Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo da fadiga em pacientes com glioma de alto grau com intervenção de um programa educativo (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BIGATÃO, MARCELA DOS REIS - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: FADIGA (MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS); QUALIDADE DE VIDA; GLIOMA; EDUCAÇÃO DO PACIENTE
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A fadiga é um dos sintomas mais freqüentes e debilitantes, trazendo uma sensação bastante diferente do sintoma de cansaço que é experimentado pela maioria da população. É comumente relatada pelos pacientes com tumor cerebral primário durante o tratamento. As intervenções para a fadiga podem ser de origem farmacológica ou não farmacológica. O programa educativo forneceu informações relacionadas a conservação de energia; gerenciamento das atividades; caminhada visando amenizar a fadiga. Objetivos: identificar a presença de fadiga em pacientes com glioma de alto grau durante o tratamento com radioterapia e quimioterapia; e verificar a efetividade do programa educativo. Métodos: O estudo foi quantitativo, longitudinal e experimental. Foram avaliados 23 pacientes com glioma de alto grau, esses foram aleatorizados em 2 grupos. No grupo 1 os pacientes responderam ao questionário de análise de fadiga Functional Assessment of Cancer Therapy: Fatigue (FACIT-F), Inventário de Depressão de Beck, EORTC-QLQ-C30 versão 3.0 antes de iniciar o tratamento com radioterapia associada a temozolamida, um mês após o término da radioterapia e temozolamida e após o terceiro ciclo de quimioterapia exclusiva com temozolamida e em cada um desses tempos foram realizadas coletas de sangue para análise da hemoglobina. No grupo 2 os pacientes passaram por esse mesmo protocolo acima descrito e inserido no programa educativo com 5 encontros. Na analise estatística foram aplicados os testes regressão linear com efeitos mistos e coeficiente de correlação de Spearman. Resultados: Constatou-se que não houve diferença estatística na qualidade de vida de ambos os grupos. No grupo 2 (programa educativo), quando comparado nos diferentes tempos, houve diferença estatística significativa no subitem bem-estar sócio familiar p<0,04, no subitem bem-estar emocional p<0,01 e no subitem bem-estar funcionalp<0,04 apresentando estar melhor após a radioterapia. No Inventário de Depressão de Beck no grupo 1 (controle) houve diferença estatística p<0,04 apresentando uma piora dos sintomas depressivos ao longo do tratamento. Já no grupo 2 (programa educativo) houve diferença estatística p<0,03, apresentou uma melhora dos sintomas depressivos. Quando correlacionado os instrumentos, constata-se que houve diferença estatística significativa entre eles, exceto com o subitem do FACIT F bem-estar sócio familiar e a hemoglobina. Conclusão: Os grupos não apresentaram alteração na qualidade de vida e nem fadiga ao longo desse estudo, assim o programa educativo não mostrou diferença significativa, porém nos sintomas depressivos houve diferença significativa quando estava sendo realizado o programa educativo mostrando evidências positivas para sua aplicabilidade. Portanto, esse estudo traz contribuições para compreender a relação entre fadiga, qualidade de vida e sintomas de depressivos, e também traz a possibilidade da intervenção não farmacológica para o tratamento da fadiga em pacientes com tumor cerebral
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.10.2015

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200067982Bigatão, Marcela dos Reis
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BIGATÃO, Marcela dos Reis; CARLOTTI JÚNIOR, Carlos Gilberto; PERIA, Fernanda Maris. Estudo da fadiga em pacientes com glioma de alto grau com intervenção de um programa educativo. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015.
    • APA

      Bigatão, M. dos R., Carlotti Júnior, C. G., & Peria, F. M. (2015). Estudo da fadiga em pacientes com glioma de alto grau com intervenção de um programa educativo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Bigatão M dos R, Carlotti Júnior CG, Peria FM. Estudo da fadiga em pacientes com glioma de alto grau com intervenção de um programa educativo. 2015 ;
    • Vancouver

      Bigatão M dos R, Carlotti Júnior CG, Peria FM. Estudo da fadiga em pacientes com glioma de alto grau com intervenção de um programa educativo. 2015 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: