Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracterização genotípica e fenotípica de cepas de Escherichia coli associadas à diarreia pós-desmame em suínos (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MORENO, MARINA - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Subjects: DIARREIA (VETERINÁRIA); ESCHERICHIA COLI; RESISTÊNCIA MICROBIANA ÀS DROGAS; SUÍNOS
  • Keywords: Escherichia coli; Antimicrobials; Antimicrobianos; Diarrhea; Pós-desmame; Post-weaning; Resistance; Swine
  • Language: Português
  • Abstract: A Escherichia coli é um dos principais agentes envolvidos na síndrome da diarreia pós-desmame em suínos, sendo a infecção de difícil controle devido à elevada capacidade deste agente em desenvolver e disseminar mecanismos de resistência aos antimicrobianos utilizados para o tratamento da doença. No presente estudo foi estabelecido o perfil de virulência de cepas de E. coli isoladas de 621 leitões com sintomas de diarreia na fase de creche (21 a 40 dias de vida), provenientes de 52 granjas de suínos no Brasil. Foram selecionadas 148 cepas de E. coli, positivas para fímbria F4 e /ou F18 e destas foi determinado o perfil de resistência à antimicrobianos por determinação da concentração inibitória mínima para os seguintes antimicrobianos: ampicilina, clindamicina, clortetraciclina, danofloxacina, enrofloxacina, florfenicol, gentamicina, neomicina, oxitetraciclina, sulfadimetoxina, espectinomicina, trimetoprima / sulfametoxazole, tiamulina, tilmicosina, tulatromicina, tilosina, ceftiofur e enrofloxacina. Dos 621 animais observados, 321 animais foram positivos para pelo menos um fator de virulência. Das cepas estudadas, todas as 148 foram resistentes a tilosina, clindamicina, tiamulina, tilmicosina e sulfadimetoxina. A frequência de cepas resistentes foi elevada também para o oxitetraciclina, clortetraciclina, danofloxacina, ampicilina e ao florfenicol. Considerando-se o fato de 100% das cepas terem apresentado resistência a mais de três classes de antimicrobianos pode-seconcluir que todas as cepas de E.coli do presente estudo foram multirresistentes sendo frequente a resistência aos principais antimicrobianos utilizados na terapia da diarreia em leitões de creche
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.02.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300083274T.3107 FMVZ
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORENO, Marina; FERREIRA NETO, José Soares. Caracterização genotípica e fenotípica de cepas de Escherichia coli associadas à diarreia pós-desmame em suínos. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-16092015-093411/ >.
    • APA

      Moreno, M., & Ferreira Neto, J. S. (2015). Caracterização genotípica e fenotípica de cepas de Escherichia coli associadas à diarreia pós-desmame em suínos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-16092015-093411/
    • NLM

      Moreno M, Ferreira Neto JS. Caracterização genotípica e fenotípica de cepas de Escherichia coli associadas à diarreia pós-desmame em suínos [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-16092015-093411/
    • Vancouver

      Moreno M, Ferreira Neto JS. Caracterização genotípica e fenotípica de cepas de Escherichia coli associadas à diarreia pós-desmame em suínos [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-16092015-093411/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: