Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Perfil químico e microbiológico, cor, análise polínica e propriedades biológicas do pólen apícola desidratado (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MELO, ADRIANE ALEXANDRE MACHADO DE - FCF
  • USP Schools: FCF
  • Subjects: MEL (QUALIDADE;MICROBIOLOGIA); ANÁLISE DE ALIMENTOS; PÓLEN; VALOR NUTRITIVO
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo foi levantar informações a respeito do processo de produção, determinar características físico-químicas, qualidade microbiológica, propriedades biológicas e origem botânica do pólen apícola desidratado, além de avaliar a influência de duas condições de desidratação sobre estes mesmos parâmetros. Para esta pesquisa foram adquiridas 69 amostras produzidas e beneficiadas em nove Estados brasileiros. Foram levantados dados referentes à coleta e processamento dos produtos e realizada a análise polínica para determinar a origem botânica das amostras. Foram determinados os teores de umidade, proteínas, lipídeos, cinzas, minerais, fenólicos totais e flavonoides totais por espectrofotometria, compostos fenólicos por cromatografia líquida de alta eficiência e cromatografia líquida acoplada a espectrometria de massas, capacidade antioxidante [método DPPH (a partir de três extratos) e método ORAC], capacidade antimicrobiana e parâmetros instrumentais de cor, além de um diagnóstico da qualidade microbiológica das amostras. A análise multivariada foi utilizada para estudar a estrutura de dados e procurar por padrões e, ainda, classificar as amostras em grupos. Foram observadas não conformidades em relação à temperatura de desidratação e em 91% das amostras o teor de umidade estava acima do limite de 4% estabelecido na legislação brasileira. Foram identificados 39 tipos polínicos. O teor de proteínas variou de 7,9 a 33,9 g/100 g, lipídeos de 3,1 a 13,5 g/100 g e cinzas de 1,9 a 3,8 g/100 g. A análise de minerais indicou que o potássio foi o composto em maior quantidade e que algumas amostras poderiam ser consideradas fontes ou com alto conteúdo de ferro, manganês, zinco e cobre. O teor de fenólicos totais variou de 5,6 a 29,7 mg EAG/g e flavonoides totais de 0,3 a 19,0 mg EQ/g. A capacidade antioxidante (CA), pelo método DPPH, variou de 9,4 a199,3 µmol ET/g, com influência do procedimento de extração sobre o resultado. Pelo método ORAC, a CA das amostras variou de 133,1 a 563,0 µmol ET/g. Quanto à capacidade antimicrobiana, observou-se que todas as amostras apresentaram alguma ação, estando a concentração mínima inibitória relacionada com o micro-organismo em teste. A qualidade microbiológica das amostras estava de acordo com dados encontrados na literatura e bactérias potencialmente patogênicas não foram observadas. A análise instrumental de cor indicou variação nos parâmetros ´LPOT.*´ (42,75 a 72,35), ´a POT.*´ (1,03 a 12,98), ´b POT.*´ (31,51 a 63,18) e Chroma (31,53 a 64,26) e correlação entre estes parâmetros e a composição química e as propriedades biológicas. A identificação e quantificação dos compostos fenólicos indicou predominância de flavonoides nas amostras, principalmente de compostos glicosilados. Por fim, as amostras desidratadas por liofilização apresentaram maior valor nutricional e potencial biológico em relação às amostras desidratadas em estufa com aquecimento e circulação forçada de ar. Em conclusão, torna-se necessário que os produtores façam ajustes no processo de beneficiamento do pólen apícola para que não haja empecilhos à sua comercialização. A composição do pólen das flores forrageadas pelas abelhas influenciou na composição do pólen apícola desidratado, portanto, pode-se pensar no direcionamento dos apiários para fontes botânicas que resultem em um produto com maior valor nutricional ou biológico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.11.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CQ30100021952-FT 641 M528p
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MELO, Adriane Alexandre Machado de; ALMEIDA-MURADIAN, Ligia Bicudo de. Perfil químico e microbiológico, cor, análise polínica e propriedades biológicas do pólen apícola desidratado. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-18122015-142742/ >.
    • APA

      Melo, A. A. M. de, & Almeida-Muradian, L. B. de. (2015). Perfil químico e microbiológico, cor, análise polínica e propriedades biológicas do pólen apícola desidratado. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-18122015-142742/
    • NLM

      Melo AAM de, Almeida-Muradian LB de. Perfil químico e microbiológico, cor, análise polínica e propriedades biológicas do pólen apícola desidratado [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-18122015-142742/
    • Vancouver

      Melo AAM de, Almeida-Muradian LB de. Perfil químico e microbiológico, cor, análise polínica e propriedades biológicas do pólen apícola desidratado [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-18122015-142742/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: