática e ocasionando alterações fisiológicas que podem interferir na reprodução. Os resultados obtidos no presente estudo ajudarão a entender os mecanismos de estresse oxidativo induzido pelos metais (Al e Mn) e sua possível influência na reprodução de A. altiparanae
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.09.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IB12000030129M-1876
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ABDALLA, Raisa Pereira; WHITTON, Renata Guimarães Moreira. Efeito do alumínio e manganês, em pH ácido, nos parâmetros de estresse oxidativo em machos de Astyanax altiparanae (Characiformes: Characidae). 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-19012016-094105/ >.
    • APA

      Abdalla, R. P., & Whitton, R. G. M. (2015). Efeito do alumínio e manganês, em pH ácido, nos parâmetros de estresse oxidativo em machos de Astyanax altiparanae (Characiformes: Characidae). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-19012016-094105/
    • NLM

      Abdalla RP, Whitton RGM. Efeito do alumínio e manganês, em pH ácido, nos parâmetros de estresse oxidativo em machos de Astyanax altiparanae (Characiformes: Characidae) [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-19012016-094105/
    • Vancouver

      Abdalla RP, Whitton RGM. Efeito do alumínio e manganês, em pH ácido, nos parâmetros de estresse oxidativo em machos de Astyanax altiparanae (Characiformes: Characidae) [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-19012016-094105/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: