Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Filologia e discurso na correspondência oficial do Morgado de Mateus: edição de documentos administrativos e estudo das marcas de avaliatividade (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MUNHOZ, RENATA FERREIRA - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Subjects: FILOLOGIA; MANUSCRITOS
  • Keywords: Appraisal; Avaliatividade; Correspondências oficiais; Official correspondence
  • Language: Português
  • Abstract: Esta tese parte da função substantiva da Filologia ao realizar a transcrição semidiplomática de cem documentos oficiais setecentistas chancelados no período de 1765 a 1775. Esse conjunto contempla exemplares da documentação administrativa ascendente (ativa) e descendente (passiva) do Governador e Capitão-General da capitania de São Paulo, o Morgado de Mateus. O Morgado de Mateus é ora autor, ora interlocutor da Coroa Portuguesa, personificada na autoridade superior do Rei Dom José, que é representado pelo ministro do Reino, o Conde de Oeiras (posteriormente, Marquês de Pombal) e por dois secretários do Reino, Francisco Xavier de Mendonça Furtado e Martinho de Melo e Castro. Com base nas funções filológica, adjetiva e transcendente, analisam-se os documentos do corpus com o apoio das ciências auxiliares da Filologia: a Codicologia, a Crítica Textual, a Diplomática e a Paleografia. A partir dessas abordagens, retratam-se padrões de diferenciação de ordem codicológica, diplomática e paleográfica entre os documentos ativos e os passivos. A oposição entre documentos ativos e passivos (ou ascendentes e descendentes) também se estabelece em nível textual. Para a identificação de diferentes padrões discursivos no corpus, partimos de pressupostos da Linguística Sistêmico-Funcional (LSF), prescrita por Halliday e Matthiessen (2004), que considera a língua como uma rede de sistemas capaz de produzir significados de acordo com o contexto em que é utilizada. A língua, concebida como umsistema aberto e dinâmico orientado para a ação e para a reflexão, é empregada tanto para construir e comunicar as experiências humanas quanto para a negociação das relações interpessoais envolvidas na comunicação, cumprindo as duas metafunções ideacional e interpessoal. Complementar a elas, a metafunção textual seria a codificação dos textos, como processos de significação da língua, produzidos em relação a um dado contexto de ordem situacional e sociocultural. A importância atribuída ao contexto pela LSF acrescenta o viés da contextualização histórica às análises da construção e da estruturação discursivo-textual do corpus. Em tais análises destaca-se a metafunção interpessoal por meio das marcas linguísticas indicativas de valoração. Por conta desses destaques, adota-se a Teoria da Avaliatividade postulada por Martin e White (2005). Dessa forma, apoiadas as análises em pressupostos teórico-metodológicos que permitem um refinamento analítico nos subsistemas da Atitude, da Gradação e do Engajamento, reiteraram-se as distinções entre os eixos ascendente e descendente do corpus. Para aprofundar as análises, classificaram-se os documentos, tendo-se em vista o tipo de negociação intersubjetiva almejado. Em acréscimo ao levantamento dos recursos avaliativos pelos quais se vislumbram aspectos da intersubjetividade e da ideologia em voga, mapeiam-se as fórmulas inerentes à documentação oficial administrativa. A associação das perspectivas filológica e discursiva adotadas visam acomprovar a hipótese central desta tese, que é a seguinte: a correspondência oficial analisada apresenta diferentes padrões filológicos e discursivos, condicionados por fatores socioculturais e linguísticos que incidem sobre quem escreve e sobre quem controla a escrita desses documentos.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.09.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH2747598-3013751N
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MUNHOZ, Renata Ferreira; TOLEDO NETO, Sílvio de Almeida. Filologia e discurso na correspondência oficial do Morgado de Mateus: edição de documentos administrativos e estudo das marcas de avaliatividade. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-22122015-124218/ >.
    • APA

      Munhoz, R. F., & Toledo Neto, S. de A. (2015). Filologia e discurso na correspondência oficial do Morgado de Mateus: edição de documentos administrativos e estudo das marcas de avaliatividade. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-22122015-124218/
    • NLM

      Munhoz RF, Toledo Neto S de A. Filologia e discurso na correspondência oficial do Morgado de Mateus: edição de documentos administrativos e estudo das marcas de avaliatividade [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-22122015-124218/
    • Vancouver

      Munhoz RF, Toledo Neto S de A. Filologia e discurso na correspondência oficial do Morgado de Mateus: edição de documentos administrativos e estudo das marcas de avaliatividade [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-22122015-124218/